25/02/2016

子供何人買った?・COMPROU QUANTAS CRIANÇAS?

Hoje lendo o G1 vi uma notícia que vinha de Santa Catarina. Professoras de uma creche inventaram um "trenzinho" para levar as crianças para passear. Achei até engraçadinho. Vejam a foto!


Mas na hora, me lembrei dos carrinhos de "transportar" ou melhor, levar criancinhas para passear. Vira e mexe a gente vê na rua do Japão, as tias todas preocupadas em atravessar o sinal empurrando os carrinhos cheios de mininipocriancinhas. É maneirinho. Lembro que a primeira vez que eu vi, o carrinho parecia meio que de depósito, sei lá. Eu fiquei olhando direto. Realmente parecia que as tias tinham ido em um mercado "comprar" criancinhas....rs. Mas o que no Brasil parece ser uma novidade, no Japão já tem há muito tempo. Mas achei até confortável a versão do Brasil...rs. 


No Japão esses carrinhos de transportar mininipocriancinhas chama-se お散歩カー・osanpo kaa, ou seja, "carro para passear". 

21/02/2016

日本上映中・EM CARTAZ NO JAPÃO

Com o título original The Martian no Japão, o filme Perdido em Marte ganhou o título de "Odisséia", que em japonês se diz: オデッセイ・ODESSEI. O filme está em cartaz no Japão desde o dia 5 de fevereiro.

Vejamos o trailler do filme com legenda em japonês!
予告編をご覧いただきましょう!


Selecionamos duas falas para aprender um pouco mais de japonês!


O verbo é 生きる・IKIRU que significa "viver", aqui conjugado na forma de gerúndio mas com significado de particípio, ou seja, não significa que ele "está vivendo" mas sim que ele "está vivo". Outro detalhe é que como se trata de uma reprodução da fala coloquial, se reparar bem, seja gerúndio ou particípio, está faltando algo. Sim! O correto seria 生きているよ. Mas como está escrito da maneira que se fala normalmente, o "i" não aparece! 


O verbo aqui é 死ぬ・SHINU, "morrer", na forma que expressa "vontade" ou seja "querer morrer" 死にたい・SHINITAI, e ainda por cima, na negativa 死にたくない・SHINITAKUNAI. Portanto ele está simplesmente dizendo "Não quero morrer aqui".

MUITO JAPÃO EM FOTOS

A leitora Nilza Matz, brasileira, de São Paulo e residente em Tóquio, nos enviou esta foto Muito Japão! Uma vitrine de uma loja de departamentos na capital japonesa.

FOTO: Nilza Matz

日本人の平均睡眠時間・MÉDIA DE HORAS DE SONO DOS JAPONESES

A NHK, canal estatal de TV no Japão, realiza a cada 5 anos uma pesquisa sobre os hábitos japoneses, entre eles, as horas de sono, duração de trabalho e até afazeres domésticos, entre outros. Na semana passada foi divulgado o resultado da última pesquisa feita em outubro do ano passado. Japoneses maiores de 10 anos foram escolhidos aleatoriamente e 62%, o que equivale a 7.882 pessoas responderam a pesquisa. Vejamos o resultado que mostra o quanto os japoneses estão dormindo.

Foi constatado que os japoneses, em geral, dormem cerca de 7h15min por dia, em dias de trabalho ou escola. O número mostra que com o passar dos anos, o tempo de sono dos japoneses é cada vez menor. Em contrapartida, se comparado com 5 anos atrás, é cada vez maior o número de pessoas que lá pelas 22h já estão na cama. Também é maior o número de pessoas que acordam 6h15 da manhã. Segundo a pesquisa cerca de 50% das pessoas levantam neste horário. Na pesquisa anterior, 50% dos entrevistados levantavam por volta das 6h30 da manhã. 

