28/03/2014

NIPO-PAPA-FILAS

"Imigração do Aeroporto de Narita, estuda formas de reduzir o tempo de espera dos estrangeiros na fila para conferir os passaportes". Detalhe: a medida foi pensada considerando o grande número de estrangeiros que visitarão o país em 2020, para as Olimpíadas de Tóquio! Essa preocupação para com o cliente é algo de tirar o chapéu no Japão realmente. Acho que já falei sobre isso aqui, mas sempre gosto de comentar que muitas vezes, no Japão, a gente está na fila, e um caixa ao lado, que a princípio estaria fechado, é aberto assim que se forma uma pequena fila. Isso é muito comum nas lojas de conveniência, ou seja, você pega o que quer comprar, vai para o caixa e quando chega, descobre que você é o segundo ou o terceiro da fila. Nesse momento "brota" um outro funcionário no balcão, no caixa ao lado e abre o caixa para atender o primeiro da fila que está esperando. Impressionante mesmo!

20/03/2014

COMERCIAL JAPONÊS: O NOVO XPERIA! MAIS FINO DO MUNDO!

Não. Este comercial japonês não tem nada de estranho, bizarro, infantil ou patético. É apenas para a galera que curte ver os lançamentos de celulares do Japão e porque achei o anúncio, well, maneirinho. Este é o novo XPERIA Z ULTRA. Segundo eles, com o mais fino do mundo! 


GINÁSTICA PARA TODOS, SEMPRE!

Esqueça aqueles programas norteamericanos de ginásticas com mulheres gostosas, peitudas e com maiôs ultracavados quase nas axilas, em companhia de fortões bronzeados, todos obedecendo aos "Up! And down" da professora loiraça e com sorriso forçado, em pleno cenário paradisíaco! Esqueça! A ginástica no Japão segue oooooutro estilo, compleeeeetamente diferente. Digo estilo porque além do cenário ser quase o mesmo sempre, nunca vi diferença alguma nos programas de ginástica transmitidos pela rede estatal NHK. O programa é transmitido di-a-ri-a-men-te em vários horários e com reapresentações. Mas sempre a mesma música e sempre os mesmos movimentos. Sempre! OK, pode aparecer alguém que diga que há outras sequências de exercício ou muda a iluminação do cenário ou o modelito das moças, mas eu confesso que de todas as 444 vezes que vi este programa, as meninas-robô faziam sempre a mesmíssima sequência. Meninas? Robô? Ah sim! Digo isso porque elas parecem robôs programados para realizar aquela sequência de exercícios. Ironia à parte, a sincronia das meninas, até mesmo para um programa de ginástica, é impressionante! Tenho minhas dúvidas se eleas próprias conseguem relaxar...Muito Japão! Veja você mesmo um dos programas de ginástica que passa sempre na TV japonesa. Isso desde 1999!

 

Achei até um vídeo com uma pianista tocando a música "batida" do programa. Se você é pianista, pode incluir a música no seu repertório que vai dar o que falar entre os japoneses que forem ao seu recital. Com certeza TODOS irão reconhecer!!

18/03/2014

PANASONIC PATROCINA HOMEM COM H

Não. Não me considero uma pessoa careta, de pensamento arcaico, antiquado e muito menos preconceituoso. Acho até que higiene e vaidade independem do sexo masculino ou feminino. Sei também que de certa forma, nós brasileiros somos muito mais preconceituosos do que muitos outros povos (e menos do que outros, OK!) e muito mais do que muitos povos, inclusive os japoneses, acreditam que somos. 

Além disso, como muitos já sabem, não sou a favor de comparações generalizadas entre países, como as do tipo qual país é mais aquilo ou menos aquilo outro do que determinado país. Mas, cá entre nós, sejamos sinceros! Ver uma propaganda de produtos única e exclusivamente masculinos para fazer as sobrancelhas ou raspar as axilas, não deixa de ser no mínimo... diferente, não?! Nada mais que isso! Confesso que é apenas, meu lado "brasileiro" e "preconceituoso" que falou mais alto e achei bem curioso. Mas mais do que isso, achei muitíssimo interessante "a Panasonic" tratar o "assunto" tão abertamente e com tanta naturalidade... 


Informações detalhadas sobre os produtos em questão e seus respectivos usos, estão disponíveis no site da Panasonic Japan. Aliás, mesmo você que não entende o idioma japonês completamente ou quase nada ou nada, vale a pena dar uma visita para ver a complexidade e a riqueza de informações sobre cada produto que a Panasonic disponibiliza. Mesmo um cortador de pêlos de nariz, parece mais uma peça de alguma obra robótica!  Para acessar o site oficial deste e de outros produtos, clique AQUI !

