28/04/2013

O PROFESSOR RODRIGO, EM PORTUGUÊS - PARTE II

大変お待たせ致しました! DESCULPEM A DEMORA! Aqui estamos com a segunda parte da história do professor Rodrigo, o professor brasileiro que superou grandes desafios e hoje é estímulo para muita gente, principalmente para a comunidade brasileira que vive no Japão! 










PORTUGUÊS・ポルトガル語


Há 16 anos, quando chegou em Toyokawa, o jovem Rodrigo, que herdava mais as feições do pai do que da mãe que era descendente de japoneses, logo ficou famoso. Na época, ainda eram poucos os estrangeiros. Mas como ele não falava japonês, não conseguia se comunicar direito e o menino famoso, logo passou a ser ignorado pelas outras crianças.



“Volta pro Brasil!”. Era o que ele encontrava escrito na carteira da escola, mas não entendia o significado. Então ele copiou em um papel o que escreveram na mesa dele e levou para mostrar à mãe que sabia japonês.

“Foi muito humilhante. Mas suportei o bullying e aprendi a língua com todas as minhas forças. Mas fico doente só de lembrar daqueles dias...”

Por problemas financeiros, meu pai havia largado a escola já nos últimos anos. Minha mãe não concluiu a faculdade. Eu sabia perfeitamente que meus pais não queriam que eu terminasse como eles. Era como se eles me dissessem: “Entendemos esse sentimento de humilhação, mas queremos que você vença isso, siga em frente e arrume um emprego digno”.

Éramos pobres e chegamos a não ter o que comer, mas meus pais sempre deram um jeito. E foi vendo eles, que eu pensava em não perder a luta, não desistir de jeito nenhum e queria porque queria vê-los felizes. Esse sentimento foi crescendo dentro de mim e passei a estudar cada vez mais.




“Se você aprender a ler e a escrever os ideogramas, você vai conseguir estudar melhor”, aconselhou um de seus respeitados professores. Foi quando passou a fazer dez folhas do caderno de exercício de ideogramas por dia. No terceiro ano do ensino médio, Rodrigo tirou pela primeira vez a nota média 63 em língua japonesa. O professor dele o elogiou na sala de aula, na frente de todos da turma.

Para cursar os três últimos anos do colégio, Rodrigo passou no vestibular para a escola que ele almejava. Agora, seu antigo professor, o aconselhou mais uma vez: “Nesta última fase da escola, todos começam do zero. Quero que você comece arrasando desde o início!”. E foi exatamente o que ele vez. Antes mesmo de entrar na escola, Rodrigo já havia começado a estudar muito e já lá dentro, conseguiu logo a façanha de ficar em primeiro lugar entre todos os alunos do mesmo ano logo no primeiro teste realizado.

Foi quando veio a doença. Mas quando meus pais me disseram o nome da doença, eu prometi a mim mesmo que eu venceria a doença assim como venci o bullying e assim como me matei de estudar e consegui. Acho que tudo o que eu sofri, serviu de treinamento para superar a doença.
Depois de 7 meses internado em um hospital, Rodrigo se viu livre da doença. Ele terminou a escola e ingressou na faculdade de Aichi.

Quando estava no segundo ano da faculdade, Rodrigo abriu um curso de japonês para brasileiros. Era no trabalho de seu pai que ele distribuía panfletos para atrair alunos. Primeiro eram apenas 3 alunos. Com o tempo, a fama se espalhou e os 3 se multiplicaram para 10, 15 e em 6 meses, já era 50 o total de alunos. Ele alugou um depósito e lá dava aulas aos sábados e domingos, de manhã e à noite. Eram no total quatro aulas. Foi um bom exercício para falar diante das pessoas e ensinar. Quando terminou a faculdade, Rodrigo estudava mais de 6 horas por dia, no afã de conseguir a licença para ser professor.  O esforço de Rodrigo deu fruto!

