06/05/2010

Novo programa da NHK trata da língua japonesa

Hoje à noite tem um programa na TV que eu me amarro. Começou dia primeiro de abril e sempre que posso, eu vejo. O nome do programa é みんなでニホンGO! (Minna de Nihon GO! - um trocadilho com o GO de nihongo que significa "língua", "idioma", neste caso, "língua japonesa" com o GO do inglês to go, que significa "ir", "seguir à diante" etc ). O programa sem si, não sei, acho que falta um pouco de sal às vezes. Não sei, mas acho que é por culpa do povo que participa e estão sempre com cara de mortos ou tédio total, e é justamente aí que os apresentadores passam a aparentar estarem em êxtase em excesso, não sei. Bom, mas de qualquer maneira, a ideia do programa é ótima! O foco principal é a língua japonesa! Mas não é para ensinar o básico ou expressões idiomáticas. No programa, os próprios japoneses enviam sugestões de expressões do dia-a-dia que eles mesmos têm dúvidas ou acham interessante. Muitas vezes, são mostradas palavras que antes eram usadas por um determinado grupo da sociedade e hoje todos ou quase todos, usam. É justamente nesta divisão de opinião que o povo presente participa. Alguns dizem se usam aquela determinada palavra. Outros se recusam a usar e explicam o porquê e assim por diante. Lembro que nos programas recentes foram citadas as palavras エロ・ero, de "erótico", e 超・chou, de "demasiado". Nesta pesquisa feita no estúdio, a maioria (91%) disse utilizar o advérbio 全然・zenzen, com adjetivos usados em frase que não estejam na negativa, o que gramaticalmente é (ou era) um erro! Lembra como se usa 全然・zenzen de acordo com a gramática?




Ex.:  

全然暑くない、全然高くない、全然嬉しくない、全然面白くない・・・
zenzen atsukunai, zenzen takakunai, zenzen ureshikunai, zenzen omoshirokunai...
nem um pouco calor, nem um pouco caro, nem um pouco feliz, nem um pouco interessante...




No entanto, é muito comum a gente ouvir alguém dizer: "'全然大丈夫"・"zenzen daijoubu", para dizer "Sem problema algum". É muito interessante e o programa acaba sendo um aprendizado não só para nós estrangeiros, como também para os próprios japoneses. No programa da semana que vem, eles irão tratar, entre outras coisas, da diferença dos ideogramas chineses e japoneses. É o que eles chamaram de 漢違い・kanchigai...



...o que também é um trocadilho da palavra 勘違い・kanchigai que significa "trocar as bolas", "entender errado" etc. Maneiríssimo! O programa está repleto de trocadilhos! Um dos quadros se chama NHK...que lembra o nome da emissora do governo japonês, mas que no programa, as iniciais são de Nanka Henna Kanji (algo como "sei lá, tem algo estranho" ou ainda "sei lá, o ideograma parece estranho"). Isto porque a palavra KANJI pode ser escrita assim 漢字 para "ideograma" ou assim 感じ, de "sentimento", "sensação". Nesse quadro, os telespectadores enviam fotos de placas, recortes de revista, imagens em vídeo etc com algo que eles tenham...sei lá, achado estranho. Para quem entende japonês, aí vai um vídeo dos apresentadores explicando sobre o conceito do programa!


Para acessar o vídeo pelo youtube, clique aqui.

9 comentários:

  1. Fascinante!

    Eu ainda não tive chance de fazer um curso de japonês, mas uma das coisas que me intriga é justamente como um kanji japonês pode ser exatamente igual a um hanzi chinês mas ter um significado nada a ver.

    Acho que a língua portuguesa tem um potencial desse tipo, e seria legal um programa de TV aqui que fosse além do feijão-com-arroz que é o "Nossa Língua" do Profº Pasquale.

    ResponderExcluir
  2. Caruso san,
    Qual o nome daquele programa em que estrangeiros (uns 50)falam de suas impressões sobre o país? alguns brasileiros já participaram (renato brandão) discretamente. os americanos descem a lenha.

    ResponderExcluir
  3. PARA FELIPE,

    Bom, na verdade, nem é tão intrigante assim, se vc considerar que este fenômeno pode acontecer em qualquer idioma quando uma palavra é "importada" de uma língua para outra. Quer um exemplo? Veja a palavra "quimono"! Em português é usada, inclusive, para a roupa que se usa para fazer judô, não? Mas aqui no Japão, judô de faz com "juudougi", ou seja, a mesma palavra "quimono", em português é uma coisa e em japonês é outra. O contrário tbm existe! A palavra "carta", presente na língua japonesa, importada do português, não tem nada a ver com carta para enviar pelo correio e nem mesmo com carta (de motorista), como dizem em Sampa. Aqui, "karuta" é o nome de um jogo! Bom, fico por aqui. Valeu pelo comentário! Um abraço!

    ResponderExcluir
  4. PARA ANÔNIMO,

    Acho que vc deve estar se referindo ao programa que existia, chamado ここがへんだよ日本人!・koko ga hen da yo nihonjin! No youtube,vc encontra algumas cenas do programa e, inclusive, uma análise da abertura e do conteúdo do programa, feita por um professor estrangeiro. Muito interessante, eu achei. Ele é estrangeiro, mas fala em japonês. Se quiser ver, acesse: http://www.youtube.com/watch?v=-jhAc4-OtCU - Obrigado pelo cometário!

    ResponderExcluir
  5. Tá aí, sou totalmente a favor de um programa assim, e concordo com o comentário do Felipe logo acima que diz que seria legal um programa aqui no Brasil desse jeito. ^^

    ResponderExcluir
  6. Adorei este post. Adoro a lingua japonesa e ia amar poder assistir este programa.. pena q não entendo tanto de japones assim pra poder ve-lo. É mto legal ficar sabendo dessas curiosidades sobre o nihongo.

    Só passando pra comentar rapidinho e dizer q adoro seu blog!

    ResponderExcluir
  7. Fiquei interessado no programa. Pena que não tenho TV. Mas, vou procurar no YouTube. Em breve, espero que os episódios estejam todos lá. O que me irritou na apresentação é essa mania dos japoneses de acharem a língua deles difícil. E, por causa disso, acharem que estrangeiros não conseguem falar. Se o japonês com uma gramática tão simples, fonemas não tão complexos de pronunciar for difícil, imagina o português...

    ResponderExcluir
  8. aqui em casa tem tv por assinatura e tem a NHK world, esse programa passa pontualmente as 10 da manhã todas as quintas por aqui. tem uns programas legais apesar de não entender nada do que se fala, só quando passa algum programa em ingles pra salvar tipo o J-melo.
    Eu percebi que durante os noticiarios, se eles querem mostrar algo como um gravação ou um lugar no qual um reporter deles não estava presente eles simplesmente cortam o som original e deixam só o comentário do apresentador, há alguma razão para isso?

    ResponderExcluir
  9. Olá!Aceita parceria?
    http://barairo-rose.blogspot.com/

    ResponderExcluir