13/11/2010

Crianças Suicídas


No dia 8 de novembro, uma menina de 12 (doze) anos, é encontrada morta, enforcada no cachecol feito pela própria mãe e preso ao trilho da cortina do seu quarto. Uma menina! De 12 (doze) anos! O motivo? Judiação sofrida na escola. Além de levar gelo dos colegas e comer sozinha, parece que a gota d´água foi ela ter faltado dois dias, sem a menor vontade de ir à escola, e quando finalmente resolveu ir, ela foi a uma espécie de excursão. Foi quando seu colega de sala lhe disse: “Pra isso você vem né?!”. Depois disso, a menina nunca mais foi a escola, porque se matou no quarto!

Durante tooooda a semana, não paravam de falar nesse assunto na TV e nos jornais, só porque a escola não admitia que houve judiação e nem que isto tenha tido alguma relação com o suicídio da menina – de 12 anos apenas! 12!

Mais do que a espera pelo pronunciamento da escola, o que para mim como pai da menina, pouco me importaria, já que minha filha – de 12 anos apenas – estava morta, eu, como brasileiro, me impressionei e me choco sempre quando vejo notícias desse tipo. Como crianças têm coragem de se matar e sabem como fazê-lo e o fazem!!!!!!

Quando meu choque já estava quase passando, por esquecer o assunto – até a próxima criança japonesa se matar - , anteontem, dia 11, li outra notícia, de outra menina, desta vez de 14 anos, que havia se jogado do décimo segundo andar do prédio com a intensão de se matar. E conseguiu...

Às 8h25 da manhã do dia 11, um homem que entrava no prédio, ligou para o telefone de emergência (110) depois que viu a menina estirada no telhado do corredor do prédio. Ela chegou a ser levada ao hospital, mas depois de 2 horas, acabou morrendo.

Segundo as investigações, na noite anterior, a menina havia dormido na casa da vizinha no décimo segundo andar do mesmo prédio, para irem à escola juntas. Na manhã do dia 11, as duas sairam de casa, mas na hora de descer, a amiga pegou elevador e a menina ficou dizendo que desceria de escada, e foi neste momento que ela decidiu se jogar lá de cima! Ao lado dela, foram encontradas várias mensagens à família e aos amigos. Nas mensagens havia frases como:

永遠に眠ります・eien ni nemurimasu
Dormirei para sempre

何回も死のうと思った・nankaimo shinou to omotta
Pensei em morrer várias vezes

ごめんなさい・gomennasai
Me desculpem

さようなら・sayounara
 Adeus

JAPONÊS・日本語           

女子が階から飛び降り死亡 「何回も死のうと思った」「ごめんなさい」のメモが

2010.11.11 12:00

 11日午前25分ごろ、神戸市長田区神楽町の市営住宅(14階建て)通路の屋根に女性が倒れているのを住民男性が見つけ、110番した。女性は近くに住む市立中学2年の女子生徒(14)とみられ、病院に搬送されたが、約2時間後に死亡した。遺書のようなものがあったことなどから、長田署は市営住宅から飛び降り、自殺を図ったとみて調べている。
 同署によると、女子生徒は前日、同住宅12階に住む友人の女子生徒(14)宅に宿泊。11日朝、登校のため2人で出たが、友人はエレベーターを使い、女子生徒は階段で下りたといい、その途中で6階から飛び降りたとみられる。
 倒れていた女子生徒の近くでメモが見つかり、家族や友人に対し「何回も死のうと思った」「ごめんなさい」「さようなら」など、遺書のような内容だったが、悩みなどについては書かれていなかったという。


VOCABULÁRIO・ボキャブラリー

女子・joshimenina
死亡する・shibou surumorrer
14階建て・juuyon kai date(prédio) de 14 andares
通路・tsuurocorredor
屋根・yanetelhado
住民・juuminmorador
女子生徒・joshi seitoaluna
病院・byouinhospital
搬送される・hansou sareruser levado (a)
遺書・yuigontestamento
自殺・jisatsusuicídio
友人・yuujinamigo(a)
エレベーターerebeetaaelevador
階段・kaidaiescada
メモ・memobilhete
家族・kazokufamília