JAPONÊS・日本語  

 16年前、ブラジルから豊川市にやってきたとき、日系人の母よりも、ブラジル人の父譲りの容貌を持つロドリゴ少年は一瞬、人気者になった。まだ外国人の姿も少ないころだった。しかし、言葉が通じないために、コミュニケーションがうまく取れず、人気者は次第に周りの子供から疎まれていく。


 「ブラジルに帰れ!」。机に書かれた文字の意味が分からなかった。紙に写し取り、日本語が分かる母に見せて、意味を知った。「悔しくてたまらなかった。負けてたまるか」。いじめに耐え、必死に言葉を覚えた。あの日々のことを思えば病気など……。

 父は経済的な理由で高校を中退していた。母は大学を中退している。「自分たちのようにはなってほしくない。悔しさはわかるが、負けるな、頑張れ。そして、ちゃんとした職についてほしい」という両親の気持ちは痛いほど分かっていた。

 食べ物がないほど、貧しく厳しい日もあったが、両親はいつもなんとかしてくれた。そうした両親の姿を見ると「絶対に負けない。諦めない。親を喜ばせたい」という気持ちがわき、ひたすら勉強をした。


 「漢字の読み書きができれば、もっと勉強ができるようになるぞ」――。中学校の恩師に言われ、中学では漢字ドリルを1日10ページ書き続けた。中学3年生のとき、初めて国語で平均点の63点を取った。担任の先生は、クラスのみんなの前で褒めてくれた。
志望した高校に無事合格した後、中学の担任教師に「高校では皆ゼロからスタートする。初めから飛ばしまくれ」と励まされた。そのアドバイス通り、入学前に与えられた課題にも積極的に取り組み、入学後、最初の学力テストで学年1番になった。
 そんな折の病魔だった。だが、親から病名を告知された際、「いじめにあっても乗り越えてきた。勉強も苦労したが、できるようになった。病気も自分なら乗り越えられる」と心に誓った。それまでのつらい経験も、病気を乗り越えるための訓練だと思えた。
 7カ月に及んだ入院生活の末、病魔はロドリゴ先生に根負けして退散していった。高校卒業後、愛知県立大に進学した。
 大学2年生の時に、ブラジル人に日本語を教える教室を開校。父の勤め先でチラシを配り、生徒を募った。最初の生徒は3人だったが、そのうち評判を聞きつけ10人、15人と増え、半年で50人になった。倉庫を借りて、土曜・日曜の朝と夜の合計4回、教室を開いた。人前に立って話し、教えるよい訓練になったという。4年生になってから、教職員試験のために1日6時間以上勉強。努力は実った。
No próximo, e último capítulo, vocês lerão os depoimentos de alunos do professor Rodrigo e conhecerão um pouco mais da paixão dele pela profissão que escolheu.

23/04/2013

ATOR JAPONÊS DORME MAIS QUE A CAMA


Vira e mexe a gente vê na TV ou na internet, alguém fazendo reverência em uma coletiva de imprensa. Sempre que vejo alguém ou um grupo de "alguéns" se abaixando diante dos inúmeros flashes e câmeras, eu sempre penso: "o que foi agora que fizeram e estão pedindo desculpas". Lembro de donos de fábricas pedindo desculpas por causa da falsificação da data de validade em seus produtos, de reitores pedindo desculpas porque alunos foram flagrados fumando maconha - sim, isso no Japão é notícia - e até de artista ter sido flagrado bêbado e nu na rua. Mas desta vez o motivo eu nunca poderia imaginar. Aliás, se eu que moro no Japão há anos não poderia imaginar, eu imagino aquelas pessoas que ainda acreditam fielmente que não existe japonês que chega atrasado, aluno japonês que mata aula ou fica dormindo durante a aula e japoneses desonestos.

O ator Yusei Tajima (25), se curvou diante das câmeras para se desculpar pelo fato de estar dormindo na hora em que deveria estar no palco atuando! Isso mesmo! O carinha estava dormindo na maior e o povo lá no teatro esperando a peça começar! Segundo a reportagem, a equipe do teatro ainda tentou ligar para o ator e como o celular parecia estar desligado ou sem bateria, foram até a casa dele e ele, nada (!), continuou amarradão lá zzzzzzzz...

A parte Muito Japão da história - fora o abaixa-abaixa para pedir desculpas - é que o teatro ofereceu ao público que compareceu um voucher de reembolso do valor da peça mais o valor do transporte gasto!!! Outra opção era escolher outra peça para assistir em outro dia mas, mesmo assim, a despesa de transporte poderia ser solicitada junto ao teatro!

PS.: Que fique claro que o ator Yusei Tajima - que vocês vêem na foto abaixo - está com essa cor de cabelo por causa do personagem. A informação inclusive foi dada até na matéria sobre a coletiva de imprensa ( em japonês 役柄のため金髪スタイル).



