18/03/2011

COMPREI ÁGUA !

Caros leitores. Tenho uma notícia boa e outro ruim (?). A boa é que aos poucos vejo que nossa vida (em Tóquio!) está voltando ao normal. Ainda não está. A usina ainda preocupa e não estamos livres por completo dos terremotos. A falta de pão está começando a me preocupar, digo, está começando a me dar saudade de comer pão! Também tremeu um pouco hoje, mas acho que foi uma vez só e fraco. Mas na televisão por exemplo, já não passa noticiário 24 horas em todos os canais. Já é possível assistir a outros programas de variedade, quiz, novela etc. Consequentemente é possível rir mais e distrair a cabeça. Pode parecer ridículo, mas o fato de ligar a TV e ver um programa normal, de entrevistas, me deixou feliz. Ao menos parece que a vida está querendo voltar ao normal, mesmo que aos poucos.

Agora vocês querem saber a notícia ruim não é? Bom, não é lá tão ruim, é mais um aviso de que logo, logo nossa vida (em Tóquio!) voltará ao normal e assim como a televisão já passa sua programação normal, o Muito Japão logo, logo também voltará com a sua "programação normal", ou seja, sem diários. Quem me conhece, sabe que não sou o tipo de pessoa que gosta de misturar a vida particular com profissional e muito menos expor tudo no blog. 

Comecei a fazer isso porque senti que precisava fazer mais e mais gente entender como está sendo minha vida na capital japonesa, propriamente dita, e tranquilizá-las de alguma forma. Mas não sou de escrever diários on-line. O que não significa que vou deixar de compartilhar com todos vocês leitores algumas das coisas que vivencio nesse país tão diferente do Brasil. Quero continuar a mostrar a vida no Japão como ele é verdadeiramente. Falar de coisas boas e ruins que o país tem, assim como outro qualquer país do mundo.  Mostrar as novidades, as placas, os paisagens, os artigos, as pessoas e tudo mais que revela como o é o país que não se resume somente a gueixas, samurais e animê. Enfim, mostrar as coisas Muito Japão!

Mas hoje também não tenho muito o que contar. Acordei com o meu despertador normal, sem a casa estar tremendo. Depois de tomar café, lá fui eu para o computador trabalhar. Enquanto isso, vi um pouco de TV. De manhã estavam transmitindo ao vivo a ação do carros especiais esguichando mais água para dentro do reator. Depois as notícias se resumiram no drama da vida nos abrigos e no que se resume na primeira semana completa depois do grande terremoto. Tive que desligar. Não aguento de tristeza ao ver o sofrimento daquelas pessoas... que volto a dizer para quem ainda não entendeu...nós em Tóquio não estamos passando nem de longe o que eles estão passando por lá em Iwate, Fukushima e Miyagi.  

A boa notícia de hoje foi que eu fui a uma loja de conveniência perto de casa e comprei, água, lenço de papel, papel higiênico e leite. Coisas que andam em falta realmente, mas lá tinha. Bastante até. E nem estavam limitando por pessoa! estava lá, à venda, normal. Mas ainda está faltando bastante mercadorias. Tanto nos mercados aqui perto, quanto nas lojas de conveniências, algumas prateleiras estão vazias, vazias e a parte dos congelados, vazia e desligado. A impressão que se tem é que o local está em liquidação para fechar o estabelecimento. Isso preocupa um pouco.

Mas voltei para casa com água e leite! Em casa continuo a economizar luz. Passo o dia somente com a geladeira ligada - não tem jeito - e o computador somente. Tudo desligado e fora da tomada! Só acendo a luz quando vou ao banheiro ou tomar banho, já que não há janelas nestes cômodos. Mas fora isso, nada de acender a luz. Nem à noite eu acendo. Agora mesmo estou igualmente com a geladeira ligada e a luz do monitor. mas a casa está toda escura. Apesar de estar morrendo de vontade de ligar o aquecedor, não ligo. estou de casaco em cima de casaco e cachecol para esquentar. 

A parte boa é que minha conta de luz deve baixar consideravelmente. 
Há males que vêm para o bem, não é?! Tenham todos um ótimo dia!


9 comentários:

  1. Olá! Gostei da maneira como você está levando as coisas, sem alarde e sem histeria. Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Olá, Caruso.