単語リスト
  • 日本人・nihonjin・japoneses
  • 平均・heikin・média
  • 睡眠時間・suimin jikan・horas de sono
  • 減少・genshou・diminuição
  • 傾向・keikou・tendência
  • 平日・heijitsu・dia de semana

JAPONÊS MANEIRO

Para quem não sabe, eu tenho o enorme prazer de assinar uma coluna fixa na revista ALTERNATIVA, revista esta publicada no Japão em português para a comunidade brasileira e distribuída em todo o país nipônico. Na coluna, chamada Japonês Maneiro, eu dou dicas e falo de curiosidades da língua japonesa de um modo de vista bem brasileiro e mostrando, claro, o que de maneiro tem o idioma japonês. Veja agora um dos textos já publicadas no Japão.

É sereia ou boneca?
人魚か人形?



As flexões em japonês não são nada difíceis, mas tem muita gente que torce o nariz quando ouve alguma e acha até que está errado. Por exemplo, a frase denwa wo shite mitai desu (quero tentar da uma ligada). Se mitai termina com i, terá a mesma flexão de um adjetivo i, lembra? Samui (está frio), samukunai (não está frio), samukatta (estava frio), samukunakatta (não estava frio) desu. Vamos então conjugar  a expressão te mitai desu.  Fica mais ou menos assim: denwa wo shite mitai desu, denwa wo shite mitakunai desu, denwa wo shite mitakatta desu, denwa wo shite mitakunakatta desu. Viu como é simples?

Não confunda te mitai desu, que significa “tentar fazer alguma coisa (o verbo)” com mitai desu com o sentido de “ser parecido”, “ser como”. Vejamos alguns exemplos: Parece criança! Parece uma boneca! Em japonês, ambas pode ser ditas com a expressão mitai desu. Logo, ficam assim: kodomo mitai desu e ningyou mitai desu. Aliás aqui cabe um alerta! Atenção para a pronúncia de “boneca”! A palavra ningyou tem prolongamento do gyou, ou seja, o correto é “esticar” o “o”, ningyooo. Pois se você diz, ningyo, com a letra “o” curta, sem prolongamento, a palavra “boneca”, vira “sereia”. E já que estamos falando de pronúncia, gostaria de lembrar que a alergia ao pólen, muito comum no Japão, se chama kafunshoou, com prolongamento no shou, ou seja, a pronúncia correta é kafunshoo. O sufixo shoo é muito usado em nome de doenças.

Outra coisa fácil de confundir é mina san com minna san.  O correto é mina san ou mina sama, se quiser ser mais formal. Para ser menos formal, totalmente informal, basta dizer minna. Não existe minna san e nem minna sama. Ah sim,, mina san ou minna, quer dizer “todos”.

Grave estas duas palavras: heijitsu e shuumatsu, que em português claro seria: “dia de semana” e “fim de semana”. É bom saber estas palavras porque no Japão há muitas promoções que servem somente nos dias de semana, por exemplo. Você pode ver algo como: heijitsu gentei, ou seja, algo que seria exclusivo para dias de semana. Você também verá muito nas placas que informam os horários de funcionamento de um determinado estabelecimento comercial. Vale lembrar que a palavra shuumatsu pode aparecer simplesmente assim: donichi, e quer dizer literalmente “sábado e domingo”.
Para terminar uma expressão, uma expressão idiomática: ashi wo hakobu. Se traduzido ao pé da letra seria algo como “carregar os pés”. Mas seu significado é nada mais do que o mesmo que iku ou ikimasu, ou seja, verbo ir. Por exemplo: dokushin jidai, yoku ashi wo hakobimashita (Eu ia muito lá na época de solteiro). 