JAPONÊS・日本語

田島優成すっぽかし公演 観客の交通費負担を決定…異例の措置

俳優の田島優成が、21日に出演予定だった舞台「効率学のススメ」の会場である東京・新国立劇場に姿を見せず、公演中止となった騒動で23日、都内で謝罪会見を行った。また同日、新国立劇場の公式ホームページでは、中止公演に来場した観客に対し、交通費も負担することを発表した。中止公演の交通費負担は極めて異例。

21日の中止公演では、観客が「チケット代金の払い戻し」か「他公演日への振替」を選択する形がとられた。「‐払い戻し」については、当日配布された「チケット代の払い戻しお申し込み書」に注意事項として、「劇場への交通費、チケットご購入時の各種手数料は返金できません。」と記載されていたが、返金されることが発表された。

 また、「振替公演」を選択した観客についても、振替チケットとともに「交通費請求書」が渡されることになるという。どちらも異例の措置。劇場側にとっては、費用の負担だけでなく、付随するさまざまな業務による“人件費”も手痛い出費となる。

 なお、23日午前、緊急会見を開いた田島は、役柄のため金髪スタイル。目を潤ませながら経緯を報告した。説明によると、当日は田島の携帯電話の充電が切れていたため、スタッフは連絡がつかず、午後0時45分ごろに、安否確認のため自宅を訪ねてきたスタッフにも気付くことはなく、寝続けていた‐というもの。公演は午後1時からだったが、田島が目を覚ましたのは、午後2時前だったという。

LISTA DE VOCABULÁRIOS・単語一覧


  • 俳優・haiyuu・ator
  • 出演・shutsuen・atuação
  • 舞台・butai・palco
  • 公演・kouen・apresentação
  • 中止・chuushi・cancelamento
  • 謝罪・shazai・pedido de desculpas
  • 会見・kaiken・coletiva de imprensa
  • 観客・kankyaku・público, espectadores
  • 交通費・koutsuhi・despesa de transporte
  • 異例・irei・atípico
  • チケット代金・chikettodai・valor do ingresso
  • 払い戻し・haraimodoshi・reembolso
  • 選択する・sentaku suru・escolher
  • 配布する・haifu suru・distribuir
  • 劇場・gekijou・teatro (local)
  • 返金・henkin・devolução do dinheiro
  • 費用・hiyou・despesa
  • 緊急・kinkyuu・emergência
  • 役柄・yakugara・papel
  • 金髪・kinpatsu・loiro 
  • 報告する・houkoku suru・comunicar, reportar
  • 説明・setsumei・explicação
  • によると・ni yoruto・de acordo com
  • 携帯電話・keitai denwa・telefone celular
  • 充電が切れていた・juuden ga kireteita・sem bateria
  • 安否確認・anpikakunin・saber se está bem ou não
  • 自宅・jitaku・residência
  • 目を覚ます・me wo samasu・despertar

19/04/2013

O PROFESSOR RODRIGO, EM PORTUGUÊS








Tem circulado na internet a matéria (foto acima) sobre Rodrigo Igi (26), brasileiro - nascido no Brasil e criado no Japão -  que venceu diversas barreiras como bullying e a notícia de uma doença grave, mas que, finalmente, realizou seu grande sonho de se tornar professor em uma escola japonesa. Hoje, a história do Professor Rodrigo é um exemplo, principalmente, entre os jovens da comunidade brasileira no Japão. A matéria foi publicada no jornal KEIZAI SHINBUN・経済新聞 e vira e mexe alguém publica o link. 

E aqui no Muito Japão, você vai acompanhar a história do professor Rodrigo em português claro! Serão três "capítulos" da tradução que fiz da matéria publicada no jornal japonês. Para aqueles que sabe ler japonês, o original estará logo abaixo! Confira!

PORTUGUÊS・ポルトガル語

Professor altamente dedicado, nipo-descendente e uma surpreendente motivação


Fala-se da aceitação da imigração de estrangeiros ao Japão como uma forma de o país nipônico suprir o problema da baixa natalidade e o envelhecimento da população. Mas quantos japoneses já tiveram a experiência de conviver com estrangeiros? A reportagem visitou a província de Aichi, que, junto com Oizumi, na província de Gunma, conhecida como “Brazilian Town”, também acolheu muitos imigrantes.

