14/07/2009

Japonês não encontra emprego e ataca mulheres com guarda-chuva nas ruas de Tóquio


Ao que parece, com a crise mundial, o número de malucos no Japão deve triplicar. Quando digo maluco, me refiro não àqueles que ficam falando sozinho, o que aliás merece um post à parte, mas falo dos que saem pelas ruas batendo com guarda-chuva, esfaqueando, atropelando pessoas inocentes e por aí vai. No Brasil, e acredito que em outros países em desenvolvimento, as pessoas devem atacar as outras por necessidade, seja para comprar comida, droga ou o que for. Definitivamente, não acho que isso seja correto ou justificável, mas ao menos, o fato tem um objetivo concreto. Por mais sinistro que possa ser esse tal objetivo possa ser, o cara rouba porque quer realizar algo depois com o que roubou da outra pessoa. Mas aqui no Japão, não sei, a coisa parece mais doentia, paranóica, sei lá. O que mais chama a atenção nesses ataques a inocentes nas ruas que vira e mexe a gente vê, são principalmente as razões que os caras alegam para cometer crimes. E não só isso! A declaração que eles dão depois de terem sido presos é impressionate muitas vezes. Bom, a mais batida de todas é a famosa: "Podia ser qualquer um!". Essa frase aliás, se tivesse patente, alguém ia ficar milionário! Todos os malucos criminosos dizem a mesma coisa!!! Sempre!!!! Será que até isso tem padrão aqui no Japão?! Hoje mesmo foi preso um japonês que atacava as mulheres com um guarda-chuva. A razão? Porque ele estava putinho por não conseguir arrumar emprego. Veja a tradução bem livre mesmo do artigo que li hoje no Asahi.



Preso hoje, dia 14, Tonimura, 31, o homem que atacou duas mulheres com o guarda-chuva nas ruas de Shinjuku (Tóquio). Segundo Tonimura, ele atacou as moças porque não estava encontrando trabalho e estava irritado com isso. Um dos ataques teria sido no dia 6, por volta das 11 da manhã, dentro da loja de conveniência Family Mart na Avenida Yasukuni, quando o japonês teria batido com o guarda-chuva no ombro esquerdo de uma moça, 25. Cerca de 5 minutos depois e aproximadamente a 300 metros a oeste da mesma loja de conveniência, na altura "3 choome" da Avenida Yasukuni , o mesmo homem gritou para uma passante, 25, e quando ela se virou...
1. Ele a bateu com o guarda-chuva no rosto
2. Derrubou a moça no chão puxando-lhe pelos cabelos
3. Bateu mais com o guarda-chuva
4. Deu socos
5. Pisou no dedo mínimo da mão direita.
Tonimura trabalhava em uma editora de livros e teria sido demitido no ano passado. Desde então vinha procurando emprego... e yukiko? Aliás, o que que as pobres moças têm a ver com isso?!?!





JAPONÊS・日本語

「仕事なくイライラ」 傘で女性2人殴打容疑で男逮捕 - 東京都新宿区の路上などで、女性2人が相次いで男に傘で襲われた事件で、警視庁は14日、住所不定、無職十二村(とにむら)浩容疑者(31)を傷害と暴行の疑いで逮捕したと発表した。十二村容疑者は調べに「仕事が見つからずイライラしていた」などと話しているという。新宿署によると、十二村容疑者は今月6日午前11時すぎ、新宿区新宿5丁目のコンビニエンスストア「ファミリーマート新宿靖国通り店」の店内で、客の女性会社員(25)の左肩を傘でたたいた。さらに5分後には同店から西に約300メートル離れた新宿3丁目の靖国通りの横断歩道を歩いていた女性(25)に「おい」と声をかけ、振り返った女性の顔を傘で殴り、髪をつかんで引きずり倒して傘や手で殴ったうえ、右手小指を踏みつけて20日のけがを負わせた疑いがある。十二村容疑者は昨年10月ごろ、勤めていた製本会社をリストラされて仕事を探していたという。





10 comentários:

  1. Juro, isso me assusta muito, muito mesmo...

    ResponderExcluir
  2. Acho que ele tinha era que tentar bater em homens... Bater em mulheres só mostra que, além de estar desempregado, não está batendo bem na hora H!

    ResponderExcluir
  3. Isto só mesmo no Japão! Esta gente é louca!
    E, mais, se fosse em Portugal se calhar a rapariga ainda lhe dava um bom soco na cara! Mas aqui não, que as meninas têm que se indefesas e burrinhas...

    ResponderExcluir
  4. Me parece que a sociedade japonesa tem uma cobrança pesadíssima em cima do indivíduo em relação a tudo, principalmente trabalho.

    E me parece também que o emprego de alguém uma das (se não a) coisas de mais relevância aos olhos dos outros.

    Talvez, quando alguém lá perca o emprego, comece a pensar que "não tem nada mais a perder", daí começa a agir agressivamente para descarregar toda a pressão que a sociedade pôs nele por tanto tempo.

    ResponderExcluir
  5. doido?
    eu queria ver ele bater num homem, de preferencia maior e mais forte que ele, ai sim, eu diria que eh doido... rs

    ResponderExcluir
  6. PARA ANA ELISA,
    Realmente é assustador mesmo. Maluco a gente sempre vê nas ruas daqui. Mas esses que atacam são os que dão mais medo realmente.

    ResponderExcluir
  7. PARA JU FIDÉLIS,
    hahahaha...podes crer!!! Muito boa sua constatação! Concluimos então que o cara é um tan-tan, um frouxo e um covarde. Valeu ae pelo comentário!

    ResponderExcluir
  8. PARA ANGELO,
    Sei bem o que você está dizendo. No Brasil é a mesma coisa. Bom, aqui no Japão tbm tem muito brasileiro. Se ele pega uma brasileira atacada, além de ficar sem emprego, ele iria perder outras coisas mais importantes para um homem!...if you know what I mean! rs. Obrigado pelo comentário!

    ResponderExcluir
  9. PARA FELIPE,
    Você falou muito e falou bonito! Não moveria uma vírgula do seu comentário! Sua constatação está ótima! Valeu pelo comentário!

    ResponderExcluir
  10. PARA HIDEMI,
    hahaha...isso mesmo! Isso mostra que o cara não é 100% maluco. Se tem o discernimento de escolher o sexo da vítima... Fala sério, né não?

    ResponderExcluir