03/11/2011

CELULAR PARA CRIANÇA

As crianças japonesas aqui têm celular só para elas! Não sei como está no Brasil agora, mas imagino que criança não tenha celular tão cedo quanto aqui no Japão ou eu já estaria ultrapassado? Mas não me lembro de há 10 anos, quando saí do Brasil, de ver as crianças com celular na mão e nem mesmo de propaganda de celulares voltadas para este público. Mas aqui no Japão não é de hoje que as operadoras lançam modelos para idosos e para as crianças.

Normalmente os celulares para os idosos as funções são mais simples e os números, bem, os números, como eu poderia dizer, são digamos "míope-friendly", bem garrafais! Já os modelos para as crianças são igualmente com as funções simplificadas, porém, com um estilo mais fru-fru, GPS que permite os pais saberem onde as crianças estão quando estão fora de casa e um detalhe bem Muito Japão.

Eles vêm com um dispositivo que dispara um alarme que diz que é "contra criminosos"! (Diga-se de passagem, isso vende separadamente e há modelos de mochilas para crianças com o mesmo dispositivo) Se a criança é atacada, basta ela acionar este dispositivo, chamado de ブザー・BUZAA em japonês,  e o alarme chama a atenção de outros adultos que estão por perto. Aliás, neste modelo HW02C da DOCOMO, a criança pode acionar o dispositivo para soar o alarme e aos mesmo tempo aciona o GPS que mostra aos pais a localização da criança naquele momento!! Tudo isto está no vídeo de promoção do novo modelo de celular para crianças.

A criança pode apertar um dos quatro números 
que já completa a ligação para os números registrados




Pagando um pouco a mais por mês, 
os pais podem localizar os filhos por GPS




A criança puxa a cordinha e aciona o alarme 
que manda um email para os pais com a localização

Assista agora ao vídeo
ビデオをご覧下さい

4 comentários:

  1. Gostei da ideia de ter celular desenvolvido especialmente para crianças e idosos. As crianças aqui no RJ ganham celular quando tem uns 7~8 anos depende da renda familiar. E não há celular para crianças, todas usam um smartphone de adulto. Eu acho cedo porém é uma utilidade para os pais cuidarem melhor de seus filhos nos dias de hoje.

    Diana

    ResponderExcluir
  2. Claro que depende da classe social, mas aqui em São Paulo, muitas crianças acabam de entrar no primário e os pais já são obrigados a comprar um celular, porque todos os coleguinhas já têm um. Mas isso é bem recente e eu acho que não há no Brasil uma competitividade no mercado tão grande como no Japão, por isso até agora eu não vi nenhum apelo publicitário destinado às crianças, mas o que eu não duvido que venha a aparecer logo, logo. Só queria saber onde vai parar esse consumismo exarcebado que já afeta até as crianças, as quais, aliás, eu considero muito mais sucetíveis a serem manipuladas por propagandas, por não terem visão crítica formada.

    ResponderExcluir
  3. Conheço um monte de criança por aí que puxaria essa cordinha de brincadeira, rs... Fora enroscar nas coisas, né!

    ResponderExcluir
  4. Que bom ter um celular infantil...mas as crianças japonesas são bem mais comportadas....pelo que vi

    abraços

    ResponderExcluir