 Na Escola de Ensino Médio Homi, localizada em Toyota, na província de Aichi, um terço do total de alunos é formado por alunos estrangeiros.O professor Rodrigo Igi (26), carinhosamente chamado de “Rodo Sensei” (Prof. “Ro”), é neto de japoneses e um professor adorado. Nascido no Brasil, Rodrigo tinha apenas 10 anos quando foi trazido pelos pais que vieram como decasséguis à cidade de Toyokawa, na província de Aichi. Rodrigo não sabia absolutamente nada de japonês. Começou do zero e com muito esforço, aprendeu o idioma, se formou em uma faculdade japonesa e se tornou professor.

Mesmo na província de Aichi, com grande concentração de brasileiros descendentes de japoneses, é raro encontrar um professor brasileiro nipo-descendente. “Para um estrangeiro que vive no Japão, o trabalho de professor, não é tarefa fácil. Lembro perfeitamente quando eu tomei esta decisão de seguir em busca deste objetivo”.

Faltavam 2 anos para terminar a escola. Na aula de educação física, onde praticava judô, durante a luta, o colega acertou a mão no nariz, o que provocou um escorrimento de sangue. O sangue não parava de escorrer. Feitos os exames, veio a revelação: leucemia.



Lhe disseram que as chances de vida eram de 50%. Ele comia e vomitava, comia e vomitava e assim sucessivamente sua força física foi diminuindo gradativamente. Ele lutava contra o medo da morte e aguentava dores insuportáveis. Foi quando, certo dia, viu uma notícia na TV. Lutar contra a leucemia era um sofrimento, mas eu não queria desistir.

“O número de suicidas ultrapassa os 30 mil”

Para muitos países, o alto índice de suicídio no Japão é assustador. “O Brasil é um país mais pobre que o Japão, mas o número de suicídas não é tão grande. E por que no Japão que é um país muito mais afortunado do que o Brasil tanta gente dá fim à própria vida? ”

“Tive um sentimento muito próximo à raiva. Como pode haver pessoas que como eu que fazem tudo para sobreviver, enquanto outras tiram a própria vida?”

“Mas agora, já adulto, entendo que para se decidir escolher a morte, há uma circunstância. Mas naquela época, com 16 anos, eu pensava “Morrer assim fácil, nunca, jamais!” e decidi que se eu conseguisse escapar da morte, eu me tornaria professor, e ensinaria aos jovens de amanhã a valorizar a vida e importância de nunca desistir. Acho que superei a doença justamente depois de todo o sofrimento que passei durante uma época da minha vida”.

EM BREVE você confere a segunda parte da história do professor Rodrigo. No segundo capítulo, você vai saber um pouco mais sobre a família de Rodrigo, o que ele passou na escola japonesa enquanto aluno estrangeiro e o quanto se esforçou para mudar a situação. Até lá! 



JAPONÊS・日本語  

熱血教師は日系ブラジル人 その意外な志望動機 
愛知の移民先進地を訪ねて





 少子高齢化問題の解決法として移民の受け入れが語られる。しかし、どれだけの日本人に外国人と軒を接して暮らした経験があるだろう。ブラジル人街で有名な群馬県大泉町などと並び、定住外国人が多い愛知県下の町を、移民受け入れの先進地として取材した。
 愛知県豊田市立保見中学校は全校生徒の3分の1が外国籍だ。「ロド先生」と呼ばれて慕われている教師の伊木ロドリゴさん(26)も日系3世だ。ブラジルで生まれ、10歳のとき、出稼ぎに来た両親に連れられて愛知県豊川市に移り住んだ。ゼロから日本語を苦労して習得し、日本の大学を卒業して教員となった。日系ブラジル人の教師は、同人口が多い愛知県でもめずらしい。
 教師という仕事は外国人にはハードルが高い。それを目指すと決めたときのことをはっきりと覚えている。
 高校1年のときだった。体育の授業で柔道をしていたときに対戦相手の手が鼻に当たって鼻血が出た。その血が止まらない。調べてもらうと、白血病だった。

