15/03/2011

Lar Doce Lar

Não! Eu não voltei para o Brasil! Eu hoje, terça-feira, não coloquei os pés do lado de fora da minha casa. Por "n" motivos. Primeiro porque fui liberado pelo chefe para não ir trabalhar até a próxima segunda-feira. Liberado em termos. A ordem é trabalhar de casa. Por isso, passei o dia fazendo meu "dever de casa", em casa. Mas também com o caos que devem estar os trens com esse tal blecaute planejado, não fiz a mínima questão de ir para parte alguma.

Mas mesmo em casa, eu trabalhei, vi TV e conversei com uma amiga japonesa que vive no Rio de Janeiro e queria saber como eu estava e como estava tudo por aqui, no país dela. Também passei parte do tempo conectado ao Facebook. Como eu já disse antes, este tem sido um grande instrumento para trocar informações, distrair, conversar, sentir as pessoas etc. É verdade que algumas estão nitidamente apavoradas. E não é para menos! Muitas pessoas no Facebook, principalmente, só e, somente só,  fazem questão de compartilhar as notícias ruins! É impressionante!

OK, não precisamos seguir o dito popular japonês que diz, 知らない方が幸せ・SHIRANAI HOU GA SHIAWASE, o que ao pé da letra quer dizer, FELICIDADE É NÃO SABER ou É FELIZ AQUELE QUE NÃO SABE, mas também, por que não compartilhar as notícias boas?! Sei que na atual condição, são poucas, mas não significa que não existam!!

Um especialista falou agora na TV japonesa sobre o anúncio de que em Tóquio foi detectado índice de radiação 20 vezes maior do que o normal. Ainda segundo ele, é uma quantidade que não prejudica a saúde. Ele ainda complementou dizendo: "uma partícula ínfima multiplicada por 20 que seja, continuará ínfima". Adorei. Mas isso ninguém comenta no Facebook!

Ah sim! Vi um colega comentar que Tóquio fica a cerca de 280 Km de Fukushima. A área de evacuação era de 20 Km e passou a 30 por mera precaução. Pediram apenas para as pessoas não saírem de casa. Mas pergunta se alguém compartilhou esse comentário dele! Nada! 

Fala-se que nos mercados não tem pão, água e nem arroz. É verdade. E não tem mesmo. Eu vi! Mas porque ninguém comenta que as outras coisas tem?! Frutas, legumes, verduras, chocolates, guloseimas, sorvete, macarrão, molho de tomate, frango, sucos, pizzas etc etc....tudo tem. Bom, já estou eu cometendo um erro! Desculpa. Vou consertar:  Tudo tem NO MERCADO AQUI PERTO DE CASA! Percebeu a diferença entre dizer "NOS SUPERMERCADOS DO JAPÃO está faltando comida" e "NO SUPERMERCADO PERTO DE CASA está faltando comida"? Muito bem! 

Hoje por exemplo fiquei feliz pelo simples fato de um canal de TV voltar com a programação normal e deixar as notícias para o horário do telejornal e para os canais especializados em notícias. Sim, porque até hoje, desde sexta-feira, todos os canais de TV estavam com telejornais, praticamente 24 horas! Era Terremoto, tsunami, usina, terremoto, tsunami, usina, terremoto, tsunami, usina...24 horas! Não havia nada para se ver!

As pessoas estão apavoradas. Algumas, muito apavoradas. Outras nem tanto. Mas, já ouviu falar que quando você vai salvar uma pessoa que está se afogando, você deve socorrê-la por trás? Sim, porque dizem que o desespero dela é tão grande, que pode fazer com que ela suba em cima de você de tal forma que você, mesmo sabendo nadar, se afogue ou não consiga socorrê-la. 

É assim que eu me sinto...

