31/03/2010

Rota Errada

No dia 19 de março, li uma notícia no O GLOBO sobre o Metrô Rio. O trem que deveria seguir da estação Central em direção à estação da Pavuna, errou a rota e foi parar na estação Estácio. Bom, talvez para os cariocas isto tenha sido um escândalo absurdo e dou minha cara a tapa se muitas pessoas não pensaram: Tinha que ser aqui (Rio de Janeiro ou Brasil...dependendo da pessoa)!


Bom, é bem verdade que o metrô do Rio tem pisado na bola com relação a atendimento e prestação de serviço, mas, sinto informar aos que pensaram que errar a rota é coisa de brasileiro e, pior, só coisa do Metrô Rio somente, que estão todos redondamente enganados! Aqui no Japão, isso também acontece! O incidente no Rio aconteceu no dia 19, e sabe quando foi que aconteceu isso no Japão??? AGORA!!! No último dia 28!!! Domingo passado!!!



Segundo a reportagem publicada no jornal Asahi, o trem, que seguia a caminho do aeroporto de Haneda, não parou em uma determinada estação, simplesmente porque o condutor esqueceu de que teria que parar!!!! O trem só parou na estação seguinte. Três pessoas reclamaram, mas havia no trem, 200 pessoas.


Bom, acontece nas melhores famílias...de diferentes países! Inclusive aqui no Japão! Aliás, se for parar para analisar, esse esquema de rota diferente para diferentes trens que passam em uma mesma plataforma é relativamente novo no metrô do Rio. Quando eu saí do Brasil em 2002 não existia, o que não justifica, claro! Mas, porém, contudo, todavia e entretanto, o Japão já está careca de saber deste esquema de trem expresso, semi-expresso, trem isso ou trem aquilo e, acredito eu, que emse tratando de Japão, o que não deve faltar é tabelinhas pros caras consultarem os horários, rotas, velocidades, gestos, tempo de respiração etc etc. E mesmo assim...há casos de condutores que simplesmente não param na estação que deveriam parar. Ah sim! Este de domingo, NÃO foi o primeiro caso! Moral da História: "Herrar" é "Umano"!





JAPONÊS・日本語


京急、停車駅「うっかり」通過 急行なのに特急と勘違い

28日午後11時26分ごろ、京急電鉄の泉岳寺発羽田空港行き急行列車(8両編成)が、停車駅の立会川駅(東京都品川区)を通過した。京急によると、運転士と車掌が特急と勘違いしたという。  乗客3人から「立会川駅に止まらなかった」と連絡があり発覚。次の停車駅の平和島駅(同大田区)で降車したという。列車には当時、乗客約200人が乗っていた。



VOCABULÁRIO

羽田空港・haneda kuukou・aeroporto de Haneda
駅・eki・estação

通過する・tsuuka suru・passar direto

乗客・joukyaku・passageiro

勘違いする・kanchigai suru・confundir

列車・ressha・composição, trem

28/03/2010

Máquinas de Ajuste

Confesso que muitas vezes a honestidade - ou seria ingenuidade? - dos japoneses me surpreende. Veja bem, não estou dizendo que todos os japoneses sejam honestos. Isso, eu confesso também que, antes de eu vir ao Japão, eu achava que eram todos honestos, trabalhadores, educados, cumpridores à risca de horários e todas as características de um ser humano perfeito, exatamente como diz o estereótipo de um japonês no exterior e exatemente como algumas pessoas nos fazem acreditar.



Bom, mas ontem eu marquei com uns amigos para ir à churrascaria Barbacoa, no bairro de Aoyama・青山. O Shigues - autor do A Viagem de Shigues - também iria e eu marquei com ele na estação de Omotesando・表参道.



Bom, mas o tema deste post é justamente pelo susto que levamos, eu e ele, ao notarmos uma coisa que nunca havíamos reparado naquela estação. Para quem não sabe, o valor do bilhete de trens e metrôs varia conforme a distância e, se você compra errado no momento do embarque, você pode pagar a diferença do valor nas máquinas de ajustes ・乗り越し精算機・norikoshi seisanki ou 自動精算機・jidou seisanki, que estão em todas as estações.








Normalmente, claro, estas máquinas ficam do lado de dentro, antes da roleta. Você paga e pronto, já pode sair pela roleta com o bilhete devidamente no valor correspondente àquela estação.



Mas ontem, reparamos que as máquinas de ajuste da estação de Omotesando não ficavam simplesmente dentro e antes da roleta. Elas ficavam lado a lado com as roletas!!!
























