05/09/2011

BRAZILIAN DAY JAPAN


Terminou ontem o Brazilian Day Japan. Foram 2 dias com muito, mas muitos brasileiros reunidos no Parque Yoyogi, em Tóquio. Era para ser 3 dias, mas um foi cancelado pela aproximação de um tufão! Mas os dois dias foram muito maneiros! Tive a impressão de no domingo ver mais gente do que no sábado. Acho que foi porque o tempo estava mais estável e muita gente resolveu sair de casa. Foi legal ver a Ana Maria Braga ao vivo, o louro José - nem sabia que ele cantava - e a Blitz!! Mas particularmente falando, o mais maneiro de um evento como esse é encontrar os amigos, conhecidos, colegas de trabalho! Nossa! E como a gente encontra gente! É gente que você encontrou semana passada, gente que estava perdida no tempo, gente que você sabe que vive no Japão, mas raramente a encontra, gente que você só conhece virtualmente e lá na hora você fica sabendo que é a pessoa e como ela é em carne e osso. É simplesmente muito gostoso!



Acho que não consigo enumerar todas as pessoas conhecidas que eu encontrei, mas vou aqui destacar algumas. Encontrei meus conterrâneos cariocas Leo, que se formou comigo na Federal do Rio e apesar de morar no Japão a gente quase não se vê, e a Veruzka Lago, que também estudou japonês na UFRJ e vive aqui no Japão! Por falar em estudo, encontrei a Luciene, uma paulista com quem estudei na Fundação Japão em São Paulo em 1997 (!!!) e não fazia a menor ideia por onde ela andava e de repente, ela estava ali, na minha frente! Foi muito bom revê-la e voltar no tempo em segundos!

Meus amigos japoneses, meus amigos brasileiros, meus alunos japoneses, conhecidos de vista, de nome, ex-colegas de trabalho, encontrei muita gente! Entre os famosos, eu destacaria o lutador de sumô brasileiro Ricardo Sugano ou Kasei・魁聖 一郎 e a cantora pernambucana Andrea Amorim, que se apresentou no palco do Brazilian Day Japan, ambos muito simpáticos, superagradáveis e com quem tive a honra de tirar fotos juntos! 


Os dois coitados, não conseguiam dar mais de dois passos seguidos sem parar para tirar fotos. Também passaram por lá Renato Brandão, um brasileiro famoso por aparecer em programas da NHK e ser locutor dos programas em português da mesma emissora e do canal brasileiro de TV a cabo daqui do Japão, e o Roberto Kovalick que normalmente caminhava por entre as pessoas e as cumprimentava sem a menor cerimônia. 

Encontrei também uma leitora do blog que me reconheceu e tirou foto comigo! Me amarrei de ela ter me reconhecido e lamento por não ter dado mais atenção. Nem o nome dela eu perguntei. Mas se você é a moça com quem eu tirei uma foto, obrigado pelo carinho e desculpa qualquer coisa! Outro leitor que eu encontrei também foi o Evandro Raiz Ribeiro, um talento da comunidade brasileira no Japão, também representante de Pernambuco no Japão e autor do livro Não Deixe o Sol Brilhar em Mim. Ele já lia meu blog e um dia me escreveu para divulgar seu trabalho como escritor e principalmente o livro que já está sendo comercializado até na Saraiva do Brasil! Lá no evento, finalmente nos conhecemos pessoalmente e ele, muito gentilmente, me presenteou com o seu livro! Quanta honra! Obrigado Evandro! Sucesso!


Não sei dizer muito sobre os shows ou barracas de comidas, porque eu estava trabalhando, mas parece que foi tudo muito bom e agradou a brasileiros, japoneses e gringos. Sim porque vão muitos gringos nesse evento. Lembro de um casal de americanos que me perguntou se a Ana Maria Braga era famosa no Brasil. Mas o interessante foi que eles pensaram que eu tbm era gringo como eles e me perguntaram assim:

