13/08/2009

Você tem "meishi"?

Ontem conheci um programa muito interessante. Muito não, só interessante. Trata-se de um programa voltado aos jovens que recém ingressaram no mercado de trabalho japonês. No programa, chamado Mezase! Kaisha no Hoshi, uma especialista ensina algumas etiquetas necessárias para trabalhar em uma empresa. O maneiro é que além de trabalhadores na vida real que participam ao vivo, os novos salarymen e office ladies podem enviar emails com dúvidas. As dicas vão desde de como sentar adequadamente, até como se expressar etc e tal.


Ontem o tema foi troca de cartões de visita! Para os japoneses o programa é sobre etiqueta em empresa, mas para nós estrangeiros, acaba servindo também como um programa de cultura japonesa nos negócios. Para quem não sabe, cartões de visita na cultura japonesa são hiper, superessenciais, im-pres-cin-dí-veis!! Em japonês, são chamados de meishi (名刺) – não confunda com (meishi・名詞・ substantivo)! Abre parênteses, tem brasileiro que só fala “cartão de visita” em japonês mesmo. Mesmo conversando em português. Logo é comum ouvirmos coisas como: “Eu já te dei meu meishi?”, “Desculpe, estou sem meu meishi” e até “Adivinha o que eu comprei ontem! Um PORTA-MEISHI !!”.

Confesso que eu já sabia que a troca de cartões de visita no Japão tem toooooda uma etiqueta especial que vão muito além da simples troca de cartões. É famoso por exemplo que você deve entregar com as duas mãos, não pode guardar logo e o ideal é ler e fazer algum comentário, nem, que seja do ideograma do nome da pessoa. Mas ontem no programa fiquei abismado com outras regras bem, mas bem mais rígidas. Veja algumas....que eu me lembro:
1 . Não é pecado mortal entregar o cartão de visita com uma mão só. Desde que: os dois entreguem ao mesmo tempo E...(pasmem!)...se você entregar o seu cartão em um nível mais abaixo do que o recebido. Pra quê? Para mostrar humildade!
2 . Quando receber um cartão de visita de uma pessoa e em seguida de outra pessoa, conforme a hierarquia entre elas, um dos cartões deve ficar embaixo do outro. Por exemplo: você recebe o cartão de visita do dono da Sony. Em seguida recebe do sub-secretário dele. Se você colocar o cartão do secretário em cima do cartão que você havia recebido primeiro, é uma tremenda falta de respeito. Você deve lembrar de colocar o segundo cartão, embaixo do primeiro!!
3 . Se em uma reunião de negócios você recebe três cartões de visita, nahora de sentarem-se à mesa os cartões devem estar na ordem das pessoas que estão na sua frente e que muito provavelmente estarão sentadas por ordem hierárquica. Por exemplo: na sua frente estão sentados o sub-secretário, o secretário geral e o presidente da Sony. Logo, na sua frente, os cartões de visita deverão estar nessa mesma ordem. Com um detalhe!!!! Pasmem! O ideal é que o cartão de visita do presidente esteja colocado em cima do seu porta cartão de visitas! Por que? Para ficar em um nível mais alto do que os demais cartões!!!!!! Rídido sim, mas bem interessante não?! ...aliás eu diria até...Muito Japão!!!

PALAVRA DO DIA:
名刺交換・meishi koukan・troca de cartões de visita

Ex.:
名刺交換」。上手くできないと「社員交換」の意味を教えてもらっちゃうかも。

Meishi koukan. Umaku dekinai to shain koukan no imi wo oshiete moracchaukamo.

Troca de Cartões de Visita. Se você não souber bem, vão acabar te ensinando o que é Troca de Funcionário!

24 comentários:

  1. Geeeente! que coisa mais rígida! Jamais pensei que os Japoneses iriam achar que colocar os cartões em lugares errados desrespeito! lol Obrigado por compartilhar isso conosco! Mto legal.

