26/07/2012

DoNaDa: UMA ROBÔ NO SUSHI


Fui no sushi - estilo kaitenzushi, aquele da esteira - aqui perto de casa almoçar e tenho que contar para vocês que fui atendido por uma robô. Não gente! Rapidão! Este post não tem nada de extraordinário, mas tenho que contar para vocês que fiquei pasmo com o comportamento da japonesa que me atendeu. 

Primeiro achei cômico ela fazer a mesma pergunta - É a conta que o senhor deseja? - a todos que apertam o botão escrito CONTA! Não! Fala sério! Você tem um botão escrito CONTA, o sujeito aperta o botão e a atendente pergunta se ele quer a conta?!?!?!? E não é só isso! para todo mundo que aperta ela faz a mesma pergunta!

Eu ouvi essa mesma pergunta para todas as pessoas que estavam sentadas perto de mim e apertaram o botão na hora de irem embora! Todas as vezes a mulher vinha e perguntava a mesma coisa: お会計でよろしいでしょうか?・OKAIKEI DE YOROSHII DESHOU KA? お会計でよろしいでしょうか?・OKAIKEI DE YOROSHII DESHOU KA? お会計でよろしいでしょうか?・OKAIKEI DE YOROSHII DESHOU KA? お会計でよろしいでしょうか?・OKAIKEI DE YOROSHII DESHOU KA? お会計でよろしいでしょうか?・OKAIKEI DE YOROSHII DESHOU KA?・・・sem mudar uma vírgula!!!!!

Não, tudo bem. Já deu para notar que tem dias que dá nos nervos essa coisa de falta de jogo de cintura ou de imaginação ou até falta de vocabulário, sei lá o quê. Mas pensa comigo: o cara que aperta o botão escrito CONTA se levanta da mesa, coloca a mochila nas costas - e a etiqueta na testa "estou indo embora" - e só espera que a mocinha venha contabilizar os pratinhos, esse cara, será que ele quer a conta ou não???? Serea que ele levantou da mesa e se arrumou todo para perguntar se tem mais molho shoyu・醤油???



OK. Se o patrão ou o script manda perguntar, mesmo estando escrito na cara do cliente que ele estea indo embora e quer a conta, tudo bem, mas que use pelo menos outra maneira de perguntar!!! Varia! Dá vontade até de bancar o tolerância zero e dizer: "Não, eu apertei o botão da conta só para ver o que acontecia....". Fala sério!

Para mim foi ainda pior porque além de ela também ter me perguntado 会計でよろしいでしょうか?・OKAIKEI DE YOROSHII DESHOU KA? , após eu dizer o óbvio, ou seja, que sim, ela com aquela animação me disse: "Queira por favor levar ao caixa. Obrigado". Peguei a conta da mão dela e fui caminhando em direção ao balcão do caixa. Mas senti que ela vinha me seguindo pelo restaurante.

Eis que qdo eu chego ao caixa, não vejo ninguém para me atender, mas, para a minha surpresa, quem me atende? A mocinha que veio me seguindo desde lá de onde eu estava sentado! Ou seja, "o caixa", a que ela havia se referido, era na verdade, ela mesma! É mole?? Não! Imagine você no lugar dela! Você tem que ir na mesa do cliente e fechar o pedido e pelo horário, 14h em dia de semana, com o restaurante vazio, é você mesmo quem conta os pratos e faz o trabalho de caixa. Sabendo disso, você falaria: "Por favor, queira levar ao caixa"?????...sendo você mesmo "o caixa"?!?!?!...e seguir o cliente que você acabou de atender!?!?

Enfim...acontece muito isso aqui. 
Mas não sei porque hoje, resolvi fazer esse alarde...(risos).
Vejam os meus preferidos!



sushi de salmão・サーモン




sushi de salmão com queijo・チーズサーモン



salada de "kani"・カニサラダ

10 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Boa Tarde Caruso! Sou apaixonado pelo Japão desde criança, por isso estudo a língua japonesa por conta própria mesmo, só que não encontro textos na internet pra traduzir, pois acho que ajuda muito até mesmo para decorar. Então gostaria de pedir um favor... será que você não consegue textos bem simples que as crianças daí aprendem, tipo do pré aqui no Brasil.Obrigado!

    ResponderExcluir
  3. Eu prefiro esse atendimento,mesmo que padronizado do Japão,pois não se compara com muitos por aqui no Brasil,onde o garçom finge que não te vê,demora no atendimento e no final a gente é praticamente obrigado a pagar os 10% dos "serviços" prestados.