単語リスト
  • 電話・denwa・telefone
  • 寒い・samui・frio
  • 人形・ningyou・boneca
  • 人魚・ningyo・sereia
  • 平日・heijitsu・dia de semana
  • 週末・shuumatsu・fim de semana
  • 土日・donichi・sábado e domingo
  • 運ぶ・hakobu・carregar, levar, transportar




ENTREVISTA EXCLUSIVA・独占インタビュー

大変お待たせ致しました!Desculpem a demora! Mas o Muito Japão hoje tem a honra de trazer uma ENTREVISTA EXCLUSIVA com a cantora japonesa Mako Brasil. A cantora Mako já havia colaborado com o nosso blog quando participou de uma entrevista para o Gente Muito Japão! Se não viu, clique AQUI. Mako agora está lançando o seu segundo CD, e desta vez com mais brasilidade, ritmo mas, sem perder a essência nipônica que ela traz em tudo que faz. Com vocês, Mako Brasil!




ENTREVISTA

1.    Você é japonesa, natural de Kobe. Como começou sua paixão pela música brasileira?
Na verdade, no começo, eu não tinha nenhum interesse pela música brasileira. Meu interesse era simplesmente cantar. Ainda no Japão, eu arrumei um trabalho em uma banda que tocava bossa nova e comecei a me apresentar com eles. Mais tarde, descobri o samba e, finalmente, fiquei apaixonada pela música brasileira, pelo samba na voz da cantora Clara Nunes.

2.    Há quanto tempo você vive no Brasil? O que mudou na sua carreira artística depois que você decidiu morar no Brasil?
Desde agosto de 2001. Completei 14 anos de vida no Brasil. O que mudou? Mudou completamente! Fazer música brasileira na terra de origem foi o principal! Quando canto no Japão, o público é sempre formado por japoneses em sua maioria e muitas vezes, ninguém entende nada do que estou cantando. Por isso, a interpretação tem que ser bem clara! Uma outra coisa bem diferente é que eu comecei a tocar percussão no Brasil. Eu nunca tinha feito nada parecido no Japão, mas aqui, a minha musicalidade mudou totalmente desde então.




3.    Você acaba de lançar um segundo álbum. O que representa isso para você?
Sim, é o meu segundo álbum. Eu já fiz o lançamento no Japão, fazendo uma turnê pelas cidades de Tóquio, Yokohama, Toyama, Osaka, Nagoia, Quioto e na minha terra-natal, Kobe. Eu quis cantar músicas que fossem mais agradáveis aos ouvidos dos japoneses, porque sei que lá é muito comum ouvir no dia a dia o estilo bossa nova e um tipo de jazz. Por isso eu quis gravar algo como “bossa jazz” e “samba jazz” para cativar mais público japonês e aumentar o reconhecimento do meu trabalho no meu país. Aqui no Brasil existem muitos estilos de música popular, e o que diferencia o meu trabalho dos outros é realmente o meu sotaque. Sei que preciso aproveitar esse “defeito” ou, melhor dizendo, “identidade própria” de uma maneira bacana... pois é único, não tem igual!

4.    Fale um pouco das músicas do seu novo trabalho.
Nesse álbum, eu procurei representar os compositores que me influenciaram e marcaram minha vida musical. Claro que não tive como gravar todos os compositores. Infelizmente, ainda  ficaram de fora desta vez, muitos outros compositores que eu admiro tanto quanto. Os arranjos e a direção musical são de um grande saxofonista francês, radicado no Rio, Idriss Boudrioua. O resultado deste segundo álbum tem um pouco da identidade de álbum instrumental, pois têm solos de piano, violão, guitarra e saxofone. Quem curte esse tipo de improvisaçãocom certeza, vai adorar!

Além disso, confesso que quando gravei o primeiro álbum “Algumas Cores”, eu não percebi o quanto eu tinha tanto sotaque. Cheguei a ficar muito decepcionada comigo mesma, mas já não tinha como apagar. Por isso, desta vez, tentei gravar com menos sotaque possível, não perfeito, claro, porque acho que vou sofrer com esse problema até morrer. Afinal, eu sou mesmo 100% japonesa, né?! Mas acho que consegui mostrar o swing da bossa e minha paixão pela música brasileira. Tomara que as pessoas consigam relaxar, sentir-se mais alegres e que curtam o meu novo disco!