...qdo estou, eu, comigo, em casa, sozinho, não fico apavorado, nem com medo e nem desesperado. Mesmo vendo as notícias. Mas é só eu ler alguns comentários ou mesmo conversar com certas pessoas que estão apavoradas, é como se ela estivesse se afogando e eu estivesse chegando justamente pela frente! Ela me puxa de uma tal forma que eu chego a pensar que eu estou errado em não me apavorar. E quase me afundo com ela...

O clima é esse. Já recebi proposta até para "fugir" para a China! Não precisa rir pq não é para fazer graça. É apenas para dar uma ideia da dimensão do desespero das pessoas e mostrar que tem gente que está querendo sair daqui logo! De qualquer maneira! Sou grato pela minha amiga que me ofereceu, mas ainda não quero sair daqui desta maneira e nem quero ser mais uma mala que ela vai carregar.  Aí você vai pensar: "Ou esse cara é um alienado, retardado mental ou zen demais!". Nem um dos dois. Estou apreensivo sim. Preocupado sim. Mas não estou de-ses-pe-ra-do. Aliás, não quero me desesperar. Só isso. E tem muito japonês que também está com a maior calma do mundo! Já conversei com pelo menos dois japoneses que só faltam me chamar de "gringo desesperado", tamanha a calma que eles estão em relação a mim!

Mas minha vida não está normal.

Passei o dia inteiro somente com a geladeira e o computador ligados. Fez até um friozinho hoje. Mas não liguei o aquecedor. A solução foi usar casaco, cachecol e gorro dentro de casa. De dia, contei com a luz do sol. Agora à noite, estou só com a luz do monitor. Nada está ligado! Me senti até culpado quando liguei a luz para ir ao banheiro! Mas internamente, pedi - a não sei para quem - desculpas! Quero ao menos fazer a minha parte para economizar luz. Enfim, o dia hoje passou tranquilo. Só quero ver como será...

...O DIA DEPOIS DE AMANHÃ! 



11 comentários:

  1. é isso ai! o equilíbrio e a força fazem vc pensar melhor.

    fiquem bem e tranquilo, Deus sabe o que faz.

    Que Ele te abençoe. Ficar em casa é muito boooooooooooom!!!

    HomeOffice! Chego lá!
    Bjs.
    Qq. como diz o ditado japonês "tamuaki"

    ResponderExcluir
  2. Peço até humilde perdão por ver a coisa deste angulo, pois sei qeu muitos estão sofrendo, mas no momento o que mais me lembro é que em todo desastre residem oportunidades. Se muita gente morreu e muitos outros vão fugir vai de repente ter falta de mão de obra. Pode ser para muitos como eu que sonham em um dia ir para o japão e não são descendentes uma porta de entrada. E para aqueles que acharem ser sem sentido migrar para um pais com risco de terremoto e desastre nuclear, lembro qeu aqui mesmo no Rio de Janeiro, na cidade de minha mãe nova friburgo um simples temporal arasou a cidade toda com mais de cem mortos. Se pintar oportunidades não deixe de nos avisar por favor, pois terremoto é uma realidade do japão, mas as outras realidades boas continuam existindo. Doumo arigatou gozaimasu.

    ResponderExcluir
  3. É foda, queria muito ir ao japão mas agora é esperar eles se recuperarem.

    O que eu acho mais foda ainda e que nas áreas de desastre que já falta alimento e água ainda vai reporteres consumir o que já não tem, sempre vejo jornal e cada emissora tem 3 reportes ai, mas invez de ficar pelo menos em toquio não, eles gostam de ficar em cima da carniça.