Bom até aí, tudo bem, se não fosse o vão enorme que existe entre uma máquina e outra!!!!!!! Vejam !!!! Tive que tirar uma foto com o meu celular porque ninguém iria acreditar numa coisa dessas!!!


Isso mesmo!! Entre as duas máquinas de ajuste não há nada que bloqueie a ação de um sujeito mais espertalhão de passar pelo meio das duas máquinas, e não pela roleta, sem pagar a diferença!! Não tem nada!! Bom, para não dizer que não tem nada impedindo a passagem por entre as máquinas, há sim, aqueles pinos prateados e interligados com uma faixa, muito usados em bancos etc para organizar filas. E só !!! Uma faixa azul que impede a passagem dos espertalhões!!!




FRASE ÚTIL・便利な表現

Por favor, eu gostaria de fazer o ajuste (do meu bilhete)...

すみません、精算したいんですが・・・
sumimasen, seisan shitain desu ga...


22/03/2010

Gente Muito Japão - 3a. Edição

Hoje eu apresento a vocês uma japonesa! "Uma" não, "a" japonesa! Seu nome é Yuka Shimizu・清水 由香. Pianista profissional, ela sempre trabalhou e viveu pela música enquanto esteve no Japão. E foi pela paixão musical que resolveu atravessar o mundo para viver definitivamente no Brasil, mais precisamente, na Cidade Maravilhosa! Hoje Yuka é professora de piano, tem um CD gravado no Brasil, Embalada pela brisa do Rio, e se apresenta em várias cidades do Brasil e do Japão.

Yuka é também uma das estrelas do documentário PERFITICANDO, da diretora japonesa Akiko Nagura・ 名倉亜希子. O documentário, filmado no ano passado, trata do intercâmbio entre o Brasil e o Japão através da música e, principalmente, da música brasileira feita por japoneses. Neste contexto, Yuka Shimizu não poderia estar de fora!

Nessa ENTREVISTA EXCLUSIVA para o Muito Japão, Yuka conta o que mudou em seu modo de ver o Brasil e os brasileiros desde quando chegou ao país pela primeira vez, há 12 anos. Ela fala também da sua paixão por música e pelo piano e de "algo" que a permite interpretar ainda melhor as músicas clássicas brasileiras. Leiam a entrevista e conheçam um pouco mais da pianista japonesa que mostra porque ela é mais um exemplo de GENTE MUITO JAPÃO!



Yuka Shimizu nasceu em Saitama, Japão. Em 1995, ingressou na Faculdade de Música Kunitachi, em Tóquio, sob orientação da professora Keiko Kubota. NO Brasil, formou-se no Conservatório Brasileiro de Música em 2001. Estudou com os professores Clara Sverner, Maria Teresa Soares e Mordehay Simoni.

- 1o. LUGAR no Concurso de Talentos de Piano em Brasília

- 3o. LUGAR no Concurso de Música Brasileira em São Paulo.

- Melhor intérprete de música brasileira e Bach no XI Concurso Nacional de Piano de Minas Gerais, em Belo Horizonte

- 2o. LUGAR no Concurso Nacional de piano Artelivre, em São Paulo.

- Recebeu a “Moção de Congratulações” por sua atuação como intérprete de música brasileira na Câmara Municipal de Rio de Janeiro.

- Gravou em 2006 o CD Embalada pela brisa do Rio, com músicas de Ernesto Nazareth. Vem divulgando a música de Ernersto Nazareth, tanto no Brasil como no Japão, tendo sido homenageada pelo biógrafo do músico, Luiz Antonio de Almeida, pelo fato de ter vindo ao Brasil para se especializar na obra do grande mestre.

- Orientada pelo pianista Aloysio de Alencar Pinto e por Maria Josephina Mignone.

- Apresentou-se (2008) como solista da Orquestra Sinfônica Nacional da UFF sob a Regência da Maestrina Lidia Amadio e Maestro Chiyuki Murakata.