POKEMON NA TORCIDA PELA SELEÇÃO JAPONESA NA COPA DO MUNDO

Muita gente se espantou quando viu esta notícia: 

"O Japão terá uma torcida especial na Copa do Mundo de 2014: os monstrinhos do desenho Pokémon. A Adidas, fornecedora de material esportivo da seleção, fechou uma parceria com a Pokémon Company para que eles sejam os mascotes oficiais do time japonês durante o Mundial, que se inicia em 12 de junho". Bom, quem conhece a cultura japonesa e, principalmente quem vive no Japão, deve saber o quanto o país adora um mascote! 

Se até a polícia japonesa tem um mascote gracioso! Isso mesmo! A po-lí-ci-a tem seu mascote "bonitinho", "fofinho" (foto ao lado) e que dependendo do local, fica exposto até na própria delegacia! Aliás, no site da polícia, ele também está! Veja você mesmo AQUI! Conhecido como Piipo Kun, o mascote tem como objetivo aproximar a polícia da população infantil. Tudo bem. Totalmente politicamente correto e particularmente, nada contra. Mas sempre, mesmo que involuntariamente, eu na mesma hora que vejo o mascote da polícia, me reporto ao Brasil e rio só de pensar o quão bizarro seria, a polícia brasileira ter um mascote bonitinho que nem esse. Sou mais a caveira do BOPE! (rs) 

QUEM QUER VIAJAR?

Viajar parece uma coisa que japonês adora. Bom, quem não gosta não é mesmo? Mas o que mais me chama a atenção no Japão é essa facilidade que eles têm de viajar. Lembro que na época em que eu era estudante intercambista em uma universidade de Osaka, achei o máximo e ao mesmo tempo curioso o fato de dentro da universidade, bem dentro da papelaria da faculdade que eu frequentava, havia simplesmente uma agência de turismo própria para os alunos! Aquilo sim foi bem impactante! O pior era ver que sempre tinha uns universitários em dupla, em grupo que fosse, consultando o preço ou mesmo fazendo reserva de viagens. Isso sem mencionar que era viagens internacionais! Eu mesmo fui para China e para a Coreia desse jeito...

Mesmo fora da universidade, essa tentação de viajar está sempre no dia a dia dos japoneses. Primeiro que é fácil encontrar uma agência de viagem. Depois, na frente dessas agências, tem sempre um porta-panfletos repleeeeeto de panfletos de viagens de todo tipo! Tem desde viagens ao exterior, Egito, China, Brasil (foto ao lado), até viagens nacionais de ônibus e de apenas 1 dia! Tudo isso com informações detalhadíssimas nesses panfletos. Aliás eu ficava tonto com tanta tabela que tem nesses panfletos! É possível saber quanto irá pagar mais ou menos dependendo de quando vai partir e dependendo do número de pessoas. Saber o que está incluído no preço, o que está programado, que horas você voltará para o ponto de partida etc etc etc. Só falta dizer qual é o nome do guia turístico para cada dia! É realmente impressionante a organização! Mas vou confessar que tabelas e mais tabelas, muitas vezes me assustavam. Eu sou daqueles que prefere entrar em uma agência de viagens, ficar cara a cara com um agente e fazer as perguntas que eu quiser, pedir para calcular e reservar e pronto.

Mas a verdade é que esses panfletos espalhados por toda parte no Japão chegam até a tentar a gente a ir a lugares que a gente nem cogitava em ir, mas vendo aquele panfleto todo dia, fotos coloridas etc, a gente acaba caindo em tentação. A gente é é modo de dizer porque sem dinheiro não tem como mesmo, mas não duvido nada que deva ter muita gente que se coça para ir só porque leu no panfleto no caminho do trabalho para a casa, por exemplo!



07/03/2014

COMERCIAL JAPONÊS: ESTRELANDO, GEORGE CLOONEY

Imaginem o quanto não deve ter sido pago de cachê ao astro George Clooney que voltou a fazer comercial no Japão depois de longos 30 anos e disse apenas "ah que gostoso" em japonês! Veja aqui o comercial da cerveja da Kirin e, em seguida, um video com uma breve entrevista do ator hollywoodiano contando sobre os bastidores da filmagem no Japão.



ENTREVISTA

APOIO AOS ESTRANGEIROS

Achei muito interessante essa matéria que li hoje no jornal Asahi, um dos mais conhecidos jornais do Japão. A matéria fala da iniciativa de uma escola que abriu turmas especiais para ensinar japonês a crianças estrangeiras que estão matriculadas em escolas japonesas porém não dominam o idioma local.  Quando li a manchete, suspeitei logo que falaria algo sobre brasileiro. Não deu outra! A escola mencionada no artigo, da cidade de  Isesaki é apenas uma das inúmeras escolas no Japão que se preocupam com os alunos estrangeiros matriculados na escola, e que, na maioria das vezes, não são escolas internacionais, o que nos leva a crer que, em tese, não teriam a menor obrigação de se preocupar com o entendimento ou não do idioma por parte dos alunos de nacionalidades estrangeiras da escola. Porém, essa é uma característica que eu sempre admirei em algumas escolas do Japão.

