12/02/2011

Não basta saber japonês...

O que vocês verão agora são anúncios reais de apartamentos para alugar. As fotos, eu mesmo tirei com meu celular, quando passava por uma imobiliária na província de Kanagawa. Vejam! 


Normalmente as imobiliárias aqui (不動産屋・FUDOUSANYA, em japonês), deixam anúncios como estes do lado de fora ou fixados no vidro da loja com anúncios dos imóveis mais baratos que servem como chamarizes para atrair clientes. Você entra diz que gostou de um dos anúncios e o todo processo se inicia. 


Como todo bom processo aqui no Japão, se inicia com a entrega de uma pranchetinha com formulário para preencher. Sim! Os japoneses tem um fascínio todo especial para formulários! Tudo tem que preencher formulário! Como diria um ex-colega de trabalho: "Até para cortar cabelo me pediram para preencher formulário!!!". Depois ele descobriu que era para fazer o tal cartão de fidelidade, o famoso ポイントカード・POINTO KAADO. Aliás este tbm ee outro grande quase fetiche dos japoneses! Eles adooooram um "pointo kaado"!!


Mas o processo pode nem começar dependendo da sua nacionalidade! Isso mesmo! Há muitos proprietários que não aceitam estrangeiros e as imobiliárias nem disfarçam. Eu mesmo já tive experiência de ter sido vetado por ser estrangeiro! Algumas falam na lata outras, como uma péssima encenação, dizem que o apartamento já foi vendido.

Muito bem. A imobiliária das fotos é uma dessas que deixa claro que não aceita estrangeiros! E foi justamente isso que me chamou a atenção nos anúncios. Está escrito: 


◎日本国籍の方
◎NIHON KOKUSEKI NO KATA


※日本国籍を有する(昼間勤務)の方限定!
※NIHON KOKUSEKI WO YUU SURU (HIRUMA KINMU) NO KATA GENTEI!


Ambos, em português claro seria: SOMENTE PESSOAS DE NACIONALIDADE JAPONESA. Detalhe que a segunda ainda tem um requisito a mais - entre parênteses -  que diz que deve ser uma pessoa que trabalhe durante o dia.

Claro que não são todas as imobiliárias que têm a petulância, por exemplo, de expor avisos como os que dizem: ペット/外国人可, o que em bom português seria: "ANIMAIS/ ESTRANGEIROS PERMITIDOS"! Não são todas assim, felizmente. mas estas existem! E muitas vezes, a culpa nem é da imobiliária e sim do proprietário. Enfim, a barreira não só do idioma, mas da nacionalidade simplesmente (lê-se: preconceito), existe, é real ainda nos dias de hoje e é preciso saber lidar com isso... 

3 comentários:

  1. Com certeza esta é uma realidade!
    Mas depois da grande crise, muitos proprietários de apartamentos ficaram no prejuízo após tantos brasileiros deixarem o Japão e os preconceituosos tiverem que baixar a guarda e abrir as portas e facilidades para os que restaram!
    Tanto preconceito quando na verdade também acabam por depender de nós e de tantas outras nacionalidades que aqui convivem! Porém não podemos negar que muitos brasileiros só sujam o nosso nome com atitudes sem dignidade alguma não é mesmo?!

    ResponderExcluir
  2. O problema não creio que seja preconceito, muitos estrangeiros (Não só brasileiros) costumam abandonar o local alugado sem fazer a papelada necessária e deixa até com móveis e coisas abandonadas, o proprietário tem que entrar na justiça para poder retirar tudo e imagina a dor de cabeça que dá.
    http://www.japanprobe.com/2010/09/09/not-paying-rent-in-japan/
    Tem um caso de uma sul-coreana no vídeo postado nesse blog que abandonou o apartamento.

    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Eu alugo por conta própria, já passei por esses problemas, e no momento ainda existem preconceitos a alugar para estrangeiros.
    Mas, deve ser porque estrangeiros fazem muita bagunça, não é? tem horário para escutar música.
    Se bem que moro em cima de um boteco japonês, não sei como os vizinhos aguentam escutar música até 4 hs da manhã, eu só escuto quando estou de folga, já que meu horário de trabalho é noturno.
    Bom post Caruso

    ResponderExcluir