清水 由香

小学校5年生の時ピアノ発表会で弾いたエルネスト・ナザレ作曲"オデオン"が心に焼きつく。これがエルネスト・ナザレとの最初の出会い。国立音楽大学入学。1996年日本ヴィラ=ロボス協会主催のブラジル人ピアニストクララ・スベルナー氏の公開レッスンに参加し、クララ氏の"オデオン"を聴き今までに感じたことのない何かを感じる。その何かを見つけるために1997年11月リオへ渡る。クララ先生とのピアノレッスンとポルトガル語を学ぶ日々。朝から晩までピアノに向かった毎日が続き、後にブラジルコンセルヴァトワール音楽院の卒業。1998年以来ブラジル各地にてリサイタル活動を開始。新人ピアノコンクール第1位(ブラジリア)、Arte Livreピアノコンクール第2位(サンパウロ)、ブラジル音楽コンクール第3位(サンパウロ)、ピアノコンクール最優秀ブラジル音楽賞、バッハ音楽賞受賞(ミナス)。2006年CD ”エルネスト・ナザレ~リオの風にのせて~”をリリース。リオ・デ・ジャネイロ市議会よりブラジル音楽普及の貢献が認められ表彰される。2008年ブラジル日本移民100年記念コンサートにて 村方千之、リージア・アマージオ指揮ブラジル国立交響楽団と共演。現在ブラジル、日本を中心に音楽活動中。


1. Quando surgiu o interesse pelo Brasil ?
Em 1996. Quando fui assistir ao recital da pianista brasileira Clara Sverner em Tóquio.


2. Quando foi ao Brasil pela primeira vez?
Em agosto de 1997. Eu participei de um tour ao Brasil com grupo do Maestro Chiyuki Murakata, fundador da Associação Villa-Lobos no Japão.Viajamos para Foz do Iguaçu, Manaus (Ficamos na Floresta Amazônica), Pantanal, Rio de Janeiro e São Paulo.


3. Quando disse aos seus pais que moraria no Brasil, qual foi a reação deles? E os amigos?
Foi depois que fiz o que chamamos de Master Classe com a pianista brasileira Clara Sverner no Japão. Isso foi em 1996. Minha mãe me deu apoio. Aliás, ela sempre me apoiou, inclusive quando disse que viria ao Rio de Janeiro. Meu pai foi quem demorou muito para aceitar a ideia. Lembro que ele me perguntou o porquê de eu querer ir e quais eram minhas metas. Não lembro muito bem, mas acho que eu falei para ele que eu gostaria de ir (ao Brasil) e voltar ao Japão como a melhor pianista japonesa de música clássica brasileira, algo assim... Só sei que ele acabou foi se rendendo à forças de nós mulheres, no caso, eu e minha mãe (risos).


4. O que mais gosta no Brasil?
Da natureza e, claro, da música em geral.


5. Sente saudades do Japão? De que mais sente saudades?
Sim! Sinto saudade da minha família que está no Japão e do meu pai que faleceu em 2000, aos 55 anos, vítima de câncer. Acredito que ele está no Céu olhando por nós, eu, minha mãe e meu irmão (foto). Também sinto saudade dos meus amigos e da comida também!


6. Costuma voltar ao Japão com frequência?
Procuro voltar pelo menos uma vez a cada 2 anos.


7. O que procura fazer quando volta ao Japão?
Primeiramente, mostrar o meu trabalho e as coisas que aprendi no Brasil. Sempre faço concertos em vários lugares. Também procuro ficar mais tempo com a minha família.


8. Como aprendeu português?
No Japão, eu fazia aula particular com uma senhora brasileira, já viúva. Estudei com ela, acho que por uns 2 meses. Depois, já no Brasil, eu entrei logo para o IBEU, no curso de Português para Estrangeiros. As aulas eram de segunda a sexta e com duas horas de duração.


9. O que acha mais difcil na língua portuguesa?
Acho que a conjugação dos verbos. Em japonês não temos um verbo diferente para cada pessoa. Para eu, tu, eles, nós, vós, eles, o verbo um só.


10. O modo como você vê o Brasil mudou desde quando você chegou no país? O que mudou?
Sim, mudou. Coisas que antes eu não percebia, agora são mais claras para mim. Antes eu só via o povo brasileiro como um povo alegre, aberto, carinho e gentil e foi isso que eu gostei e ainda gosto muito. Mas eu só me fixei nisso e não percebia outras coisas que agora eu percebo, como: gente que não cumpre a palavra ou não respeita horários, fila em todo lugar e às vezes mal organizadas, as sujeiras pelas ruas. Às vezes me impressiono de ver quanta gente joga lixo no chão. Nossa, acabei falando mais coisa ruim que boa né?