 生きられる確率は50%と言われた。食べては吐き、食べては吐きを繰り返し、体力が次第に落ちていく。耐え難い痛みに耐え、死の恐怖と闘っていたある日、一つのニュースがテレビから流れてきた。
 「自殺者が3万人を超えました」
日本の自殺率の高さは多くの国からすると異様に映る。「ブラジルは日本より貧しいのに自殺する人は多くない。ブラジルに比べてこんなに豊かな日本なのに、なんでそんなに自らの命を絶つ人が多いんだ」――。
 それは怒りに近い感情だった。死にたくないともがいている自分のような人間がいるのに、自ら命を絶つ人がいるとは。
 大人になった今は、死を選ぶのにも事情があることが理解できる。しかし、16歳だった当時は「簡単に死ぬんじゃない」と思った。もし自分が死から逃れおおせたら、必ず教師になり、未来を担う若者たちに、命の尊さや、諦めないことの大切さを教えようと心に決めた。
 病魔を克服できたのはつらい時期を乗り越えた経験があったからだという。

17/04/2013

COMERCIAL JAPONÊS: "SINCRONIA PERFEITA"

Simples. Mas me amarrei nesse comercial da operadora au (lê-se "ei iu").



Vejam neste outro vídeo, o making-of do comercial...



Para (tentar) entender um pouco do produto,
aqui está outro vídeo, em japonês, com legenda em inglês.

VIDA NOVA. NOVA VIDA.

Com a chegada da primavera no Japão, mais do que "cerejeiras" / "sakura" e afins, a palavra de ordem agora, nessa época do ano, é SHINSEKATSU・新生活, que ao pé da letra quer dizer "VIDA NOVA". Todo ano é isso! No dicionário, "a regra é clara":

これまでの生活から一新した生活のこと。進学、就職、結婚、出産などでライフスタイルが大きく変わり、特に引越しを伴う場合や一人暮らしを始める場合によく使われる言葉。


Em português claro seria algo como: "Uma vida nova, diferente da vida levada até agora. Ingresso à escola, trabalho novo, casamento, nascimento de filho, ou seja, quando seu estilo de vida muda da água para o vinho. A palavra é usada principalmente com relação a mudança de casa ou quando jovens - universitários, principalmente começam a trabalhar fora - começam a morar sozinhos."

E é claro, como em qualquer lugar do mundo, o capitalismo aproveita toda e qualquer oportunidade para fazer as pessoas comprarem. No Japão não é diferente. As lojas abrem os olhos e ficam de olhos abertos  - sem trocadilhos - nos jovens que se formaram e que estão começando realmente uma "vida nova". Muitos deles, recém-formados, irão agora começar a morar sozinhos - alguns, até em outras províncias, diferentes daquela onde vivem - e irão trabalhar na empresa em que foram selecionados.

Por isso, as lojas com "roupas de escritório", ternos, camisas sociais e vestidos sóbrios fazem altas promoções. As lojas de eletrodomésticos também ficam todas serelepes. Muitas fazem promoções estilo "combo". O cliente leva tudo o que precisa para começar uma nova vida e paga um preço bem menor do que se comprasse cada um de uma vez e em lojas diferentes. É geladeira, computador, forninho, ferro, máquina de lavar, tudo junto e misturado!

As imobiliárias também se agitam para atrair esses jovens que estão procurando um lugar para morar sozinhos e que seja barato, prático e perto do trabalho ou da universidade, para aqueles que estão iniciando uma "vida nova" de universitário!

Os cursos de idiomas, de inglês principalmente, também não perdem a chance de incentivar as pessoas a estudar. A recomeçar a vida aprendendo um novo idioma! Vira e mexe aparece algum curso com desconto de mensalidades, matrículas e etc. Já que é para iniciar uma "nova vida", por que não aproveitar para se permitir um upgrade? 

Só sei que tudo é "vida nova", "novo início", "comece sua vida", "dicas para quem vai morar sozinho" e até "seja você mesmo" ou "um novo você recomeça" e por aí vai. Nessa época do ano, é isso que a gente mais vê nas revistas, comerciais da TV, outdoors e em sites na internet. Até o Yahoo Japan! entrou na onda e montou uma página com um ESPECIAL VIDA NOVA ・新生活特集!


