18/11/2009

Ano passado foi o ano em que mais crianças japonesas se suicidaram!

Isso mesmo! Crianças!! Eu sei que muita gente sabe que no Japão o índice de suicídio é bem alto – e não é lenda urbana não, é verdade! Vira e mexe sai matéria de gente que se matou, gente que se reuniu para se matar junto, pais de família que se matam e matam a família junto...sem falar nos atrasos de trem porque um resolveu se jogar na frente! Isso, acho que posso dizer que já me acostumei um pouco. Mas, como já falei aqui no blog, ainda me impressiona ver crianças que sabem tirar a própria vida!!

Ontem o Gabinete do Governo divulgou o boletim sobre os dados sobre suicídios no país referente ao ano passado. Se suicidaram 32.249 pessoas. Por incrível que pareça, o número é menor do que do ano passado, mais precisamente, 844 pessoas a menos. Mas, porém, contudo, todavia e entretanto, o número de estudantes (incluindo alunos do primário (!!!)) aumentou. Em 2008, a lista de menores suicidas ganhou mais 99 crianças e subiu para 972, o maior número desde quando esse levantamento começou a ser feito, em 1978.

Entre as razões para se matarem estão: mal rendimento na escola ou falta de perspectiva sobre o futuro escolar (337 crianças), depressão e outros problemas de saúde (284) e problemas familiares (81). O último caso que eu me lembro de ter lido, foi de uma menina que se matou porque na escola os colegas davam gelo! E outra criança também se matou porque no sitte da escola, um amiguinho disse que ela deveria morrer. Não quero discutir falta de apoio dos pais e nem fraqueza psicológica por parte dessas crianças, mas me impressiona como uma criança tem coragem de se matar.

Ainda segundo o boletim divulgado, o número de japoneses que se suicidaram atigiu o pico em 2003 (34.427 pessoas) e, desde então, há 11 anos que esse número ultrapassa os 30 mil. No boletim divulgado ontem pelo governo japonês, na parte dividida por profissões, em primeiro lugar aparecem os desempregados com 18.279 pessoas (56,7%). Em seguida, aparecem os assalariados com 8.997 pessoas (27,9%), os autônomos com 3.206 (9,9%) e os estudantes com 972 (3%).

Na classificação por faixa etária, o resultado aparece da seguinte forma: faixa dos 50 anos, 6.363 pessoas (19,7%), o que representa a maioria. Em seguida, aparecem os idosos da faixa dos 60, 5.735 (17,8%) e da faixa dos 40 anos, 4.970 (15,4%). O último dado da matéria publicada no jornal Asahi, revela que entre os homens da faixa que vai dos 40 aos 50 anos, cerca de 40% se mata por problemas financeiros ou de vida pessoal. A matéria em japonês, na íntegra, está publicada logo abaixo.


JAPONÊS・日本語

子どもの自殺、08年は過去最多に 自殺白書


鳩山内閣は17日、「09年版自殺対策白書」を閣議決定した。08年中の自殺者は3万2249人で前年より844人減ったが、学生・生徒(小学生を含む)は99人増え、統計をとり始めた78年以降最多の972人となった。学生・生徒の自殺は03年以降、増加傾向にある。


 前年比11.3%増で、サラリーマンなど職業別の集計の中で唯一、増加した。自殺の理由(1人あたり複数)が特定された中では、学業不振や進路の悩みなど学校問題が337人、うつ病など健康問題が284人、家庭問題が81人だった。

 学生・生徒の自殺は全体に占める割合は大きくないものの、いじめを苦にした自殺や連鎖的な傾向が見られるなどの問題があると白書は指摘しており、子どもが悩みを打ち明けたいときに打ち明けられるシステムづくりが重要だとしている。

 自殺者は03年の3万4427人をピークに、11年連続で3万人を超えた。職業別では無職1万8279人(56.7%)、サラリーマン8997人(27.9%)、自営業3206人(9.9%)、学生・生徒972人(3.0%)だった。

 年代別の自殺者数は、50歳代が6363人(19.7%)と最多で、60歳代5735人(17.8%)、40歳代4970人(15.4%)。40~50歳代男性の自殺理由の約4割が経済・生活問題だった。(高橋福子)

Um comentário:

  1. Sem palavras para comentar "assustadores"números! Sinceramente não consigo acreditar, muito menos me acostumar com isso. Aproveito para parabenizá-lo pelo blog. É muito interessante e útil também.MUITO JAPÃO!!!!!

    ResponderExcluir