01/07/2012

EXAME DE FEZES NO JAPÃO

ATENÇÃO: 
Fique tranquilo(a) caro(a) leitor(a), não há nenhuma foto que você não queira ver!

Bom, em primeiro lugar gostaria de dizer que o exame que vou mostrar foi o exame que eu fiz, aqui em Tóquio. Mas o que quero dizer com isto? Quero dizer que apesar do título, acredito eu que deva haver formas e formas de se fazer o mesmo exame em todo o país, para evitar que outras pessoas que morem aqui também digam que nunca viram ou não é assim desse jeito na cidade onde vivem ou mesmo para evitar que leitores que vivem no Brasil ou em outro lugar do mundo saiam por aí dizendo que no "Japão (inteiro) o exame de fezes é assim ou assado". Resolvi mostrar aqui no blog, por ter sido o mesmo durante alguns anos que venho fazendo e por ser bem diferente da época que eu fiz no Brasil. Não sei como está agora... 

Antes, para esclarecer, o exame de fezes faz parte de uma série de exames que são realizados todos os anos na empresa onde eu trabalho. Não creio que seja uma preocupação da empresa para com seus funcionários, mas sim uma atitude de simples cumprimento da lei (que acredito deva obrigá-los a fazer isso). 

Enfim....


ALguns dias antes, recebemos do RH um kit com estes dois recipiente, este "manual de instrução" e mais uma resma de papéis com um monte de abobrinhas que ninguém lê e ainda um questionário enorme que temos que responder sobre sintomas, doenças do passado, doenças na família etc etc etc.


No item número 1 do "manual de instrução" ensina abrir o recipiente - girando a tampinha - , como preencher a etiqueta do recipiente como o nome e a data em que foram colhidas as amostras de fezes e finalmente como colher as amostras. Detalhe: reparem no desenho as duas versões de vasos sanitários!


No item número 2, o manual ensina como usar a própria tampinha para fincar nas fezes para obter uma pequena amostra. O círculo e o xis de cor laranja são para mostrar a forma correta e a errada. Já no item 3, estão explicando como fechar o recipiente, girando a tampinha e especificando que cada cor serve para um dia diferente. O rosa é para o primeiro dia e o amarelo, para o segundo. Lembrando que devemos escrever o nome, a data e o sexo em cada recipiente.


As amostras dos dois dias devem ser inseridas neste saquinho plástico azul・提出用袋, onde devemos preencher o nome・氏名, os dias de cada amostra・採便日, sexo ・性別 e idade・年齢. Detalhe do aviso ao lado, em letras brancas e na vertical: "caso não use este saco plástico, queira por favor devolvê-lo".



Este é o papel que serve para colocar nos vasos sanitário na hora de colher as amostras. Reparem que no papel também estão as duas versões de vasos sanitários que existem aqui no Japão. Detalhe do papel só para isso! Com nome e tudo: 採便用シート, ou seja, "papel para coleta de fezes". Como se não bastassem os desenhos e como os japoneses adoram uma instrução, embaixo ainda há um testamento como instruções de uso! 

10 comentários:

Diana disse...

Legal né! Quando sai do Brasil, em dezembro, ainda era aquela forma antiga de colocar um monte de fezes no potinho rsrsrs

CARUSO disse...

Diana,

Eu também! Lembro desses potinhos... rsrsrs...
Obrigado pela visita e pelo comentário! bjs.

Adrianojapan disse...

Post bacana Caruso! ;)
Me lembrou o post do Danny Choo, onde vi esse exame (praticíssimo, concordemos) pela primeira vez.

http://www.dannychoo.com/post/en/1483/Health+Care+in+Japan.html

Abs!

Dany Aoki disse...

Que interessante!!

Adrianojapan disse...

※ exame de sangue no Japão:

http://www.dannychoo.com/post/en/25126/Akiba+F.html

Diga se não parece cena de ficção científica? rs

Tathy Takahashi disse...

Nossa, muito mais prático que os exames daqui do Brasil. Que eu saiba, ainda é com aquele potinho.

Xande disse...

Desculpe a pergunta mas o post gerou essa curiosidade...o papel fica em cima da água do vaso, para depois vc "fincar" as amostras?! hehehe

CARUSO disse...

Xande,

Sim. Se supõe que as "paredes" estejam secas ou apenas úmidas. No vaso oriental creio ser bem mais fácil. mas hoje somente no interior que se tem vaso estilo "trenó" em casa. Mas fora, aeroporto, shopping etc, ainda tem bastante até!

Vanden Plas disse...

Hahaha, fala serio, todos os anos faço a coleta, mas nunca recebia manual de instrução como o seu kit. Então sempre colhia as amostras na fabrica, pois tem 1 banheiro estilo oriental que é mais fácil de coletar.
Não sabia que se sentava ao contrario nos vasos estilo ocidental...
Coleta de sangue, é coisa do outro mundo mesmo né.... vou ver se um dia eu filmo.

Anônimo disse...

Caruso, você me salvou hoje, rs! Vou aproveitar as férias de verão para fazer um "baito" em uma fábrica de sobremesas e me entregaram um potinho para fazer o tal do exame de fezes. Na hora logo lembrei qeu você havia postado algo sobre o assunto e quando cheguei em casa fui correndo acessar o blog. Sorte a minha vc ter descrito as instruções, pois não havia nenhuma junto com o "recipiente". Valeu!!!