11. Pretende voltar ao Japão algum dia?
Não. Pelo menos por enquanto...eu não penso em voltar.


12. O que mais admira nos brasileiros?
Os brasileiros vivem a vida com muita energia positiva.


13. Poderia deixar uma mensagem aos brasileiros que acompanham o blog e são fã do Japão?
Acho que vai ter gente que vai pensar: “por que essa japonesa que falou coisa ruim do Brasil , ainda mora no país e no quer voltar ao Japão?”. Mas eu admiro muitas coisas do Brasil também e sou grata pela vivência e pelas experiências que estou tendo aqui. Morando no Brasil, eu posso sentir algo que só é possível sentir aqui. E é justamente este “algo” que muitos compositores sentiram ao criar obras tão belas. Como pianista, viver no Brasil é um privilégio. Ao viver aqui e sentir esse algo a mais que os compositores sentiram ao comporem suas músicas, eu me sinto mais capaz de interpretar suas canções de forma mais fiel e me expresso melhor. Coisa que só com uma simples partitura não se sente facilmente. Estou feliz por morar no Brasil e fazer o que eu amo fazer na vida: tocar piano. Bom é isso. Quem quiser treinar japonês, eu também tenho um blog onde eu procuro escrever sobre minha vida como pianista no Rio de Janeiro e sobre minhas apresentações em concertos e eventos em geral. O endereço é: http://ameblo.jp/yukapianobrazil/. Espero a visita de vocês!





PINGUE-PONGUE* com Yuka Shimizu

何をしている時が幸せ?ピアノを弾いているとき
O que você faz e te deixa mais feliz? Tocar piano.


どうしてもこれだけは譲れないものは?ピアノの練習時間
O que você não abre mão de jeito nenhum? Minhas horas de treino.


宝くじがあたったら?演奏旅行をしながら世界を巡りたい
O que faria se ganhasse na loteria? Rodaria o mundo me apresentando.


尊敬する人は?両親
Um pessoa por quem tem respeito? Meus pais.


前世はなんだと思う?ブラジル人
O que você acha que foi na outra vida? Brasileira.


自分を動物に例えると?リス
Se fosse um bicho, que bicho seria? Esquilo.


幸せを感じる瞬間コンサートで拍手をいただいたとき
Em que momento se sente mais feliz? Quando ouço os aplausos em um concerto meu.


最近一番感動したことは?富士山を目の前に見たとき
Uma emoção recente? Qdo vi o Monte Fuji com meus próprios olhos.


子供の頃なりたかった職業は?ピアニスト
Quando criança, o que pensava em ser quando crescesse? Pianista.


今、旅行でいきたいところは?ヨーロッパ
Uma viagem que ainda queira fazer? Europa

*Este pingue-pongue foi retirado do próprio blog da Yuka e traduzido para português.


PARA COMPRAR O CD DA YUKA SHIMIZU:




No BRASIL:

Modern Sound – Mega Music Store
Rua Barata Ribeiro, 502 – D
Copacabana – Rio de Janeiro
Tel (0xx21) 2548-5005
SEG. a SEX, das 9h às 21 h.
SAB, das 9h às 20h.


No JAPÃO:


166-0015
Narita Higashi 5-40-10,
Suginami, Tokyo, Japan
Tel.: 03-53356373
050-5528-6508




Gente Muito Japão - 1a. Edição: Masako Tanaka

Gente Muito Japão - 2a. Edição: Elisângela Ramos Leite

Novo Disney Mobile, o celular das Penélopes

Desde o dia 5 deste mês, está no ar na tevê japonesa um dos comerciais de telefone celular mais penélopes que já vi. Minha cunhada iria adorar! Já ouço até ela dizer: "Aaaah! Eu queeeero!". O anúncio é bem fru-fru, mas achei a ideia bem maneira e os efeitos mais maneiros ainda. Sem contar que eu tenho uma queda pela modelo japonesa que aparece no comercial. Sim, ela é japonesa! Sua avó é francesa, mas ela nasceu em Tóquio, no bairro de Sumida ・東京都、墨田区. Seu nome é Rinka・梨花, e, admiração à parte, ela está uma gracinha nesse comercial!


O comercial é do telefone modelo DM005SH, o mais recente da coleção Disney Mobile, lançado no último dia 5 de março! Fora outras frescuras que o design já tem, o DM005SH tem uma novidade que vai deixar qualquer Penélope louca - ...ou não! É a tampa da bateria personalizada!


A dona - suponho eu que seja mulher, mas aqui no Japão, não posso afirmar com tanta categoria - escolhe a silhueta do personagem Disney preferido e ainda pode gravar o próprio nome...na tampa da bateria do celular!


