13/11/2016

GENTE MUITO JAPÃO DE PRIMEIRA VIAGEM ! 人生初来日経験報告!

Viajar para o Japão. Este é seu sonho? Saiba que você não está sozinho! Muitos brasileiros assim como você, sempre gostaram do Japão, adoram tudo que vem do país do sol nascente e se pudessem iriam para o outro lado do mundo ONTEM! Você é assim? A Joyce também era! Hoje, nesta Entrevista Exclusiva, vamos conhecer a brasileira Joyce Pinto. Atualmente trabalha como professora de inglês, mas já estudou japonês porque seu sonho sempre foi conhecer um dia o Japão e ver tudo com seus próprios olhos. Joyce chegou em 2014 a publicar em seu facebook o seguinte post:

"Japão...UM DIA!"


Mal sabia ela que alguns anos depois tudo se tornaria verdade. Mentira! Ela mesma, no fundo, sabia que este dia estava cada dia mais próximo! Em 2016, finalmente Joyce estava lá, no Japão, vendo e vivenciando tudo que estava apenas nas fotos e no seu imaginário. Nesta entrevista, ela nos conta como foi essa sensação e um pouco de tudo que viu por lá! Com vocês, Joyce Pinto Pássaro!




A sensação de realizar um sonho, 
poder estar ali e ver tudo 
que sempre vi na TV ou em fotos, 
é maravilhosa


ENTREVISTA


Primeiro, de cara, por que Japão? 

Sempre fui fascinada por quase tudo relacionado ao Japão (menos a comida) Não sei explicar da onde vem essa paixão pelo país, língua e cultura. Só sei que desde pequena sempre fui assim. Acho que são coisas de vidas passadas...


Quando foi?

Este ano, 2016. Fui no fim de julho e voltei em meados de agosto.

Ficou quanto tempo?

Fiquei 11 dias.

Foi por conta própria? Com quem?

Minha mãe foi comigo nesse sonho que sempre tive de conhecer o Japão. Fomos de excursão por 5 dias e o restante da viagem ficamos por conta própria em Tóquio. A excursão é organizada por uma empresa chamada Mikatour que nos foi arrumada pela agência RCA do Brasil. Em Tóquio, ficamos 5 dias em hotel que pesquisamos pela internet.



Onde visitou?

Começamos por Osaka, depois Hakone, Kyoto e Tóquio. Visitamos os principais pontos turísticos de cada lugar e em Tóquio pudemos visitar vários bairros conhecidos e recomendados, como Shibuya, Ginza, Harajuku entre vários outros lugares. Ficamos hospedados em Kabukicho, em Tóquio e pelo que percebi, ali é o fervo da noite para muitos japoneses. Muitos restaurantes, cinema, lojas e lugares de entretenimento para os japoneses. A noite ficava lotadoooo.

Osaka

Nara

Tóquio



Como se sentiu ao pisar no Japão pela primeira vez?

It was a dream coming true. A sensação de realizar um sonho, poder estar ali e ver tudo que sempre vi na TV ou em fotos, é maravilhosa. Um mistura de felicidade, ansiedade e cansaço (viagem looonga: P). Posso dizer que o Japão é meu lugar favorito de todos que já visitei em disparado.


O que mais me impressionou
 foi que mesmo
 não havendo as latas, 
as ruas são limpíssimas. 


O que mais te impressionou?

O que mais me impressionou foi a educação e cordialidade de todos em qualquer lugar que passei por lá. Você pede ajuda ou uma informação e eles prontamente tentam te ajudar, mesmo quando não falam muito o inglês. Por 2 vezes, saíram do lugar que estavam para me levar aonde precisava ir. Outra coisa: o fato de terem tantas máquinas de bebida pela rua e tudo ficar arrumado e respeitado. O respeito no metrô. A limpeza e a organização da cidade também me deixaram  fascinada.

Tóquio - Ginza


Cometeu alguma gafe?

Acho que não. Já sabia de algumas coisas, outras fomos vendo pela internet enquanto estudávamos os lugares e a nossa guia também ia nos contando cada detalhe da cidade ou de como deveríamos nos comportar em algum lugar mais diferente.


 Sei que não há perfeição. 
Vivi tudo como turista, 
mas para mim bastou 
para me apaixonar ainda mais.


Viu algo diferente do que imaginava?

Algo que nunca soube e só depois da guia nos falar que fui prestar atenção foi o não ter latas de lixo em lugares públicos. Ela nos explicou que devido a um atentado que houve quando colocaram uma bomba em uma lixeira, eles resolveram  tirar as latas desses lugares para evitar qualquer outro tipo de ataque. E o que mais me impressionou foi que mesmo não havendo as latas, as ruas são limpíssimas. Ela nos disse que todos costumam guardar os lixinhos numa sacola na bolsa e só em casa se joga fora.

Outra situação que achei legal foi o fato de não darem guardanapos em restaurantes, mas sim  uma espécie de toalhinha (muitas vezes morna) para limpar as mãos antes das refeições.

Algo te surpreendeu positivamente?
 
Tudo. Tudo que sempre imaginei é ainda melhor ao vivo. Um povo e um país que aos olhos de um turista parece perfeito. Sei que não há perfeição. Sei também que vi e vivi tudo como turista, mas para mim bastou para me apaixonar ainda mais.

Algo te surpreendeu negativamente?

Não. Apesar de não gostar da comida japonesa, que seria meu único problema, temos várias outras opções.

Fala japonês? Conseguiu usar?

Estudei anos e anos de Japonês, mas estou parada, sem nenhum tipo de contato há mais de 10 anos e como toda língua, a prática e o contato são essenciais. Consigo ler ainda algumas coisas, mas não lembro muito dos significados. 

Tóquio - Torre de Tóquio

Tóquio - Asakusa

Sua visão com relação ao Japão mudou? Como?

Não. Sempre admirei os costumes e culturas e agora ainda mais.



Que conselho daria a outro brasileiro de primeira viagem?
    
Vá com tempo para passear e desfrutar de cada lugar, pois cada lugar é mais maravilhoso do que o outro. Procure na internet vídeos e depoimentos de pessoas que já foram para saber um pouco mais da cultura e não cometer gafes. Se não sabe inglês e nem japonês, estude uma das duas línguas, pois sem nenhuma, vai ficar bem difícil, ainda mais indo sem excursão. Ah! Leve uma quantidade razoável de dinheiro, pois as coisas não são tão baratas como pensamos e vi muitos vídeos dizendo que mulheres não comprariam muita roupa porque nada caberia na gente. Mentira! Tudo cabe e gastei horrores (risos).

MAIS FOTOS!






Quer mais dica? 
A Joyce deu uma entrevista recentemente ao jornal EXTRA. Confira AQUI!




Nenhum comentário:

Postar um comentário