Vejam este outro anúncio, da amazon.com, todo "pró-vida nova". O anúncio publicado no site engloba um pouco de tudo o que se resume esta época do ano no Japão: primavera, volta às aulas, entrada na creche, vida nova, mudanças e mais mudanças etc. Por isso, na parte de cima há um link para brinquedos e materiais escolares e logo abaixo, uma televisão e um microondas (e água mineral!). Há também um link para artigos como eletrodomésticos, móveis, utensílios de cozinha e tudo o que você precisa para começar a sua vida agora!


Maneiro foi que encontrei sem querer no site do amazon, a versão "Vida Nova"・新生活 até para o jogo "Coleção de Amigos" da Nintendo! Deve ser para as pessoas aprenderem como se relacionar socialmente umas com as outras. Essa talvez, para muitas delas, seja a hora de começar a aprender!

Enfim, o que vocês já devem ter percebido é que nesta época do ano muita gente aproveita para se mudar, comprar coisas novas, mudar a decoração da casa etc. Renovar é preciso! E esta é uma ótima oportunidade! Fica então a dica para quem chegou agora no Japão ou para quem pretende morar algum dia!

16/04/2013

CONCURSO DE MANGÁ: INSCRIÇÕES ABERTAS !


A partir do dia 15 de abril, estarão sendo recebidas inscrições para o 7º Prêmio Internacional de Mangá. Instruções sobre como efetuar as inscrições (em anexo) e os formulários de inscrição estarão disponíveis no website do Ministério dos Negócios Estrangeiros do Japão (http://www.manga-award.jp/en/award_7th.html).

1. O Prêmio Internacional de Mangá foi estabelecido visando a divulgação da cultura pop japonesa e para auxiliar na promoção do entendimento sobre o Japão. O prêmio foi criado como reconhecimento aos artistas de mangá, os quais têm contribuído para o fomento dessa expressão cultural em nível mundial. Essa será a sétima premiação, e a decisão em realizá-la foi oficializada pelo Sr. Fumio Kishida, Ministro do Negócios Estrangeiros do Japão, do 7º Comitê Executivo do Prêmio Internacional de Mangá.

2. O Prêmio de Ouro do 7º Prêmio Internacional de Mangá será entregue ao melhor mangá dentre todos os inscritos e, ainda, três outros trabalhos que se destacarem receberão o Prêmio de Prata. Além disso, a Fundação Japão convidará os premiados a visitarem o Japão para a cerimônia de premiação. Os vencedores também se encontrarão com os artistas de mangá japoneses e visitarão editoras do segmento.

Referências:
Informação do 1º ao 6º Prêmio Internacional de Mangá 
http://www.manga-award.jp


7º Prêmio Internacional de Mangá
Instruções para inscrição


1. Propósito
Promover o mangá mundialmente.

2. Requisitos para a inscrição
(1) Os trabalhos de mangá (24 páginas ou mais) devem ser produzidos fora do Japão. Tanto os trabalhos publicados como os não-publicados serão elegíveis, excetuando-se os trabalhos já apresentados nas premiações passadas.
(2) Os trabalhos de mangá devem ter sido produzidos há até três anos.
(3) Os trabalhos devem ser enviados em formato impresso.
(4) Empresas de publicação de outros países poderão se inscrever para participar do 7º Prêmio Internacional de Mangá somente se confirmarem que os autores consentem que seus trabalhos sejam submetidos.
(5) Apenas um trabalho pode ser enviado por pessoa.
Apenas um trabalho será aceito por título (ou série).
No caso de inscrição de uma coleção de histórias curtas, somente uma história poderá ser inscrita.
Apenas uma inscrição por trabalho será aceita. Inscrições subsequentes serão consideradas inválidas.


3. Como se inscrever
(1) Período de inscrição
15 de abril de 2013 – 31 de maio de 2013 (a inscrição deve chegar ao Japão até o dia 31 de maio de 2013)
Inscrições devem ser enviadas para quaisquer dos destinatários abaixo:
i) P.O. Box MBE 715
The Seventh International MANGA Award Executive Committee,
Yanagiya Taiyo Building 1F, 4-3-16 Nihombashi Muromachi, Chuo-ku,
Tokyo 103-0022, JAPAN

ii) Embaixada ou consulados-gerais do Japão (Verificar os endereços no websitehttp://www.br.emb-japan.go.jp/enderecos_uteis.html)
(2) Duas cópias dos trabalhos devem ser enviadas. (Cópias adicionais poderão ser solicitadas para trabalhos que receberem premiação).
(3) Por favor, verifique se o formulário de inscrição, preenchido em inglês ou japonês, está anexado aos trabalhos. (http://www.manga-award.jp/7th_form/7thManga_ApplicationForm_E.pdf)

4. Devolução dos trabalhos
Os trabalhos enviados não serão devolvidos aos participantes. Contudo, se os trabalhos ainda não tiverem sido publicados, o original deve permanecer com o autor. Os trabalhos enviados serão doados às organizações públicas, para o seu uso apropriado.