Essas sim, as Penélopes vão perder o controle!!! Até o dia 14 de abril, as(os) compradoras(es), concorrem ao sorteio de um celular modelo DM005SH decorado com 22 diamantes de verdade!!

Veja então o comercial do Disney Mobile modelo DM005SH estrelado pela modelo Rinka・梨花!





Clique aqui para assistir a esta e a outras versões do comercial.


Palavras de Rinka:

本当にシンデレラになった気持ちでした・・・

hontou ni shinderera ni natta kimochi deshita・・・

Me senti a própria Cinderela...

Desculpae !

Existem mil maneiras de se pedir desculpas em japonês. すみません・sumimasen, すまん・suman, 申し訳ありません・moushiwake arimasen, 申し訳ない・moushiwakenai, ご免なさい・gomennasai, ごめん・gomen, ごめんね・gomen ne, ごめんな・gomen na, 失礼しました・shitsurei shimashita, 失礼致しました・shitsurei itashimashita e por aí vai. Talvez essa variedade seja para amenizar as inúmeras vezes que um japonês sinta necessidade de dizer "desculpas". Mas mais interessante do que as palavras que são usadas no dia-a-dia é como elas são usadas. Acho interessante as situações que estão por trás desses pedidos de desculpas.


Uma coisa que eu admiro muito daqui é que aqui no Japão, ainda é possível por exemplo, ouvir alguém se desculpar, simplesmente por cruzar seu caminho ou somente por ter deixado cair algo no chão próximo a você, mesmo que esse algo não tenha tocado em você, mas que de alguma forma tenha invadido um território invisível que está ao seu redor.


O mesmo acontece em um restaurante por exemplo. Se um garçom deixa cair algo no chão - nem que seja uma colher de sobremesa apenas - ele, imediatamente, se desculpará aos clientes presentes, dizendo: 失礼しました・shitsurei shimashita! O mesmo dirá o cozinheiro se láááááá dentro da cozinha, ele deixar cair alguma coisa que tenha sido ouvido do restaurante. Do mesmo modo, ele dirá, em voz alta, láááááá de dentro da cozinha: 失礼しました~!!・shitsurei shimashitaaaaa! !


Eu já tinha ouvido falar, até de outros japoneses, que os japoneses dizem desculpas demais. Bom, aí vai da interpretação de cada um. Se para uns a quantidade de vezes que os japoneses dizem desculpas é demasiada, para outros, pode ser sinal de boa educação. Mas lembro de duas ocasiões em que esses pedidos de desculpas me soaram algo Muito Japão!


OUTBACK


Eu fui me encontrar com meus ex-colegas de trabalho no Outback de Shinagawa. Só que eu acabei chegando mais cedo. Mesmo assim, resolvi entrar e, quando a mocinha da porta me perguntou, eu falei o nome de um dos responsáveis pela reserva. Ela me explicou que ninguém tinha chegado mas que se eu quisesse, eu poderia aguardar ali mesmo, dentro, porque fora estava frio. Claro que eu aceitei. Nisso deu a hora marcada e ninguém havia chegado. Aí eu recebo um torpedo de um deles, dizendo que tiveram uma reunião de emergência, mas que estavam todos já a caminho do Outback. Bom, fiquei tranquilo, porque nessas horas, eu sempre acho que eu errei ou a hora ou o dia. Mas foi nessa hora a mocinha da recepção se mostrou Muito Japão! Ela se aproximou de mim e disse: "Senhor, mil perdões. Mas seus amigos ainda não chegaram. O senhor se importa de esperar um pouco mais?" .....eu disse que não me importaria. Ao que ela imediatamente completou: "Peço desculpas pelo atraso dos seus amigos!"


TARJA ROSA

Esta não foi lá muito engraçada, mas achei interessante. Não sei se todo mundo sabe que quando o rolo de papel da notinha do supermercado está chegando ao final, as bordas da notinha são levemente coloridas de rosa. Se eu não me engano, o mesmo acontece com as bobinas das máquinas de calcular de escritórios. Bom, é simplesmente para alertar que está chegando ao fim e que uma bobina sobressalente já deve ser providenciada. Só isso. Só que a mulher do correio, levantou da cadeira e se curvou diante de mim dizendo お客様、申し訳ございません・okyakusama, moushiwake gozaimasen・Me desculpe senhor...só porque, na minha notinha de 130 ienes que ela me deu, depois de eu pagar a carta que enviei, haviam sido impressas tarjas cor de rosa nas bordas. Só isso!...mas o momento mereceu até foto!!!




