04/10/2012

DoNaDa: COMO OS JAPONESES CONTAM DINHEIRO!

Foi logo nos primeiros dias de Japão que, ao olhar nas mãos do nipocarinha do caixa, eu percebi que os japoneses contavam dinheiro de maneira diferente da nossa, no Brasil! O ato de contar, contar mesmo, nota por nota,  é igual, claro. O que difere é o manuseio! Reparem: 


Não fui eu que gravei este vídeo. No youtube há diversos outros. Escolhi este por ser o menos "poluído" e sem muito blá blá blá. O importante é o detalhe de colocar as notas entre os dedos! 

20 comentários:

  1. nipocarinha nipotiozinho qual e a tua cara nao gosta de japa sai fora vai embora do nihon

    ResponderExcluir
  2. Caro Anônimo,

    Não tenho nada contra japoneses em particular. Nada mesmo. A forma que eu sempre falo é com carinho. O que não gosto é de gente mal educada, seja esta de que nacionalidade for. Só isso. Em todo caso, obrigado pela visita, por expressar sua opinião e, principalmente por contribuir com o aumento do número de acessos do blog! Valeu mesmo! Grade Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Estranho o anônimo ter pensado que o dono do blog não gosta de japoneses. Voltando ao assunto:

    Eu gosto quando o caixa conta o troco, contam tão rápido dessa forma!

    ResponderExcluir
  4. A contagem do dinheiro,se for em grande quantidade, ainda fazem estalos no papel :-)
    E outra curiosidade, é quando contam (números) com os dedos, fazem de fora para dentro.

    ResponderExcluir
  5. Eu adorava ver eles contando o dinheiro assim, sugoi!!

    Bjus!

    ResponderExcluir
  6. jeito carinhoso pergunta pra algum descendente se gosta de ser chamado desse jeito seu babaca

    ResponderExcluir
  7. Diana,

    Não ligue pra isso. Quem tem blog tem sempre que encarar umas peças dessas. É normal! Eu tbm gosto quando eles contam rápido! Obrigado pela visita!

    ResponderExcluir
  8. Diana,

    Não ligue pra isso. Quem tem blog tem sempre que encarar umas peças dessas. É normal! Eu tbm gosto quando eles contam rápido! Obrigado pela visita!

    ResponderExcluir
  9. Diana,

    Não ligue pra isso. Quem tem blog tem sempre que encarar umas peças dessas. É normal! Eu tbm gosto quando eles contam rápido! Obrigado pela visita!

    ResponderExcluir
  10. Iruka,

    Tem toda razão!! Esqueci de comentar dos estalos! Acho muito maneiro e bem Muito Japão tbm, não? Tinha esquecido! Agora desse forma de contar com os dedos, ainda vou fazer um post sobre! Valeu a dica!

    ResponderExcluir
  11. Georgia,

    Muito maneiro né não? Tbm acho! Você então morava aqui? Bom, obrigado pela visita! Volte sempre!

    ResponderExcluir
  12. Caro Anônimo,

    Obrigado mais uma vez por dedicar seu tempo a visitar o meu blog! Sobre sua "tarefa" perguntei a alguns, aliás, na verdade, eu comentei com alguns sobre seu educado comentário e eles disseram que não se importam. Um deles até comentou que acha "Jaspion" muito pior, mas que agora que ele está adulto, diz que tem outras coisas para se preocupar. Agora eu te passo uma "tarefa" tbm: que tal perguntar a qualquer amigo seu, seja descendente de japoneses, italianos, qualquer que seja a ascendência, se algum deles gosta de ser chamado de "babaca". Depois me fala! Gde abraço!

    ResponderExcluir
  13. Caro Anônimo,

    Obrigado mais uma vez por dedicar seu tempo a visitar o meu blog! Sobre sua "tarefa" perguntei a alguns, aliás, na verdade, eu comentei com alguns sobre seu educado comentário e eles disseram que não se importam. Um deles até comentou que acha "Jaspion" muito pior, mas que agora que ele está adulto, diz que tem outras coisas para se preocupar. Agora eu te passo uma "tarefa" tbm: que tal perguntar a qualquer amigo seu, seja descendente de japoneses, italianos, qualquer que seja a ascendência, se algum deles gosta de ser chamado de "babaca". Depois me fala! Gde abraço!

    ResponderExcluir
  14. Caruso,
    Há quanto tempo!

    Apesar de sempre entrar no seu blog, faz muito tempo que não comento. Mas depois de ler esses comentários, não consegui ficar quieta.