5.      O que este segundo álbum se difere do primeiro?
No começo da minha carreira, eu cantava bossa nova na banda, e depois tantos anos vivendo no Brasil, eu queria tentar mostrar a diferença da época que eu cantava bossa nova no Japão e fazer a minha própria bossa nova. Queria fazer algo diferente!

Para os japoneses, quando eles pensam em bossa nova, eles logo pensam em: Tom Jobim e João Gilberto. Tudo bem! Mas aqui tem outro sentido de bossa nova. Aqui tem uma reformulação estética dentro do moderno samba carioca urbano. Mas eu sou uma intérprete japonesa, por isso, o segundo titulo do álbum é  “Uma Japa Com Bossa Brasileira”. No primeiro, era “Uma Japa Com Alma Brasileira” que queria mostrar a alma brasileira. Por isso, acho que o resultado do trabalho do segundo disco mostra uma pequena evolução em relação ao primeiro trabalho.

6.    Você tem muitos fãs no Japão. Como consegue manter uma relação com os fãs japoneses mesmo vivendo no Brasil?
Eu vivo no Brasil há mais 14 anos, mas mesmo assim, pelo menos uma vez por um ano eu volto para o Japão para fazer o meu show. Mas, confesso que manter uma relação com os fãs japoneses não é fácil, eu acho. Agora com as redes sociais, tudo fica mais fácil, é verdade.  Mas nesse mundo virtual, todo mundo é “amigo”, mas de fato não é! Tenho fãs antigos que estão sempre torcendo por mim re-li-gi-o-sa-men-te. Eles são tão fiéis que até se mobilizam entre si, ajudando uns aos outros e trazendo sempre um fã novo para meus shows. Mas não é fácil manter essa relação e alguns, muitas vezes, vão ficando pelo caminho. Sinto que está ficando cada vez mais complicado manter esse vínculo, mas sei que não posso parar, pois “o show tem que continuar”. Eu gosto porque sempre tem um que vira fã. Também faço porque eu acredito que se você insistir naquilo que você acredita, um dia você alcança o que quer!




7.    O que pretende fazer para divulgar seu novo trabalho entre os fãs brasileiros?
Ainda não tenho nenhum dia do show de lançamento, mas se der certo, em breve, farei show de lançamento no Rio e se tiver oportunidade, quero realizar em outras cidades também. No Japão, meu novo CD já está nas lojas mas as pessoas também podem comprar pela internet.

8.    Como faz para comprar seu CD no Brasil?
Ainda não está completamente definido. Primeiro preciso fazer o show de lançamento para depois começar a trabalhar na distribuição do álbum. Aguardem! Até lá, quem quiser, pode dar uma conferida nas músicas pelo youtube! 




MAKO em FOTOS

Mako se apresenta com o grupo MONOBLOCO na turnê do grupo pelo Japão em 2015

Mako faz parte do grupo Mulheres de Chico, grupo só de mulheres que cantam músicas de Chico Buarque
Mako ao lado de Chico Buarque
Mako posa para uma foto com um de seus fãs...