12 comentários:

  1. Me espanta o número de suícidas no Japão, ainda mais crianças!
    Muito triste ver esta realidade né?!
    Morando aqui e convivendo com eles, ainda não consegui entender qual o motivo pelo qual este número só cresce.
    Será mesmo uma herança (terrível por sinal) das épocas dos Samurais (Harakiri/Seppuku), quando eles tiravam a própria vida em nome da honra?
    Entendo que a pressão que a sociedade japonesa empõe é realmente muito rígida, mas acho que no mundo todo, sempre passamos por dificuldades não é mesmo?!

    ResponderExcluir
  2. filho,venha para o Brasil que vc se indigna ainda mais.
    Na minha rua estes dias colocaram revólver na cabeça de um bebê para os pais darem o dinheiro,aqui as crianças não morrem por suicídio mas matam elas.

    ResponderExcluir
  3. É de assustar, mas é uma questão cultural dos japoneses, antes a morte do que aguentar vergonha e humilhação.

    ResponderExcluir
  4. NATUREZA AMOR E PAZ

    O problema do Brasil é que o povo já está anestesiado com as bárbaridades que se cometem com as crianças.
    Mas eu trabalho em órgão público no Japão e tenho visto muitas barbaridades de pais em relação aos filhos.
    Eu ví o pai dar um tapa na cara de um filho só pelo motivo de ele não querer ficar com ele e sim com a mãe que estava se consultando.
    Nós brasileiros devemos nos olhar de vez em quando para não ficar procurando defeitos nos outros e tentar esconder os defeitos que temos e muitas vezes mostramos isso em ppublico.
    Imagina a cabecinha do menino que apanhou do pai na frente de todos!!!!
    Nos indignamos com o problema do povo japones e muitas vezes não enxergamos o que se passa com o nosso povo.

    ResponderExcluir
  5. PARA ANGEL,

    Você tem toda razão. Tanto na questão da herança quanto nas dificuldades que todos nós passamos. Ainda mais na escolas onde as crianças normalmente não perdoam mesmo. Não só aqui. como no Brasil tbm. Mas acho que realmente o modo de ver o suicídio é diferente. Bom, até pq no Brasil, tem a questão religiosa que é muito forte tbm. Mais até do que aqui. Obrigado pela sua opinião! Volte sempre!

    ResponderExcluir
  6. PARA NATUREZA AMOR E PAZ,

    Essa do revólver na cabeça realmente é triste. Bom, cada país tem seus problemas, não é mesmo? O que eu particularmente não gosto é de ver gente que acha que só o Brasil tem problemas e principalmente, países de primeiro mundo não tem e são perfeitos. Agora, qto ao pai que bateu na cara doo filho, tbm é lastimável. Mas acho que vc entrou em outro tópico diferente do tema suicídio, um tema que acho que muita gente não imagina que exista e que sempre me choca muito! Mas de qq forma, violência contra criança é imperdoável, concordo com vc. E digo mais, o Japão não fica atrás do Brasil nesse quesito tbm não. Aqui, vira e mexe aparece alguma criança que sofreu maus tratos na própria casa! Já vi casos de criança queimada pelos pais, deixada morrer asfixiado no lixo com a tampa fechada e até criança colocada no microondas!!! Bom, mas como eu disse, isso já é outro assunto...bom trabalho e obrigado pela participação!

    ResponderExcluir
  7. PARA SAY,

    É de assustar realmente. Que no Japão haja mesmo essa questão cultural que vc explicou muito bem, eu até entendo, mas confesso que saber que as crianças tbm o fazem, me assusta sempre. Obrigado pela participação! Volte sempre!