    Queria falar que, apesar de adorar cultura japonesa e estudar o idioma há tanto tempo, sempre que vou a um lugar com muitos descendentes, eles ficam comentando que tem uma "gaijin" lá.
    Pergunta pra qualquer pessoa, de qualquer país, se ela gosta de ser chamada de estrangeira quando não está no exterior.

    Que me perguntam porque eu estudo japonês mesmo não tendo descendência, até quando eu vou tirar visto no Consulado. Como que se o normal fosse só descendentes estudarem.
    Pergunta pra qualquer pessoa se ela gosta que relacionem a descendência dela às escolhas que ela faz.

    Que uma vez estava fazendo uma entrevista de emprego com o presidente da empresa e um outro funcionário entrou na sala, pegou meu currículo e disse "DAME YO!", e só parou a frase pq o chefe disse "ela fala japonês". Mesmo assim eu tive que ouvir que não era indicada pra vaga porque o homem que seria meu chefe não gostava de trabalhar com gaijin, o que era uma pena pq meu japonês era muito melhor do que o dos outros candidatos.
    Pergunta pra qualquer pessoa se ela gosta de perder o emprego dos sonhos porque o sangue dela não tem um tipo DNA específico ou um sobrenome de tal país, apesar de ser qualificada pra vaga.

    Apesar disso, eu tento compreender, pensando que o Japão era fechado ao mundo até pouco tempo atrás, que isso vai mudar, que o mundo está se globalizando.

    Enfim.

    Quando a gente tá no Japão a gente é "o" brasileiro. Eu não vejo isso como preconceito, afinal eu sou brasileira mesmo, ué. Mas aí, chama de nipotiozinho e o cara (que não foi chamado de tal maneira) reclama?? Ué, não é nipotiozinho mesmo?
    APOSTO que, se por acaso o Caruso envelhecer no Japão, os caras aí vão se referir a ele como あの外人のおじさん.

    Desculpa o comentário longo, Caruso, mas fico assim quando vejo gente procurando pelo em ovo.

    Um grande abraço! Espero poder te rever qualquer dia desses.

    ResponderExcluir
  15. Ana,

    Eu sinto muito mesmo pelo que aconteceu e o duro é saber que isso acontece sempre né? Mas gostaria que não se importasse com isso pois haverá sempre alguém que dará o devido valor! É só você pensar que sempre vai existir alguém que irá criticar, marretar, falar mal. Eu qdo alguém me pede conselho para montar um blog eu já aviso logo sobre os "anônimos" da vida. Quem tem blog sabe que sempre vai haver um para discordar de você. Aliás, para mim, o problema não é nem discordar comigo, eu realmente não ligo para isso. O que eu não entendo é como o cara perde tempo entrando em um blog que ele não gosta e se dar ao trabalho de deixar um comentário e ainda ofender. Mas não se preocupe comigo! Eu confio no meu taco e não creio que devo provar nada a quem se quer mostra o nome. Eu não fico puto. Ficava no começo. Mas agora, acho até engraçado e sempre penso: "Tava demorando! Apareceu o anônimo desse post!" kkkk... Beijos e tudo de bom!

    ResponderExcluir
  16. branco discrimina todo mundo agora quando e com eles a coisa fica feia vc e so mais um trouxa querendo fazer graça pra cima dos asiaticos

    ResponderExcluir
  17. Anônimo,

    Você é o mesmo "Anônimo" de antes ou é outro? Porque se for o mesmo, gostaria de dizer obrigado por prestigiar mais uma vez o blog, aumentando assim o número de acessos e agradecer pelo comentário adulto e respeitoso! Muito Obrigado!

    ResponderExcluir
  18. o mesmo anonimo nao precisa agradecer nao sabendo que a policia di japao monitora todos os estrangeiros rspero que vc tenha o seu logo

    ResponderExcluir
  19. Muito legal mesmo a maneira deles contarem o dinheiro...

    Nossa.. Fico pensando.. Esse "Anonimo" aí não tem nada o que fazer née.. Por que não cuida de sua própria vida ao invés de falar mal dos outros hein?

    ResponderExcluir
  20. boa tarde,adoro esse blog,sempre que dá estou passando aqui para pegar algumas dicas,ve os artigos,pow continue postando mais,fico o dia inteiro vendo blog hehehehe,alguem sabe me falar se esse aqui é bom www.softwarecelularespiao.com.br ???amigo meu aqui "virtual" que me passou...abraços e assim que der eu volto a passar aqui

    ResponderExcluir