5. Seleção
O Comitê de Avaliação do 7º Prêmio Internacional de Mangá se encarregará dos procedimentos de seleção.

6. Prêmio
(1) O Prêmio de Ouro do 7º Prêmio Internacional de Mangá será dado ao melhor mangá e, aproximadamente, três outros trabalhos de destaque receberão o Prêmio de Prata.
(2) Os vencedores serão convidados ao Japão durante 10 dias como prêmio complementar à cerimônia de premiação.

7. Cerimônia de Premiação
A cerimônia de premiação será realizada em Tóquio, em janeiro de 2014.

( INFELIZMENTE! ) SOMENTE PARA OS DESCENDENTES DE JAPONESES

Sim, é lamentável que uma instituição como a JICA ofereça - ainda hoje em dia - bolsas de estudos com o pré-requisito de ser descendente de japoneses (assim mesmo, para esta bolsa, até terceira geração!). Mas ao mesmo tempo, não acho que os próprios descendentes de japoneses, e principalmente, os leitores do Muito Japão, tenham culpa no cartório. Portanto, aí vai o aviso de bolsa de estudos com inscrições abertas! Lamento aos outros leitores e possíveis candidatos que falam, leiam e escreva japonês e se dedicam ao máxio ao estudo, aprendizado e muitos ao ensino da língua japonesa e que, infelizmente, não podem se candidatar a esta bolsa. Bom, segue o link logo a seguir. Lembrando que uma vez que eles retire a página do ar, o link automaticamente ficará inacessível. Para acessar a página da JICA co os detalhes da inscrição, clique no logo da JICA. Boa Sorte!

03/04/2013

DoNaDa: ORIGAMI DO PIKACHU

Achei maneirinho este origami do pikachu ! Para quem gosta do personagem e tem habilidade para dobraduras, e só mandar ver! Abre parêntese: para quem não sabe, a palavra origami (折り紙) - que se lê "oriGAmi" e não "oriGÃmi" - é formada pelas palavras "ori" do verbo "orimasu" (折ります) que em japonês quer dizer "dobrar", mais a palavra "gami", derivada de "kami" (紙) que quer dizer "papel"!  Pronto! Agora você vai dormir bem melhor com esta informação! (rs).  

DoNaDa : DESCANSO PARA GUARDA-CHUVA

Vejam que maneirinho! É um descanso para guarda-chuvas instalado no balcão onde ficam as máquinas para comprar bilhetes do metrô, em Tóquio! Esse é o tipo de coisa que a gente olha e pensa "Nossa! Japonês pensa em tudo!". Mas eu vou mais além. Eu fico admirado com a preocupação para com o cliente e o detalhe, simples para quem vê, mas extremamente necessário para quem está com um guarda-chuva na mão e precisa colocá-lo no balcão para comprar o tíquete do metrô sem deixá-lo escorregar! A gente vê outros descansos deste tipo nos caixas eletrônicos também! Acho muito maneiro! 傘かけ・KASAKAKE é o nome para este artefato! reparem no ideograma de guarda-chuva (傘), para quem não conhece. Não parece mesmo um guarda-chuva aberto?

日本語簡単解説

傘かけ。初めて秋葉原駅の切符売り場のカウンターで見た時はまだラベルが貼ってなかったのでなんだろうなと思った。そして、貼られる前でも、雨が降ってきて傘を持ち歩いている人が多かったので、すぐにその一見怪しげに見えた物の使い道がわかった。凄いな~!と驚いたばっかり。そういうものを見る度に、私たち外国人は日本人がよくものを作るな~!よくものを発見するな~!とかを考えさせられる。でも、それだけじゃない。何と言っても、他人に対しての配慮が凄い!最初は必要ないと言われそうなものでもよく実現するなって。そういう日本人の面に脱帽!

PROPAGANDA・広告