    ResponderExcluir
  8. Lendo o seu blog aqui e com esse tema me faz refletir bastante- e fico preocupada.
    Tenho uma filha que futuramente vai ingressar provavelmente em uma escola japonesa. Ouvi dizer que os mal tratos nas escolas na maioria dos casos sao em escolas publicas. Tem haver com condicoes financeiras em parte?
    Talvez. Esse e um tema complicado que envolve uma cultura.
    Particularmente vivo pesquisando, para entender a cultura, e tudo mais que me indaga.
    Nesse caso do suicidio com criancas e assustador sim. Voces assistem os programas do Takeshi? Alguns envolvem temas sobre os japones http://www.tv-tokyo.co.jp/mikata/backnumber/index.html.
    Leio tambem outros forum, principalmente os que envolvem familias onde um dos conjugues e estrangeiro, que relatam as diversidades na educacao dos filhos.
    Aqui estao minhas paginas que leio,sao em ingles, talvez saia um pouco do tema, para quem quer entender algumas diversidades vale a pena dar uma bisbilhotada:

    Gaijinpot* sobre familias e criancas
    http://forum.gaijinpot.com/showthread.php?86964-Overzealous-juku-mom

    http://forum.gaijinpot.com/showthread.php?83266-For-parents-of-halvsies-Bullying

    Amizade de estrangeiros com japoneses
    http://www.mynippon.com/romance/makingfriends2.htm

    Blog sobre ``entendendo a mulher japonesa``
    http://luiyuming.com/understanding-japanese-women/

    Cultura e adaptacoes para as mulheres casadas com japoneses- talvez um pouco irrelevante, mas acho que vale a pena dar uma olhada
    http://www.transitionsabroad.com/publications/magazine/0601/living_in_japan_foreign_wives_club.shtml
    Espero que o Caruzo aprove meu comentario rs.

    ResponderExcluir
  9. Caruso,
    Sou muito sensível à essas coisas. Sabe, quando eu tinha 13 anos, inventei de querer morrer e tomei só uns remedinhos, que não surtiram efeito.
    Eu odiava meu pai, porque ele batia na gente.
    Quando estava com problemas no casamento, inventava de tomar remedinhos também, só imaginando estar mortinha.
    Credo! como eu era terrível.
    Hoje aos 45 anos vejo que a vida é tão bonita!
    Essas crianças precisam de ajuda, urgentemente! a depressão é que faz sentir vontade de morrer. O fato é que os japoneses são muito fechados.

    ResponderExcluir
  10. Olá.
    Meu comentário não é exatamente sobre o post, mas sobre os próprios comentários.
    Caruso, concordo com você, nenhum país é perfeito. Porém, não é sensato comparar Brasil e Japão no quesito "ruim". Todos nós sabemos como as coisas são aqui, e não tem cabimento a comparação com qualquer país de primeiro mundo.
    Fatos, pesquisas e dados podem lhe confirmar essa realidade.

    Espero que os mais patriotas não me levem a mal. Tive que expor esse ponto de vista, não teve jeito.

    Bom, é só.

    Ah!, e desculpe o offtopic!

    ResponderExcluir
  11. Nossa, extremamente chocante!Bem, muitos casos de morte acontecem no Brasil, mas ter consciência de suicídio com 11 anos é um horror!!!

    E pensando no personagem "Shinji" do anime "neon Genesis Evangelion", me parece uma boa auto-ajuda para eles, já que tem quase as mesmas depressões.

    ResponderExcluir
  12. Ola, sou Calu, brasileira e moro no Japao.
    Vou contar o que sei por experiencia. Nao e so nas escolas publicas que ha ijime. Ate a Princesa Aiko sofreu desse mal, desse cancer da sociedade japonesa que nao se limita as escolas, ha ijime nas fabricas, nas empresas, nas familias. Criancas se matam pela pressao absurda dos pais com relacao ao futuro. Se matam porque quando estao sofrendo maus tratos na escola, se sentem sozinhas e desprotegidas. Porque os pais japoneses pensam que basta dar o lado material, e cobram que a escola eduque e molde o carater de seus filhos. Por isso nunca perguntam, "como foi hj na escola?"para o filho. Nao dialogam, nao demonstram carinho, afeto. Esta sociedade esta envenenada pelo materialismo desenfreado, consumismo e futilidada. So se pensa em como ganhar dinheir, ganhar mais dinheir, guardar dinheiro... E as criancas, o futuro do pais se suicidando...

    ResponderExcluir