    ResponderExcluir
  4. Olá Caruso!
    Gostaria de agradecer pelas experiências que você tem compartilhado no blog.
    Amo o Japão e ver as notícias segundo as mídias brasileira e internacional é algo complicado pelo exagero que você mesmo comentou, e isso acaba deixando a gente sem tanta noção do que realmente está acontecendo aí.
    Continue mantendo a calma, esperamos que logo as coisas se estabilizem por aí. ;)
    Fique com Deus, também estou orando pra que tudo corra da melhor maneira possível nos próximos dias!
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  5. ola:
    Acho q realmente a imprensa "supervaloriza" td o q é catástrofe para q as pessoas em geral fiquem mais desesperadas. Não estou dizendo aqui q a situação não é grave mas, mesmo qdo ocorre algo aqui mesmo no BR, a notícias fica por dias até aparecer outra q abafa a primeira. Entendo tbém q como os brasileiros acham q o JP é um "ovo" comparado ao nosso país, acham q o q acontece num local, o JP inteiro sente...Td bem... vamos descontar a falta de informação e vc disse muito bem, sintetizou td aquilo q penso.
    Fique com Deus e continue nos atualizando com seus posts q adoro acompanhar !!

    ResponderExcluir
  6. Imagina, deixar o país que lhe abrigou, lhe deu emprego, dinheiro e condições de viver dignamente (sim, no Japão vive-se dignamente) por conta disso é traição - minha opinião. Agora é hora de união e de ajuda mutua, afinal o país é feito de pessoas que neste momento precisam umas das outras. Não cometa este erro!

    ResponderExcluir
  7. Meu coração se sente acolhido ao ver o sentimento de "culpado" que você sente quando liga a luz. Pedir desculpas a alguém que não sabe quem, é sinal de que você realmente se preocupa e se importa, isso muito digno!

    Parabéns pelo sentimento e pela iniciativa!

    Gosto muito deste pais e, sinceramente, é um sonho um dia conseguir conhecê-lo, mas ainda não tive essa oportunidade.

    Fique bem!

    ResponderExcluir
  8. Eu realmente rezo muito pelo Japão, que ocorra tudo muito bem e volte logo ao normal.
    Eu só fico meio preocupada pelo fato das pessoas acharem que o Japão vai sumir do mapa com esses acontecimentos (ja tem até comunidade de orkut pedindo para Tsunami engolir o Japão!)
    Até brincaram comigo dizendo que as companias aéreas estão fazendo promoções de voos para o Japão por apenas 1 real...
    Enfim eu não ligo muito para esses tipos de coisas, só espero que volte logo tudo ao normal!
    Afinal o JP que está em uma aréa de risco já se recuperou de terremotos e tsunamis, já já esta tudo normal...

    Go Nihon!!

    Kaorin

    ResponderExcluir
  9. É...depois que tu pediu desculpas por ter acendido a luz do banheiro pensei: ele já virou japonês :DDD

    明日があるさ!!!

    ResponderExcluir
  10. Agora mesmo estava pensando que o Japão é realmente o melhor país do mundo pra se viver. Não por causa dos desastres naturais que ocorrem por aqui, mas porque é nessas horas que a gente percebe a segurança em relação ao comportamento do povo diante dos desastres. É só lembrar do comportamento do povo do Haiti depois do terremoto: saques, depredação, roubo, assassinato, estupro, tráfico de crianças etc. Em qual outro país do mundo a gente veria o comportamento digno que os japoneses mantêm após uma catástrofe dessas? Nenhum país do mundo está livre de desastres naturais, por isso não adianta mudar pra outro.

    ResponderExcluir
  11. Moro em Tokyo há 6 anos, e realmente, estou assustado com o sensacionalismo da imprensa. Todos os dias, minha caixa de e-mails amanhece cheia de mensagens de amigos e parentes, e eu preciso tranquilizar todo mundo. Não, o tsunami não devastou "o Japão". Não, não tem ninguém morrendo de fome porque acabou a comida aqui em Tokyo. Não, uma radiação 30 vezes acima do normal não é mais perigosa que tirar um raio-x (na verdade, é muito menos).

    Pior que eu sempre olho os sites de notícia brasileiros, e além das reportagens que dão a falsa impressão de que aqui está um caos completo, acabo sempre vendo mensagens de alguns ecochatos sem noção (nada contra os ecológicos, mas falar que "é a vingança do mar porque o Japão caça baleias" é demais) e alguns assopradores de trombetas do apocalipse...

    ResponderExcluir