02/09/2011

É AMANHA! いよいよ明日!



Ana Maria Braga DIRETO DO JAPÃO.


CLIQUE NA FOTO PARA VER O VÍDEO
写真にクリックするとビデオをご覧頂けます

3 comentários:

  1. pra fugir dessa "cultura" que estou nesta maravilha que é o Japão, "brazilian day" não vou nem amarrado!!!

    ResponderExcluir
  2. Pensei a mesma coisa, Adriano. Se morasse aí, não iria ao Brazilian Day nem por decreto...

    ResponderExcluir
  3. Maravilha? Será?

    Lembram do Koizumi? Primeiro-ministro boa praça e moderninho. Ele tem três filhos. Dois eram nascidos quando ele se divorciou. Sua esposa estava grávida do terceiro. Sua esposa foi impedida de ver os filhos depois do divórcio há mais de vinte anos, apesar dos seus apelos, inclusive na tv. O terceiro filho não tem sequer o sobrenome Koizumi e nunca falou com seu pai. Incrivelmente, o rapaz não tem raiva dele e disse que gostaria de conhecê-lo.

    Esse é o divórcio tradicional japonês, será essa uma sociedade maravilhosa?

    Cunhado inconveniente, tia que aperta sua bochecha e mostra fotos constrangedoras de quando vc era pequeno, primo que pega coisas emprestadas e não devolve. Gozar com a cara dos colegas de trabalho e de escola, bater na porta do vizinho para pedir um favor. Se vc quer conversar e não tem ninguém, ninguém, para telefonar, é só parar na padaria ou no jornaleiro. Não terá que puxar conversa três vezes.

    Pois é, eu não gosto nem de pagode, nem de funk, nem de sertanejo, nem de axé. Odeio aglomerações de pessoas, cinco pra mim é multidão. Não gosto de churrasquinho entre outros quitutes.

    Entretanto, entendo bem o que o Caruso falou sobre o evento, especialmente para quem está longe de casa.

    Me aborreço um pouco com as pessoas que esculhambam nosso povo, mesmo admitindo que temos muitos defeitos a serem corrigidos e tentam convencer, ou se convencer, de que outros países são o paraíso, no caso, o Japão.

    Se estivesse no Japão, teria ido ao Brazilian Day.

    Cada um com sua opinião.

    ResponderExcluir