    ResponderExcluir
  2. Amei, como sempre! Ja vi isso num restaurante q trabalhei, eles trocam os cartoes, se inclinam um milhao de vezes, acho ate q espalhavam os cartoes na mesa... Vi tb estrangeiros fazendo isso, achei interessante, qnto tempo terao levado p/ aprender? Vc ja falou sobre isso no outro blog, nao? Se sim posta o link!
    bjus!

    p.s to c/ blog agora tb, ta bem no inicio! mas OBVIO q pus link pro seu!;0)

    ResponderExcluir
  3. Putz, tem que tirar uma foto pra comemorar a entrega do cartão também? :P

    É muito exagero colocar regras de etiqueta para uma simples entrega de cartão - que já não é tão simples com tantas regras... Não sei se vou me acostumar com toda essa formalidade se for ao Japão, :P.

    ResponderExcluir
  4. Acho super interessante essa história dos meishi aí no Japão. Até acabei comprando um porta-meishi (hahaha) outro dia, e queria muito fazer o meu próprio meishi. O que eu acho mais interessante é que até os estudantes universitários têm o seu próprio meishi!

    ResponderExcluir
  5. rsrs
    eh mta coisa pra um cartao...
    imagina decorar todas as regras pra uma entrevista entao!

    ResponderExcluir
  6. hahaha...
    esse é um tema muito japão sim!

    e eu acrescentaria uma palavra inventada pelos brasileiros que moram no japão: "meisheira"!

    traduzindo: porta-cartão ou "porta-meishi". hahaha...

    ResponderExcluir
  7. Muito interssante este "ritual" dos catões.

    Atémais!
    Anny

    ResponderExcluir
  8. Desculpa o comentário, mas percebi nos dois últimos posts uma certa impaciência com a etiqueta japonesa e, dependendo do ponto de vista, suas muitas frescuras. Talvez haja japoneses que fiquem de saco cheio com a nossa espontaneidade, que não muito dificilmente ultrapassa as fronteiras da informalidade e vira algo desrespeitoso, individualista e até humilhador muitas vezes.

    Mais uma vez, desculpa o comentário. XDDDD

    César Nogueira - cesar_crvn@hotmail.com.

    ResponderExcluir
  9. Olha que legal! Não sabia das posições dos cartões! Bacana! Eu fico super nervosa na hora de trocar os meishis ahahahah é um momento tenso porque no Brasil não tem nada disso e para os japoneses é algo super importante. Eu também falo porta-meishi, engraçado que me acostumei falar meishi ao invés de cartão de visita, será que é por que é mais longo? ;D

    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Realmente o japones é um povo com muitos costumes que nós numa pensamos em ter como o do cartão, aqui vc pega o cartão guarda no bolso e vai embora, sobre entregar com as duas mão eu já tinha percebido isso em filmes, e entrega fazendo uma pequena reverencia né, realmente se pensar o cartão é um representação sua, é de carater mostrar respeito.
    abraços

    ResponderExcluir
  11. Fala sério... Eu sou a favor da educação mas isso aí já é implicancia demais... mas assim...se você se descuidar desta etiqueta e a pessoa perceber, ela vai ficar profundamente ofendida?

    Isso é realmente MUITO Japão...

    ResponderExcluir
  12. PARA MARCELL,
    Sim é verdade. Tudo aqui tem muita etiqueta. Essa troca de cartões de visita, principalmente, é uma coisa que os próprios japoneses sabem o básico, mas acredito que que faz um curso de secretária executiva ou mesmo qq curso voltado aos negócios, deve estudar mais a fundo. Valeu pelo comentário! Volte sempre!

    ResponderExcluir
  13. PARA VERU,
    Valeu pelo comentário e claro, pelo link! É verdade, essa troca de cartões é algo Muito Japão e bem interessante. O que eu sempre achei curioso foi o fato de em uma festa por exemplo, quando um japonês quer iniciar um conversa com outro, antes mesmo de iniciar a conversa ele já separa o cartão para entregar logo antes das primeiras palavras ou melhor, já como uma forma de se apresentar. Maneiro né?! Esquisito, mas maneiro...rs.

