20/09/2008

NO TATOO


A famosíssima cantora japonesa Namie Amuro (安室奈美恵,em japonês) é ponto de referência e inspiração para muitas jovens garotas japonesas e, acredito eu, até para muitos fãs do Brasil, também. Namie Amuro exibe sem vergonha nenhuma as tatuagens que tem no braço. Nas tatuagens, uma homenagem à mãe da cantora e ao filho, chamado Haruto.


Mas como será que ela faz para malhar? E será que ela já ficou hospedada em algum hotel com piscina de águas termais? Parque aquático, se ela foi, provavelmente não foi aqui no Japão! Malhar? Águas termais? Tatuagem? Calma, eu não estou louco. É que aqui no Japão quem tem tatuagem não pode fazer academia de ginástica, entrar em parque aquático e nem piscinas de águas termais, muito comum aqui no Japão.



Eu já tinha ouvido falar nisso antes mesmo de vir para o Japão, mas confesso que sempre achei que esse papo fosse mais uma dessas lendas que normalmente começam com um “disk”. “Disk lá (no Japão!), eles (os japoneses!) comem sushi em cima de uma mulher nua”. Para reforçar a procedência incerta da informação, alguns encontram respaldo em programas de tevê e dizem: “Não sei se foi no Discovery ou no Fantástico que eu vi isso...”. Mas, porém, contudo, todavia, entretanto, essa semana, um brasileiro me confirmou ter sido barrado no momento da inscrição da academia por ele ter um belo de um tribal nas costas. Isso mesmo, aqui, esse negócio de verão, malhação, bronzeado e tatuagem não combinam.






Essa coisa de se bronzear, manter o corpo em forma para o verão também tem por aqui. Mas como malhar em uma academia se com tatuagem não pode? Como se não bastasse, o brasileiro me relatar ter sido barrado e eu ter na minha frente a prova viva de que essa história não é somente mais um "disk-lenda", eu fui checar no site de algumas academias japonesas. Não é que tinha lá a observação de que é proibido mesmo?!










Na página de "Requisitos para Matrícula" lá estava. Repare nas palavras em destaque: 刺青者 (tatuado) e 退会 (sair da academia). A mensagem diz mais ou menos algo como que se for descoberta alguma pessoa com tatuagem, este será "convidado a se retirar", ou seja, cancelar a matrícula. Eu que não sou nada teimoso, fui checar ainda no site de outras academias, inclusive na Konami e na Renaissance, famosas e conceituadas academias com filiais em todo o Japão. E não é que eu achei a “simpática” mensagem de proibição!!


As palavras em destaque são: タトゥーのある方(pessoas com tatuagem) e お断りいたします(recusamos), daí você já entende né?! As mesmas palavras estão no site de uma terceira academia...veja:


Já sei! Deixa eu advinhar! Você provavelmente deve estar pensando nesse momento:




1- Por que não pode? Gente! É só uma tatuagem!

Hoje em dia é tão comum!





2- Nem se for uma Hello Kitty vestida

de quimono ou uma borboletinha?


Estou enganado? Pois é, mas o que você deve estar esquecendo é que eu moro no Japão. Primeiro temos que levar em consideração que uma tatuagem para um japonês foi - em alguns casos ainda é – marca oficial na máfia japonesa. Claro que tem gente que não faz parte desse grupo e que usa tatuagem, assim como qualquer brasileiro. E além do mais, quando falo em tatuagem da máfia, logicamente não estou me referindo a uma singela Hello Kitty de quimono ou a palavra “Amor” (愛) ou “Paz” (平和), feita na nuca. Normalmente a tatuagem deles é beeeeeeem mais complexa!! Compare você mesmo:


















Mas relembrando, estamos no Japão e, como aqui nessa terra não existe o termo “meio termo” ou mesmo o conceito de “flexibilidade”, uma pessoa com tatuagem de borboleta e outra com um samurai segurando um dragão ocupando toda as costas e parte da bunda recebem o mesmo tratamento!! Encontrei esse desenho no site de um parque aquático, que não por acaso, ilustrava justamente a mesma "simpática mensagem" de proibição!







Não pode, não pode! Pronto! Mas e se...? Não pode! Mas eu acredito que haja muita gente que tenha tatuagem, e que mesmo assim, frequente academia aqui no Japão, normalmente. Isso tem sim!



"Proibida a entrada de pessoas embriagadas ou tatuadas"


Das duas uma: ou a tatuagem está em um lugar, digamos, estratégico, ou a própria academia deve fazer vista grossa e deixar que a pessoa frequente normalmente, mesmo com uma observação no site ou uma placa indicando que é proibido! Porque, como diz o ditado: “Quando o dinheiro fala, a verdade se cala” e, meu amigo, pagando a matrícula e a mensalidade, quem se importa que você tenha um desenho no seu corpo? E esse negócio de proibir tatuagem é simplesmente para não definir bem qual o público de tatuagem pode e qual não pode, entende? Todo mundo sabe disso! O duelo não é simplesmente Hello Kitty versus Carpa de Itu!! Mas, mesmo assim, os caras preferem mesmo ficar em cima do muro e pronto!




Bom, mas quem quiser ter uma tatuagem ao mais autêntico estilo máfia japonesa, mas não quer deixar de ir à academia ou a um parque aquático, sugiro então adquirir o que eles aqui chamam de 入れ墨シャツ (irezumi shatsu ou camisa tatuagem)!




Há diversos modelos!