Sem falar no motorista de ônibus que pediu desculpas por passar por um trecho desnivelado e ter feito o ônibus tremer ou outro motorista que também pediu desculpas aos passageiros por simplesmente não poder abrir a porta do ônibus porque o mesmo se encontrava fora do ponto e estava aguardando que um carro de passeio saísse da vaga onde o ônibus deveria parar. O motorista, claro, não abriu a porta de jeito nenhum até que ocarro saísse do lugar e o ônibus, finalmente, parasse no ponto de ônibus! Detalhe: o ônibus normalmente estaciona com a porta da frente, diante da primeira pessoa na fila do ponto!!! Isso mesmo! Fila!


Querem mais?! Lembrei por exemplo de uma vez que fui à creche com uma amiga, onde a filha dela iria se apresentar. Eis que as criancinhas, ainda de fraldas e caminhando sem segurança alguma, estavam todas no palco fantasiadas de pintinhos. A música tocava e as criancinhas nem aí. As tias, agachadas na frente delas, tentavam fazê-las lembrar da coreografia. Mas, tudo em vão. A música acabou e as cortinas se fecharam. Eis que uma tia pega o microfone e me manda uma dessas desculpas Muito Japão, ao dizer:

園児たちが最近ずっと練習していましたが、何故か今日はこんな感じでした。申し訳ございません。

As criancinhas treinaram muito ultimamente, mas não sabemos porquê elas ficaram assim hoje. Pedimos desculpas.


Desculpas?!?!?! Pelas criancinhas que nem andam direito não terem decorado uma sequência de coreografias e não terem percebido que era o dia D e que muitas pessoas estavam ali para assistir a uma apresentação de dança?!?! Fala sério!!!! Ah! Lembrei das desculpas que a gente ouve dentro dos trem e do metrô. Os caras pedem desculpas pelo trem estarem circulando com DOIS minutos de atraso. Isso mesmo! DOIS minutos de atraso!



この電車は2分程の遅れで運転しております。

ご迷惑掛けまして申し訳ございません。



kono densha ha ni fun hodo no okure de unten shite orimasu.

gomeiwake kakemashite moushiwake gozaimasen.


Este trem está trafegando com 2 minutos de atraso.

Pedimos desculpas pelo transtorno causado aos passageiros.



E o carinha na obra da rua, que é pago só para controlar o "trânsito" da calçada e pedir desculpas aos transeuntes pelo transtorno causado pela obra!!!!! Eu juro!!! A gente passa diante de uma obra pública e o carinha, de capacete, colete e tudo mais, se curva e diz: 申し訳ございません・moushiwake gozaimasen・Me desculpe senhor.



Desculpem-me, mas termino aqui este post. Peço desculpas por qualquer transtorno que isso possa vir a causar e lamento por relatar tantos pedidos de desculpas. Aceitem, minhas "sinceras" desculpas.


PALAVRA DO DIA:

ごめんなさい・gomennasai・desculpa


EX.:


ごめんなさいね、何回も何回もごめんなさいと言って・・・

gomenasai ne, naikaimo nankaimo gomenasai to itte...

Me desculpe por falar desculpe tantas vezes...

20/03/2010

DONADA・ドナダ

Dia desses fui ao Yodobahi Camera (foto acima), uma super hiper enorme loja de eletro-eletrônicos daqui. Para quem gosta de eletrônicos, computadores, games, celulares e afins, eu aconselho que não entre. Principalmente se tiver compromisso depois ou se estiver sem grana! O mesmo vale para o similar, chamado Bic Camera (foto abaixo)!




Bom, mas nesse dia em que fui acompanhar um amigo, fiquei impressionado foi com a variedade de headphones que os caras tem. Bom, confesso que não só a quantidade me impressionou, mas a forma como estavam expostos. Eram mais de 200 tipos! Havia headphones de fabricação japonesa e também importados, com direito às respectivas bandeirinhas dos países de fabricação e tudo!



Todos em uma parede só! Mas o que eu achei mais maneiro, era que os headphones não estavam simplesmente expostos, pendurados. Eles estavam todos funcionando...quero dizer, fora da caixa e ligados para a gente usar e testar à vontade! Isso mesmo! É só pegar qualquer um e ouvir a música que está tocando. Detalhe: todos com a mesma música! - Bom, era querer demais ouvir mais de 200 músicas diferentes também né?