    ResponderExcluir
  14. PARA DATTAN,
    Meu caro, Japão sem formalidade perde totalmente sua identidade própria!! rs. Se quer vir para o Japão, vá se acostumando antes mesmo de vir! hehehe...

    ResponderExcluir
  15. PARA ANA,
    Se você tem contato ou oportunidade de encontrar com japoneses, é bom mesmo que tenha cartões de visita, mesmo morando fora do Japão! Ah sim! E que organize todos em um "porta-meishi"...hahaha. Valeu pelo comentário!

    ResponderExcluir
  16. PARA HIDEMI,
    hahaha...com certeza! Aliás, boa parte do nervosismo em encontros com japoneses se deve à hora da entrega dos cartões de visita! Valeu pelo comnetário! Até a próxima!

    ResponderExcluir
  17. PARA KARINA,
    hahaha...boa! Pior que eu já ouvi essa tbm e esqueci de acrescentar! Boa! "Meisheira"!

    ResponderExcluir
  18. PARA ANNY-LINHAOZZY,
    Interessante né?...o ritual...hehe...com certeza! Obrigado pelo comentário!

    ResponderExcluir
  19. PARA CESAR,
    Não precisa se desculpar. Você não disse nada demais! Aliás, vc só disse coisas certas. Até que essas etiquetas não me irritam tanto. Acho até interessante haver tanta etiqueta para uma simples troca de cartões de visita. Mas tem coisas mesmo que tiram a paciência de qualquer estrangeiro que viva no Japão. Assim como há também muitos japoneses que acham que nós brasileiros TODOS falamos alto demais, TODOS não cumprem horário e TODOS falam perto demais e por aí vai. Creio que assim como há uma troca de valores culturais etc e tal, as reclamações de um para com o outro são recíprocas também! Não se preocupe!Valeu pelo comentário! Volte mais vezes!

    ResponderExcluir
  20. PARA LURIA,
    Você tbm fala "meishi"???? hehe...Brincadeira! Nada contra! Só acho engraçado misturar. Mas acho que nesse caso você tem razão, deve ser porque é mais longo em português! Não esquece de guardá-los na "meisheira"!!! hahaha... Valeu ae! Até a próxima!

    ResponderExcluir
  21. PARA TALIESIN,
    É mesmo! A reverência faz parte do ritual! Você tem razão. A entrega do cartão de visita nada mais é do que sua primeira impressão! Valeu pelo comentário!

    ResponderExcluir
  22. PARA MISS 182,
    Fico feliz que tenha reconhecido que se trata de algo MUITO JAPÃO! Ofendida acho que a pessoa não vai ficar, creio eu, mas com certeza, sua imagem perderá uns pontinhos...rs. Valeu pelo comentário! Até a próxima!

    ResponderExcluir
  23. PARA MISS 182,
    Fico feliz que tenha reconhecido que se trata de algo MUITO JAPÃO! Ofendida acho que a pessoa não vai ficar, creio eu, mas com certeza, sua imagem perderá uns pontinhos...rs. Valeu pelo comentário! Até a próxima!

    ResponderExcluir
  24. Sem as formalidades de troca de cartoes, nao da nem para iniciar uma conversa no Japao, pois nenhuma das partes vao saber em que nivel de japones vai ter que dialogar. O principal objetivo de trocas de cartoes eh a de entender qual a sua posicao em relacao ao outro. Afinal aqui tem um negocio chamado "keigo", que para entender e praticar, so com muitos anos de convivencia com japoneses de diversos niveis: hierarquicos, sociais, etarios,de origem, etc. Pode ser muito Japao mas com certeza muito estressante, quanto mais entendemos o japones.

    ResponderExcluir