    ResponderExcluir
  4. Experimentei este tipo de serviço uma vez, na região de Aso. Me pareceu que a qualidade da comida não é lá estas coisas. Ao menos, eu que gosto muito de sushi/sashimi, comi melhores no Brasil.

    ResponderExcluir
  5. O Atendimento Japonês é de alto padrão, o MELHOR DO MUNDO na minha opinião... sobre essa robotização, observando alguns japoneses aprendi que não é "obrigatório" prestar 100% de atenção em 100% das palavras em 100% dos diálogos de lojas como se fossem o diálogo mais profundo do mundo rs
    Não sei se estou me expressando bem, mas se a atendente fala "お会計でよろしいでしょうか?" ela não está de fato perguntando "se pode fechar a conta", e sim dando um cumprimento no final do negócio, tipo um "pode fechar patrão?", só que mais longo e polido rs


    Nos primeiros anos de Japão também achava engraçado e prestava a máxima atenção em cada palavra de cada atendente em cada loja/restaurante, depois que fui percebendo pela reação dos outros clientes japoneses que tudo nada mais é que cortesia, um "muito obrigado".

    Para dar um exemplo, hoje mesmo entrando numa loja de Gyudon (daquelas que se compra o ticket do que se vai comer na máquina do lado de fora) com mais pressa que o habitual, entrego o bilhete pra atendente e falo: お早うございます、持ち帰りでお願いします (bom dia, pra viagem por favor).
    E a atendente: いらっしゃいませ!お持ち帰りですか? (irasshaimase! o pedido é pra viagem?)

    ... rs

    confesso que se fosse a uns anos atrás acharia muito estranho e pensasse que a atendente era doida.
    Hoje em dia: はい、お願いします。
    Problema resolvido :P

    ResponderExcluir
  6. Alci Fernandes,

    Obrigado pela visita. Que bom que gosta do Japão. Assim de cabeça não sei onde posso arrumar, mas acredito que vc deverá encontrar um monte de texto na internet, não? Está tão difícil de encontrar? Bom, qualquer coisa, me escreve de novo. Em todo caso, vou tentar dar uma olhada. Obrigado mais uma vez pela visita. Volte sempre!

    ResponderExcluir
  7. Iruka,

    Claro, se comparado com o atendimento dessa categoria, qualquer robô é mesmo melhor! O atendimento aqui é de primeira, só sinto falta de ser atendido por humanos com sentimento. Só isso! Mas o serviço, eles não deixam de fazer. Mas sinto saudades de entrar na padaria e o padeiro dizer "Olha! Aproveita que saiu quentinho!"....ou olhar pra vc e te reconhecer e dizer "(Pães franceses) Moreninhos né?". Sinto falta disso...

    ResponderExcluir
  8. Adriano,

    Você jea tentou me convencer sobre não levar ao pé da letra, mas não dá, não consigo! rs. Não consigo conceber uma pessoa passar 8 horas de trabalho dizendo a mesma coisa e sem sentimento algum. Sobre o serviço, OK, não tenho do que me queixar, claro, mas como respondi ao comentário da Iruka, tenho saudades, mas muita saudade mesmo de ser atendido por gente, humano com sentimentos, memória, para te reconhecer que vc vai ao local todos os dias e com criatividade e vocabulário o suficiente para falar uma hora "meia dúzia" e outra hora falar "seis". Esse tipo de atendimento é como um apresentador que fala olhando para a câmera e apresenta o programa lendo, sem sentimento e automático. Você vê que ele não está falando com vc...é mais ou menos o que eu sinto. O programa é realizado, claro, mas sem sal. Igual aqui. O atendimento é feito, mas falta algo. Valeu vc pelo comentário. Até breve.

    ResponderExcluir
  9. Olá Caruso!
    Obrigado pela resposta!
    Acho que tenho que acabar concordando com você... se uma hora você se sente todo "especial" por a atendente te mimar demais, você sabe que aquilo tudo tá na ponta da língua e que ela vai se virar pro cliente do lado e falar a mesmíssima coisa com o mesmíssimo sorriso rs
    Mas às vezes essa robotização assusta! O_o

    Lembrei até de um FAIL: outro dia chego num restaurante onde frequentava quase que dia sim / dia não, mas que passei quase 1 ano sem ir porquê mudei de cidade.
    Aperto o botãozinho e reconheço de cara a atendente que me servia todo dia, e acabo soltando: "Olá! Quanto tempo hein! Não mudou nada!"
    A nipomocinha fez uma cara de quem lembrou, deu um sorrisinho e disse: "Desculpe a demora, o senhor já fez a escolha?"

    Tipo, WTF??? õ_o
    hauhauhau vai ciborgue!! rs

    ResponderExcluir