Outro fato interessante que achei foi a preocupação dos caras de dizer qual a música que está tocando e quem canta!! Não são simpáticos?

Qual a música que estava tocando? Sabia que vocês iam querer saber! Por isso, garanti uma foto da plaquinha que mostrava o nome da música e quem estava cantando!



É isso. Bom, fiquem então com a cantora japonesa Jun Shibata (柴田淳) com a música Okaerinasai (em japonês: おかえりなさい).








16/03/2010

O Brasil que dá lucro

Tive que tirar essa foto com meu celular dia desses. Escrito perfeito e em letras garrafais e, o melhor, em português claro !


Mas, porém, contudo, todavia e entretanto tenho que dizer a verdade. Ver japoneses usando ou vestindo coisas com dizeres em português, principalmente essa, CAFÉ DO BRASIL, é uma cena até, digamos, relativamente, não muito rara. Além dessa, a gente vê muito roupas, bolsas e casacos da marca ATHLETA - bom, essa bolsa dele tbm é da ATHLETA. Isso mesmo! Aquela mesma ATHLETA do uniforme da seleção brasileira campeã de 52, 62 e 70!




Aí você vai pensar: ué?! mas ainda existe essa marca?


SIM! Existe! E aqui no Japão está vivinha da silva! Isso porque um empresário japonês, fã do Brasil e do futebol brasileiro, comprou os direitos da marca e, como não é bobo nem nada, manteve o "ar brasileiro". essa coisa de seleção e tal e comercializa normalmente no Japão, como se nada tivesse acontecido.



Aliás, se bobear, muitos japoneses, acham que a marca é genuinamente japonesa! Outros, fãs do futebol brasileiro, devem comprar achando que estão comprando produtos do Brasil, já que eles mantiveram muitas coisas escritas em português. Imagino que muitos japoneses devem comprar por isso mesmo, só porque está escrito em português. Sabe brasileiro que compra camisa com ideograma chinês ou japonês só porque é bonito ou fashion? Aqui é a mesma coisa! Só que aqui eles preferem camisas com dizeres ocidentais! E para quem já é fã do Brasil deve ser maneiro andar com uma bolsa escrito em português, imagino. Nem que seja, CAFÉ DO BRASIL! A gente vê muito dessas camisas em eventos do Brasil aqui em Tóquio, quando se reúnem vários fãs japoneses do nosso país. Mas só dá isso: Café do Brasil, Seleção Campeã e afins. Veja aqui alguns dos produtos da marca ATHLETA comercializada atualmente no Japão! O link é do site oficial da marca aqui no Japão. Não estranhe se você encontrar na página de produtos esportivos, um link para um restaurante brasileiro! É que o dono é mesmo! E VIVA o BRASIL (que dá lucro)!

0,1,2,3 ... 0,1,2,3 ...

Talvez não seja novidade para algumas pessoas, mas eu adoro comerciais de tevê. Sempre gostei. Minha mãe dizia que achava engraçado eu ficar perambulando pela sala enquanto passava desenho animado e quando dava o comercial, eu corria para a frente da televisão e virava estátua. Para "agravar" ainda mais essa situação, eu, quando piralhinho, cheguei a fazer alguns comerciais na tevê, no Brasil. Tênis Bamba e Aquaplay da Estrela foram alguns dos mais marcantes na minha curta carreira - se é que se pode chamar de carreira (não! nem adianta insistir que não tem no youtube!)




Bom, mas não vim aqui falar da minha "aposentadoria" ultraprecoce como garoto-propaganda. Queria mostrar um comercial que está passando agora na tevê daqui. É bem maneirinho, animado e tal, mas a musiquinha, vou logo avisando, é daquelas que grudam na memória e quando você menos espera, se não estiver cantando, no mínimo, estará assobiando enquanto estiver esperando o elevador chegar. Aliás, a música é aquela música francesa, Frère Jacques, só que numa versão mais moderninha e animadíssima! O comercial é de uma empresa de mudanças.



Segundo os produtores, a ideia era mesmo fazer com que fosse tudo animado e simples para atrair a atenção das crianças e fazer com que elas imitassem os movimentos dos dedos e a tal musiquinha-lavagem-cerebral. Parece que está dando certo! Já vi várias crianças cantando. Claro que os entregadores não devem ter nem metade da animação desses daí - já pensou? - mas a roupa que eles usam, "disk" é da empresa mesmo!




