19/08/2012

INFRAÇÃO OU NÃO?! VOCÊ DECIDE!

Raciocina comigo: Perto do meio-fio, em algumas calçadas aqui do Japão - acredito que nos EUA e em outros países tbm - tem uns aparelhos (foto) para cobrar o estacionamento. Você estaciona o seu carro na rua, bem em frente a estes aparelhos, coloca moedas para pagar e ele começa a contar o tempo que o carro está estacionado. Certo? 

Muito bem. Se você para o carro na rua, bem na frente de um destes aparelhos e NÃO PAGA, ou seja, não coloca nenhuma moeda, você acha que isso é infração ou não?! E se, por exemplo, vamos supor que  você colocou uma quantidade de moedas para uma determinada quantidade de horas e você ultrapassou o tempo SEM PAGAR nada a mais, você acha que isso também é uma infração ou não??

Será que é só eu que acho que usar sem pagar é uma infração?! (risos) Pois é, como muita gente já deve saber, aqui no Japão, eles a-do-ram escrever até o que parece meio óbvio para a maioria das pessoas do planeta, mas é aquela coisa, como já sabemos: se está escrito - por mais óbvio que seja - ninguém pode reclamar que não foi avisado! Certo? Aqui é bem assim e muitas vezes chega a ser, não sei, hilário, em certos casos. Até mesmo avisar que se não pagar o que deve ser pago ao usufruir, representa uma infração. Bom, não sei também né...vai que tem gente que acha que não é infração estacionar o carro em um lugar com uma máquina de cobrar e não pagar um centavo e precisa ser avisado! Pode ser também! (risos) Tudo isso porque achei interessante estar escrito no próprio aparelho (foto) que "se não pagar ou ficar um tempo excessivo estacionado trata-se de uma infração"! Em japonês está escrito (na vertical): 料金未納又は時間超過は駐車違反です・ryoukin minou matawa jikan chouka wa chuusha ihan desu.

Não sei, para mim é como escrever no poste da placa de Proibido Estacionar : "Estacionar neste local é proibido e se estacionar é contra a lei" ou mais ainda, colar na porta na porta do táxi um adesivo dizendo algo como: "Andar de táxi sem pagar é crime. (Ao chegar no destino desejado, pague o valor correspondente à viagem ao motorista do táxi)", entende? Sei lá, achei interessante (e desnecessário). Você o que acha?

9 comentários:

  1. Sei lá, parece ser atarimae, mas tem gente que não sabe ou finge não saber.

    Até porque "parquímetro" nessa região é raro, somente em Nagoya, em locais específicos é que que este tipo de aparelho.
    E como não se vê muitos por aí, muitos deve desconhecer sua funcionalidade, até porque tem outros carros estacionados em locais onde não se tem a máquina.

    Outra coisa que muitos nem deve saber é que a máquina só funciona por um determinado tempo, ou seja, venceu o horário, não tem como estender, tem de tirar o carro do lugar e parar novamente, pelo menos os daqui funcionam assim, diferentemente do que ocorre com a Zona Azul em São Paulo, onde pelo menos dá pra estender o tempo parado no mesmo local.

    Enfim, melhor do que para na rua, caso haja dúvidas, é procurar um Parking.

    E sim eu também acho que tem muita coisa óbvia, mas depois de um tempo, reparei que se não tiver isso muita gente parece não sacar o óbvio.

    ResponderExcluir
  2. Eu acho que o sistema judiciário japonês deve receber bem menos reclamações que no Brasil ou EUA por parte de advogados "espertinhos"

    ResponderExcluir
  3. Pode ser só para evitar que alguém diga que não é explicito que se não pagar é infração

    ResponderExcluir
  4. Billjp!

    Tem razão. Aqui em Tóquio tbm não tem em todos os lugares. Mas mesmo assim, acho que somente as instruções de uso já seriam o suficiente, mas enfim, como vc tbm já notou, tem coisas que são óbvias mas são explicadas por escrito. Devs ser mesmo para os que não percebem o óbvio ou o que é de conhecimento do resto do mundo, menos dele...rs. Valeu pelo comentário! Gde Abraço!

    ResponderExcluir
  5. Andarilho,

    Tem razão. Apesar de que eu acho que advogado "espertinho" tem aqui tbm. Isso não deve ser tão diferente. Obrigado pelo comentário! Até a próxima!

    ResponderExcluir
  6. Andarilho,

    Tem razão. Apesar de que eu acho que advogado "espertinho" tem aqui tbm. Isso não deve ser tão diferente. Obrigado pelo comentário! Até a próxima!

    ResponderExcluir
  7. Claudia,
    Mas u acho que e justamente por isso mesmo, ou seja, para ninguém reclamar que ninguém não avisou! Só pode ser isso! Obrigado pela visita e pelo comentário! Até a próxima!

    ResponderExcluir
  8. Camarada, deve ser principalmente questão de hábito pois este tipo de máquina não parece ser muito comum para o japones médio, não? Mas existe uma razão em ter tudo por escrito. Aqui no Rio, os primeiros postos com bicicletas para alugar também provocaram alguma dúvida por falta de hábito e por não ter as informações bem descritas. E é claro, também tem os espertinhos... abraço!

    ResponderExcluir