Desculpem, mas por falta de tempo mesmo, não terei como traduzir linha por linha, mas, para quem não compreende japonês, posso dar uma breve explicação sobre o que se está falando no artigo do jornal. No primeiro parágrafo eles apresentam a escola Hirose que fica na cidade de Isesaki, província de Gunma - uma das maiores concentrações de brasileiros no Japão - e que oferece ajuda às ciranças estrangeiras matriculadas na escola mas que não dominam japonês. As aulas de apoio são ministradas por 3 professores da casa que contam ainda com auxiliares que dão suporte aos professores nos idiomas português, espanhol e vietnamita. 

Já no segundo parágrafo eles falam de uma das alunas que frequentam a aula de apoio de japonês, a brasileira Lívia Araki, que está na segunda série. Segundo a matéria, ela usa como material da aula, um livro da aula de japonês do primeiro ano. O título do texto é "Os Filhotes dos Animais". O texto diz "O leão é o rei dos animais". No texto fala que cada vez que o professor Osawa elogia a leitura de Lívia ela abre um sorriso. Ainda segundo o texto, ela diz que vai ler 10 vezes em casa, e o professor Osawa diz que se ela ler 10 vezes mesmo, ele vai dar "certo" 10 vezes também.

O terceiro e último parágrafo começa falando da brasileira, que veio transferida de outra escola de ensino fundamental, mas que como era a primeira vez que ela entrava em uma escola japonesa, ela não compreendia japonês muito bem. Por isso, nas aulas de japonês e de estudos sociais, ela e outras crianças era enviadas a estas aulas de apoio de japonês. Por fim o artigo destaca que há na escola 653 crianças, sendo 125 com raízes estrangeiras e dentre estas, 41 frequentam as aulas de japonês.


JAPONÊS・日本語

外国人児童への指導法模索 群馬・伊勢崎の小学校


伊勢崎市立広瀬小学校の2階には「日本語教室」がある。外国で生まれて来日した児童や、両親が外国籍の児童ら外国にルーツがある児童たちが、基礎的な日本語を習得しながら教科を学ぶ場だ。専従の教諭3人に加え、ポルトガル語、スペイン語、ベトナム語が母語の「外国籍児童生徒学校生活適応指導助手」の3人が交代で、ほぼマンツーマンで児童に接している。
 「よく読めたね!」。大沢成基教諭(52)がほめると、ブラジル国籍のアラキ・リビアさん(2年)はにっこりした。教材は1年生用の国語。題は「どうぶつの赤ちゃん」。「ライオンは動物の王様!」「家で10回読む。夜になっちゃうかな」。アラキさんが話すたびに、大沢教諭は丁寧に答える。「10回読んだら、丸を10個書きますね」。アラキさんは満面の笑みでうなずいた。
 約1年前に同小に編入してきた。日本の学校に通ったことはなく、日本語もほとんどわからなかった。アラキさんのような児童は、理解が難しい国語や社会の授業になると、クラスを離れて日本語教室にやってくる。全校児童653人のうち125人が外国につながりがあり、うち41人が日本語教室で学んでいる。
VOCABULÁRIO・語彙一覧
  • 伊勢崎・isesaki・Isesaki
  • 広瀬・hirose・Hirose
  • 小学校の・shougakkou・escola de ensino fundamental
  • 2階・ni kai ・segundo andar
  • 「日本語教室」・nihongo kyoushitsu・aula de japonês
  • 来日する・rainichi suru・vir ao Japão
  • 児童・jidou・crianças
  • 両親・ryoushin・pais
  • 外国籍・gaikokuseki・nacionalidade estrangeira
  • 基礎的な日本語・kisoteki na nihongo・japonês básico
  • 習得する・shuutoku suru・aprender
  • 専従の・senjuu・exclusivo
  • 教諭・kyouyu・professor
  • 母語・bogo・língua-mãe
  • 交代で・koutai de・revesamento
  • マンツーマン・mantsuuman・(aula) particular
  • ブラジル国籍・burajiru kokuseki・nacionalidade brasileira
  • 教材・kyouzai・material didático
  • 赤ちゃん・akachan・neném, filhote
  • ライオン・raion・leão
  • 動物・doubutsu・animal, bicho
  • 王様・ousama・rei
  • 10回・juukai・10 vezes
  • 読む・yomu・ler
  • 満面の笑み・manmen no emi・sorriso de ponta a ponta
  • 編入する・hennyu suru・transferir (de escola)
  • 学校に通う・gakkou ni kayou・frequentar a escola
  • 全校児童・zenkou jidou・total de crianças da escola