- Será que lá no Brasil ela é famosa?
- Sim. Muitos brasileiros gostam muito dela...
- Sério? O que será que ela faz lá né?
- Ela é apresentadora de TV e tem um programa diário...
- Ah tá? E como você sabe disso tudo? Você já morou no Brasil?
- Como assim?
- Você já morou no Brasil? 
- kkkkk...sim! Na verdade, eu nasci lá. Eu sou de lá!
- Sério?!!?!?! Nossa!!! Desculpa!
- Tudo bem...aqui até os brasileiros pensam que eu sou "gringo"...kkk

Não houve brigas, confusões, badernas, nada! Tudo na maior paz, alegria, integração, diversão, harmonia! Sei que tem muita gente que nem se imagina em um lugar como este e em um evento como este, ainda mais reunindo tantos brasileiros. Eu respeito. Claro. Ninguém é obrigado a ir somente por ser brasileiro! Não é votação nem nada! Vai quem quiser! Mas talvez essas pessoas pensem do modo que pensam por achar que irão encontrar "somente" brasileiros mal educados, baderneiros, farofeiros, gente de baixo nível - gente que a gente encontra em qualquer lugar. Mas o mais gostoso do Brazilian Day é poder ver nossa gente, encontrar sim, gente educada, gente simples, gente alegre, gente simpática, gente trabalhadora, gente que está ali para matar saudades da sua terra natal nem que seja por algumas horas. É poder falar "olá!", "bom dia", "divirta-se", sem a preocupação de ser visto como maluco, ser olhado da cabeça aos pés e não receber nem um sorriso em troca. 


Me amarro em falar com os brasileiros que vão a estes eventos por pura e simplesmente para se divertir e sair da rotina estressante de viver em um país estrangeiro - seja ele qual for. É poder falar a nossa língua, contar piada, dar tapinha nas costas, dar e receber um abraço, um beijo no rosto. Ver gente alegre, sambando, dançando, livre de qualquer protocolo! Nossa! Como é bom poder fazer isso tudo sem cerimônias. O clima do evento é o que eu mais gosto e este ano, não foi diferente! Legal você ver os japoneses curtindo e aproveitando o nosso modo de festejar. Ver os gringos admirando nossa maneira de se divertir, cantar e falar... a integração neste tipo de evento é o máximo!

Gostei de ter ido. Queria ter trabalhado menos e aproveitado mais. 
Mas foi maneiro... 

...e EM BREVE


9 comentários:

  1. Afinal, Caruso, qual é a sua altura? Você é baixinho de mais ou aquele senhor é alto de mais? =D

    ;*

    ResponderExcluir
  2. Mirian,

    kkk...a culpa é dele! kkk....eu tenho 1,69. Não sou nenhum perna-de-pau, mas também não sou nenhum Ananias...rs... Obrigado pelo comentário e pela visita!

    ResponderExcluir
  3. Caruso, adorei a descrição. Sempre acompanho seus posts, apesar de raramente fazer comentários. Abraço grande para você.

    ResponderExcluir
  4. Aliás lendo seu post eu me senti no evento!! Parece mesmo q. foi muito divertido. Viva o BRASIL!!

    ResponderExcluir
  5. Eu tava doida pra ir mas aki em aichi tava um vento e uma chuva q parecia q o tufao tinha passado por aki,pensei puts o brazilian day desse ano vai ser debaixo de um temporal,mas nao, ai em tokio tava ate sol...snif...snif
    jakie

    ResponderExcluir
  6. Você não esta muito longe de mim, Caruso: eu tenho 1,70. Para mulher eu sou alta, né!? Kkkkkkkk!!!!

    =D

    ResponderExcluir
  7. Com todo mundo, a maior intimidade, abraça para tirar foto e tudo mais. Mas com a jaman... nobre lutador (vai que ele está lendo?), o maior respeito, quietinho e bem comportado.

    ResponderExcluir
  8. Antônio,

    O Caruso ficou com medo de levar um "Aikondor", por isso ele ficou quietinho. Kkkkkkk!!! =D

    ResponderExcluir
  9. Pô Caruso, corrige meu nome lá, eu sou Veruzka c/ Z de Zorro, porque soy mitad argentina y mitad brasilera, jejejeje! XD
    E a gente tem q se encontrar mais vezes, hem?? Te mandei ontem um email no cel, vc recebeu? Larga de ser estrela e me responde logo, hahahaha!
    bjus!!

    ResponderExcluir