AVISO! Mako está de passagem marcada para regressar ao Japão temporariamente para uma turnê no país para divulgar ainda mais seu novo álbum Oásis. Abaixo, você confere as datas e locais do show!
“MAKO一時帰国ライブ Brasileirissima-メッチャブラジル2016
42() 大阪 箕面 歌のワークショップ 箕面文化センター4階
MAKO
とポルトガル語専門の河野彰(大阪大学名誉教授)<Akira Kono>に学び歌うブラジル音楽の午後 with 石川まぎ(p)<Magi Ishikawa>
Charge:
一般 ¥2,500, 学生 ¥1,500 ※学生証提示
Open: 12:30, Start: : 13:00
1600
関西のブラジル音楽好きの皆さん、一緒に歌いませんか?
43() 神戸 ライブ
Big Apple-Duo Kobe with
笹子重治(g)<Shigeharu Sasago>
Charge:
予約 ¥3,300, 当日: ¥3,500
Open: 18:30, Start: 19:00
神戸の懐かしい同級生の皆さん、友人、、そして関西の笹子ファンの皆様方に会える絶好のチャンス、機会です。是非遊びに来てください、楽しみにしています
47() 神戸 岡本 ライブ
Jazz & Live Born Free
石川まぎ(p)<Magi Ishikawa>, 山田 裕(7弦ギター)<Yutaka Yamada>, 高尾典江(vo)<Norie Takao>, MAKO(vo)
Charge:
予約 ¥2,800 当日: ¥3,300Start: 19:30 
十何年ぶりにのんちゃんこと高尾則江さんと共演、息のあったカルテット(大好きなピアノのまぎちゃんと、長年私のサポートをしてくれる相棒、やーそのギター)でお送りいたします!とっても楽しみです
48() 東京 ライブ
プラッサ11-Duo Kobe with 笹子重治(g)<Shigeharu Sasago>
Charge: ¥3,000
Open: 18:30, Start: 19:30
恒例、ギターの巨匠笹子さんとのDuoライブです。ギター好きの方、ブラジル音楽好きの方、ショーロ好きの方、そしてサンバ好きの方は最高のライブですよ、是非お見逃しなく!
49() 横浜 ライブ
FIRST
だいどうじさかえ(cavaquinho)<Sakae Daidoji>, 尾花 (7弦ギター)<Takeshi Obana>
Charge: ¥2,600(1drink
付)
Start: 19:30
関東ライブの最終日となるこの日は、ギターとカヴァキーニョのトリオアンサンブルです。初共演となる尾花さんと、仲良し大ちゃんとのライブ!嬉しい!
410() 東京 歌のワークショップ
西荻窪 スタジオUEN C1 Studio
リオ発!~カリオカの歌とリズムと発音の秘密に迫る~
「前半クラス」「後半クラス」各 ¥3,300
【お得な!通しプライス】¥6,000
Open:13:00 
Start:13:20-14:50(
前半) 15:10-16:40(後半)
今回も開催いたします!話題の歌のワークショップです!手鏡と、コルクを持参していただき、今回は特にサンバのリズムについて追求いたしましょう。主催:Arte Brasileira<Sakae Daidoji>
411() 静岡 トークイベント "サンバ100周年記念"+ミニライブ
MAKO(vo), Dario Tadeu Sakumoto Pires(cavaquinho)
スペイン・フランス・バスク料理屋 LAS TAPAS
主催:ブラジルと日本をつなぐ国際交流団体 
KIMOBIG BRASIL
Charge: ¥2,500
Open: 18:30 Start: 19:00
久々のKIMOBIG主催イベント。またとないチャンスです!是非ご参加ください。
412() 京都 ラグ MAKO with 沢田穣治クワトロムジカ
MAKO(vo),
沢田穣治(B,e.t.c.)<Jyoji Sawada>, 久家菜々子(fl)<Nanako Kuge>, 渡辺 (per)<Ryo Watanabe>, 齋藤洋平(ds)
Charge:
予約¥2800 当日: ¥3300
Open: 18:00 Start: 19:30
再び大好きな京都で京都のあの素晴らしいメンバーと共演です。日本の京都の春を音楽と共に皆さんと満喫したいと思います!
413() 大阪 Chove Chuva
MAKO(vo),
山田 裕(7弦ギター)<Yutaka Yamada>
Charge:
予約 ¥2,500 当日: ¥2,800
Open: 19:00 Start: 19:30 
恒例、大阪Chove Chuvaでのライブです。私を心強く支えてくれた素晴らしい仲間、稲見さんとジョゼ・ピニェイロを偲んで歌わせて頂きたいと思います。関西のブラジル音楽好きの皆さんに是非お集まり頂きたいです。
415()16() 調整中です!少々お待ちください。
417() 小倉 焼きもんや 's <Toru Sadano>
MAKO(vo),
山田 裕(7弦ギター)<Yutaka Yamada>