Palavra do dia: 入れ墨、刺青、文身、タトゥー (tatuagem)

Exemplo: 背中に入れ墨をする (fazer tatuagem nas costas)




A National Geographic dedicou um de seus programas às tatuagens japonesa. Uma parte do programa está no Youtube. Para quem não conhece nada sobre as tatuagens japonesas, vale a pena conferir o vídeo (somente em inglês)!




Gostou? Quer ver mais tatuagens japonesas? Clique aqui.

19 comentários:

  1. Essas camisetas de tatuagem seriam legais pra vestir no halloween.

    ResponderExcluir
  2. Tá bonito o blog novo!

    Dei uma assustada a hora em que vi no outro o post de despedida. Isso não se faz.
    :)

    ResponderExcluir
  3. muito caruso! calma, nao to falando do texto (confesso que AINDA nao li). to falando da ideia de criar o muito japao II. hihihi...

    parabens! ficou muito melhor, muito mais bonito! e olha que ja era bom ne! ripa na chulipa!

    detalhe: em breve, quem vai mudar de blog sou eu :P

    ResponderExcluir
  4. Bom, pelo menos por aqui as pessoas sabem as regras. E o que é proibido é proibido e fim.
    Já no Brasil o país do jeitinho...

    ResponderExcluir
  5. eu de novo. agora, depois de ler o post :P

    eu fiz academia na tipness (que tb tem filiais em todo o japao) e eles tem o regulamento da academia em vaaaaaaaaaarias linguas: ingles, chines, coreano... e portugues!!

    ou seja, la, nao existe a desculpa: nao sei japones, nao entendi esse item. e ta escrito bem claro: se for descoberta uma tatuagem, voce tem que sair da academia.

    tambem acho que eh um exagero, claro. mas na minha opiniao, eh apenas um tabu que ainda nao foi quebrado. logo, logo passa :P

    ja ta cheio de jovens japoneses (nao mafiosos!) tatuados por aih e se a namie amuro eh uma delas, com certeza, vai ajudar a acabar com o preconceito.

    ps: esse exemplo aih da hello kitty de quimono voce tirou de onde, hein??? eu desisti de fazer essa tatuagem. por enquanto :P

    ResponderExcluir
  6. Olá
    que bom que vc não acabou com o blog!
    gostei do layout novo, e achei a reportagem muito interessante.
    parabéns

    ResponderExcluir
  7. Esse texto da tatuagem ficou muito legal. Eu sempre me perguntei o que as pessoas acham das tatoos da Namie.

    BoA sorte com o blog novo, eu já tava pensando que não ia ter outro. Agora já coloquei esse nos favoritos.
    o/

    ResponderExcluir
  8. PARA ANDARILHO,
    Sabe que pode ser uma ótima idéia?! Valeu pelo comentário!

    ResponderExcluir
  9. PARA DANIEL,
    Obrigado! Valeu pelo comentário e desculpa ae o susto...(rs).

    ResponderExcluir
  10. PARA KARINA I,
    Gostou mesmo? Que bom! Já estou curioso para ver o seu novo blog! Manda ver vc tbm! Beijão!

    ResponderExcluir
  11. PARA GIOVANA ANDO,
    Até concordo que somos do país do jeitinho, mas te digo que já vi as duas versões: japonês tentando dar jeitinho e brasileiro que leva a regra a sério! Isso existe tbm né?! Obrigado pelo comentário. Volte sempre!

    ResponderExcluir
  12. PARA KARINA II,
    Muito legal saber disso! Interessante não? Eu tbm concordo que isso tudo não passa de um exagero e, ao mesmo tempo, um tabu. Agora, qto à Hello Kitty de quimono...hehehe...eu vou confessar, foi homenagem mesmo!! hehehe... beijão!

    ResponderExcluir
  13. Oi Caruso! Eu sente tive vontade de fazer uma tatuagem e até tenho o desenho. Mas eu já tinha na minha cabeça que era melhor eu ir para o Japão confirmar esse "disk" que não pode em alguns lugares. Bem, agora foi dado o veredito, tatuagem não faço mais. ;-)

    Parabéns pelo novo blog!

    ResponderExcluir
  14. eu jha tinha visto esse documentario !
    Pobre Namie.. será que ela também eh barrada ? tem q colocar um curativo ou algo assim ? :O essa curiosidade é boa >.<

    ResponderExcluir
  15. lendo essa materia,lembro que uma vez tava doida pra fazer uma tatuagem e meu marido falou DAME,aqui no japao nao pode ,e me disse exatamente isso se eu fizesse tatuagem nao iria entrar nos parques aquaticos,claro que nao acreditei ate que fui no site do nagashima e la tava escrito fiquei de boca aberto,que absurdo mais tudo bem deixa pra quando for embora de vez pro meu brasil ne.
    jaq

    ResponderExcluir
  16. Parabéns pelo novo blog, muito legal e informativo.
    Quero ler todos os posts!

    ResponderExcluir
  17. Q lindO adOrei o blog!!! Sou fá do japãO acho um país lindo de cultura fantastica!! LIndO o blog passarei a visita-lo sempre....e divulgarei a meus amigos!!! continue sempre nos infOrmando sobre esse lindo pais!!! Muito obrigada!!!

    Ana carolina...brasilia-DF
    ana_krol3i25@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  18. bom eu tenho varia tatuagens orientais no momento eu fechando minah costas com eu não tenho intenção de ir pro japão mesmo

    ResponderExcluir