    Fico feliz por as coisas estarem voltando ao normal por aí. Aqui no Brasil a mídia nao para de apontar as desgraças. Quando nao falam das desgraças que o terremoto/tsunami provocou, mostram imagens da usina e mais um monte de coisas que nos deixa assustados, tristes, preocupados. Tanto que quando conto as coisas que leio aqui ninguém acredita... me perguntam se vc reside na mesma Toquio que está sendo evacuada devido a radiação. Hoje, depois de dias, vi o jornal O GLOBO com uma noticia boa sobre o Japão... finalmente. Estamos torcendo que as coisas fiquei bem por aí! =)

    abs

    ResponderExcluir
  3. amigo se é que posso chama-lo assim
    eu e minha casa estamos orando a
    DEUS por voces cremos que dias melhores virão sobre o Japão e fico
    feliz em saber que voce conseguiu
    comprar agua, lenços,papel e tenho
    a certeza de que o pão DEUS envia-
    rá a voces crei nisso e assim será
    continuaremos a orar por voces.
    ass: MARLY BRASIL SP
    DEUS abençoe voce. abraço

    ResponderExcluir
  4. Fico contente em saber que alguns canais voltaram com programação normal. Deve ser deprimente ficar vendo notícias ruins o tempo todo. Acho que isso deve ser de grande ajuda psicológica para os japoneses, que podem esquecer um pouco da tragédia.

    Quanto ao blog, não se preocupe. O modo "plantão" já serviu de grande ajuda para nos fazer entender o que realmente se passa no Japão. Não tenho palavras para te agradeçer.
    Poder continuar lendo seu blog no modo "programação normal" será de grande alegria.

    Mais uma vez obrigado.

    ResponderExcluir
  5. Tenha tambem um ótimo dia, e que vai melhorar cada vez mais no Japão!

    Estou rezando pelas áreas atingidas, e pelas pessoas, vai dá tudo certo!

    Já estou com saudades das informações engraçadas (Principalmente das propagandas comérciais, morro de rir são muito engraçadas...)

    Até mais
    dja nee!

    Kaorin

    ResponderExcluir
  6. Oi, Julio! Estou acompanhando por aqui as notícias!
    Tomei a liberdade de colocar um link do seu blog no meu!
    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  7. Vai economizar! É verdade, há males q. vem para o bem.
    Foi possível ver a organização e preparação dos japoneses, ver que é possível unirmos forças entre os países em pról do melhor para o mundo, vimos q. tem pilantras em todo lugar e tb que consumimos um pouco além do q. realmente precisamos.
    Nossa pareci agora um revolucionário! Mas sou um pouco com o capitalismo.
    Parabéns pela "mudança de programação" e "cobertura" dos fatos. Mas e como está a questão da radiação?!

    ResponderExcluir
  8. VOCÊ,

    Muito obrigado pela sua mensagem. Se ela está aqui publicada, foi porque eu li e gostei! Agradeço mais uma vez pela consideração e pelo carinho! Tenha uma ótima semana e vamos que vamos! Como diria Super-Homem: Para o alto e AVANTE!

    ResponderExcluir
  9. Meu nome é Maria Regina, ainda estou muito preocupada, logo nos primeiros dias do ocorrido eu acordava várias à noite para entrar na internet e saber notícias, e ainda ficava de rádio ligado à noite toda, acompanhando as notícias, as reportagens sobre as opiniões dos estudiosos , os geólogos, os físicos nucleares, eu precisava de respostas , foi aí que entendi o porquê do terremoto. Durante o dia eu fazia estágio de manhã e trabalhava à tarde, eu não conseguia me desligar, meus colegas de turma de estágio me apelidaram de "FUKUSHIMA" eu acompanhava o tempo todo que estava ocorrendo no Japão, quando fiquei sabendo da explosão dos reatores, não tive mais tranquilidade, achei que ia pirar.
    Eu achava que era o final do mundo, eu achava que tudo iria se contaminhar, explodir estava angustiada, o mundo para mim também ficou cinza. Fique sabendo caro amigo que sofremos juntos. Eu pensava nos idosos, nas crianças, no frio, que segundo o noticiário, era intenso, nos cachorros perdidos, eu também não tinha clima para ouvir música, para ver programs de TV, reportagens que não fosse sobre o Japão. Pedi e peço muito a Deus por misericórdia de todos e dessa terra.
    Na ocasião,entrei numa loja de livros e um músíco estava tocando uma música dos Bee Gess, isso me deu saudade da minha adolescência, como naquele tempo , as coisas eram melhores,. eu não tinha tanto medo das chuvas, não se falava tanto de cocaína, de craker, de tráfico, de degelo, no desiquili
    íbrio do clima, como hoje, nem de tsunami. Me deu saudades da paz que eu tinha e não sabia. Eu sempre ouvia a frase "Eu era feliz e não sabia"..
    Feliz , feliz eu nunca fui mesmo. A falta de paz consigo mesmo é terrivel, A falta de segurança, afinal o mundo já não é o mesmo, Que saudades da paz. Chorei, lamentando a nossa realidade atual. Tinhamos paz e não sabia.
    Saiba amigo, sempre procurei evitar de ver a imagens do ocorrido, ficará na minha memória para sempre, a imagem do sorriso do bombeiro japonês de ter resgatado um bebê.
    Receba caro amigo meu profundo amor fraterno Votos de todo coração que o nosso criador possa nos dar vitória, que possa nos dar bençãosde alegrias, ter mais uma chance de viver simplesmente a vida a cada dia.

    ResponderExcluir