Eu não encontrei o vídeo do comercial no youtube. Mas na página da empresa estava lá ! Acesse a página e bem lá no final, você verá Windows Media Player nas versões de 15 segundos e 30 segundos. Escolha a versão que quer assistir e cuidado para não gravar de primeira a letra e os movimentos!!! É ótimo para quem começou a estudar japonês faz pouco tempo - de repente até quem nunca estudou vai entender - porque o vocabulário é bem simples e dá aquela sensação gostosa de "nossa! eu entendi tudo!!!", sabe?


Clique AQUI para assistir ao comercial !



13/03/2010

JAL: co-piloto japonês tira fotos com comissária na cabine de controle


A notícia de hoje é sobre o bafafá que deu esta semana por conta da foto, ou melhor, das fotos que o co-piloto japonês da JAL tirou dentro da cabine de controle com uma, ou melhor, algumas comissárias! Só lendo a notícia, e principalmente as linhas que diziam "fotos com as comissárias", quem voou alto foi meu pensamento e já imaginei altas fotos!! Mas depois que as fotos tornaram-se públicas, confesso que me decepcionei um pouco...rs. O bicho pegou mesmo foi quando as fotos chegaram no Ministério dos Transportes do Japão, bom, aqui se chama Ministério da Terra, Infraestrutura, Transporte e Turismo, ufa... em japonês é muito mais fácil: 国土交通省・kokudo koutsuu shou. Segundo o ministro, o avião estava em movimento e com passageiros e, como manda o regulamento, o co-piloto teria a obrigação de estar em alerta!


A JAL emitiu um documento oficial na página da empresa, onde ela pede desculpas pelo que aconteceu no vôo JAL422 (Londres - Osaka). Ainda segundo o documento, a JAL diz que o avião estava no sistema de piloto automático, mas reconhece que mesmo assim, o co-piloto foi imprudente e diz se tratar de algo lamentável para a empresa. A JAL diz também que os responsáveis serão advertidos e que irá trabalhar junto a todos os funcionários da empresa para que reavaliem o conceito de segurança, bem como os regulamentos internos, para que isso não volte a acontecer. Abaixo, você confere a reprodução do texto publicado na página da JAL:


【お詫び】操縦室内での写真撮影について

 2006年12月3日発のJAL422便(ロンドン-大阪関西)において、巡航中に機長が客室乗務員1名を操縦席に座らせ、写真撮影をしたという事例が判明いたしました。 社員の軽率な行動について、会社としても大変遺憾に思い、深く反省しております。誠に申し訳ありません。 当該便はその間、自動操縦装置により操縦が行われており、運航の安全には問題ない状況でしたが、極めて不適切な行動であり、航空局に事実関係を報告するとともに、当該機長・副操縦士・客室乗務員を厳重注意処分といたしました。 当該乗務員のみならず、全乗務員・全社員に対して再度安全の徹底に努め、社内規定の見直しを含め、再発防止を図り、日々の安全運航を堅持してまいります。

007年3月12日
株式会社日本航空
代表取締役社長 西松 遙



Agora a matéria que saiu no ASAHI:

スカイマーク副操縦士、上空でカメラ撮影 退職処分に

スカイマークの副操縦士が乗務中、上空でデジタルカメラを使って機内外の撮影を繰り返していたことが9日、国土交通省への通報などでわかった。同社は航空法が定める「見張り義務」違反にあたるとして、副操縦士を同日付で諭旨退職とした。同社によると、副操縦士は30代の日本人。昨年4月から5回にわたり、操縦室内や機外の様子を撮影した。機長がトイレに行っている間に撮影したものもあるといい、国交省は「安全上、問題だ」とみている。同種の事案の有無や同社の指導状況などを調べ、行政処分も検討する。


Segundo a reportagem, o co-piloto, japonês com idade na faixa dos 30 anos, utilizou uma câmera digital para tirar as fotos. Ele teria feito isso pelo menos umas cinco vezes. O ministro da Terra, etc etc etc...e Transporte disse que é um problema que compromete a segurança e finaliza dizendo que exigirá uma inspeção na empresa para averiguar que instruções são dadas aos funcionários.



Ah sim!!! Eu já ia terminar o post sem mostrar a foto né? OK!
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*




*
*
*
*
*
*
*
*
*
BRINCADEIRA! ...kkk.
As fotos são estas...


PS.: As primeiras fotos que ilustram o início deste post são do filme japonês Happy Flight !



"Esperamos tê-los conosco em nosso próximo voo!"