01/02/2013

O DRAMA "DRAMÁTICO" DA AKB-ETE48


Minha ideia era publicar aqui a notícia que li hoje no jornal japonês da cantora Minami Minegishi, integrante do grupo AKB48 (lê-se ei ke bi forty eight) que raspou o cabelo como uma forma de se punir pela notícia que saiu em uma revista semanal, na qual fora publicada uma matéria que revela que a moça de apenas 20 anos, dormiu na casa de outro jovem, de 19, também cantor membro de um grupo musical. Mas como alguns leitores deve saber - ou terem notado -  prefiro publicar no blog notícias que normalmente não saíram ou não sairíam na mídia brasileira. Por isso, depois que vi que a notícia sobre o drama da mocinha no site do G1 - em português claro - pensei em não escrever nada! Quem não viu a matéria, pode clicar AQUI.

Mas achei que seria maneiro traduzir o que ela fala no vídeo. Pois então, segue aqui o vídeo da própria cantora, se desculpando pelo ocorrido e, logo abaixo, a fala dela, em japonês claro e a tradução em português do discurso emocionado da moça!

Lembrando que tudo isso foi porque saiu uma matéria em uma revista semanal sobre a moça de 20 anos que dormiu na casa de outro jovem de 19, igualmente famoso. A regra do grupo diz que elas não podem se relacionar com ninguém e por isso, a cantora japonesa foi, digamos, rebaixada, para um "grupo de acesso", parte do mesmo grupo AKB48 e como forma de punir ela mesma, ela resolveu raspar o cabelo e gravar o vídeo.



JAPONÊS・日本語

AKB48・峯岸みなみが、週刊誌報道を受けYouTube上の公式チャンネルで謝罪した発言全文は次の通り。
 AKB48、梅田チームBの峯岸みなみです。この度は今日発売される週刊誌の記事の中にある私の記事のせいで、メンバーやファンの皆さん、スタッフさん、家族、たくさんの皆様にご心配をおかけしまして本当に申し訳ありません。
 2005年に結成されたAKB48の第1期生として、後輩のお手本になるような行動を常に取らなければいけない立場なのに、今回私がしてしまったことは、とても軽率で自覚の無い行動だったと思います。
 まだ頭の中が真っ白でどうしたらいいのか、自分に何ができるのか分からなかったのですが、先ほど週刊誌を見て、いてもたってもいられず、メンバーにも事務所の方にも誰にも相談せずに、坊主にすることを自分で決めました。
 こんなことで、今回のことが許していただけるとはとても思っていませんが、まず一番初めに思ったことは「AKB48を辞めたくない」ということでした。
 青春時代を過ごしてきた大好きなメンバーがいる、そして、温かいファンの皆様がいるAKB48を離れることは、今の私にとっては考えられませんでした。甘い考えなのは分かっていますが、できるのであれば、まだAKB48の峯岸みなみでいたいです。
 今回のことは全て私が悪かったです。本当にごめんなさい。これからのことは秋元先生や運営の皆さんの判断にお任せします。まだ整理はついていませんが、今思うことをお伝えさせていただきました。ありがとうございました。

PORTUGUÊS・ポルトガル語(訳)

Olá, aqui quem fala é a Minegishi Minami, do grupo AK48 do time Umeda B. Gostaria de pedir desculpas às meninas do grupo, aos fãs, a toda equipe, à minha família e a muitas outras pessoas, por terem se preocupado comigo diante da matéria que foi publicada sobre mim na revista que começa a ser vendida hoje.

Integrante do membro do grupo AKB48 desde a sua formação em 2005 e apesar de ter sempre que adotar uma atitude que sirva de exemplo às demais meninas, acho que acabei por agir de forma imprudente e inconsciente.

Ainda estou completamente sem saber o que fazer e como posso agir, mas depois que vi agora a pouco a reportagem na revista, fiquei desnorteada e, mesmo sem consultar as meninas, o nosso empresário e nem ninguém, eu mesma decidi raspar meu cabelo.

Não creio que ao fazer isto eu possa ser perdoada, mas a primeira coisa que me veio à cabeça foi “Não quero sair do grupo AKB48”.

Não consigo me imaginar fora do grupo no qual passei minha adolescência e com as meninas que eu gosto tanto, com o carinho que os fãs têm pelo grupo. Sei que pode ser muita ingenuidade minha, mas se pudesse, gostaria de voltar a ser a Minegishi Minami do grupo AKB48.
  
Tudo que aconteceu agora foi única e exclusivamente minha culpa. Peço mil desculpas. O que vai acontecer a partir de agora, eu entrego nas mãos do nosso empresário e dos administradores do grupo. Ainda está tudo muito confuso na minha cabeça, mas gostaria de passar para vocês agora o que estou sentindo. Muito Obrigada.

9 comentários:

  1. Tudo bem que o AKB tem essas regras relacionadas a imagem de pureza do grupo e tal, mas não muda o fato de que a notícia foi divulgada só para vender revista, o que é uma grande sacanagem ao ver o impacto que isso teve e pode ter na vida da moça.

    ResponderExcluir
  2. acompanho o grupo a 3 anos,pra mim isso foi marketing

    ResponderExcluir
  3. É incrível como as pessoas olham o lado deles sem ligar para as outras.

    ResponderExcluir
  4. Tento constantemente entender o pensamento japonês, mas este tipo de auto flagelaemnto, me faz achar que algo de muito errado se instalou no Japão. Seria apenas uma questão de contrato? Moralismo marqueteiro? O japonês dá enorme importância às aparências...ou seja, se ninguém tivesse publicado que uma mulher maior de idade, passou a noite na casa do namorado, maior de idade também, nada aconteceria...
    Quem pode ficar ofendido com isso? Sério. Huh?
    E se esta moça tivesse pulado do prédio? Que reações provocaria?
    Acho que tenho que me esforçar mais, pois não entendo este tipo de coisa.

    ResponderExcluir
  5. Júlio o vídeo que você divulgou está indisponível, aparece uma mensagem escrito privado!

    ResponderExcluir
  6. Eu acho esse tipo de exigência o extremo da desumanização, da transformação de meninas em objetos. A ideia de pureza aqui está totalmente relacionada ao desejo sexual dos fãs, se ela se "macula" tendo um relacionamento, deixa de ser objeto para ser humana. E desse ponto de vista, vira só uma v**** que não merece estar ali. Esse tipo de exigência contratual deveria ser inconstitucional.

    ResponderExcluir
  7. Frederico@

    Procure se informar um pouco, antes de ficar falando besteiras.
    1º Maior idade lá acima de 20 anos. portanto, ela(e ele também) é ainda de menor.
    2º Asia não é ocidente, onde a "putaria" é bem vista aos olhos de quase todos.
    3º Isso o que ela fez é sujar a própria imagem. Já que na midia a imagem é a 1ª coisa que conta antes da aparência!

    ResponderExcluir
  8. Tanto conservadorismo é retrógrado e lamentável. Não se pode usar desculpas fajutas como "é cultural" para defender tal mentalidade doentia. Aqui no Brasil as mulheres vítimas de estupro dificilmente denunciam seus agressores, e quando o fazem são taxadas de vadias que só querem chamar a atenção, isso é cultural e nem por ser cultural passa a ser válido.

    ResponderExcluir
  9. Não sei qualé de uma maluca no japão ou na coréia do sul (e malucos também) querer ser famosos. É uma clausura! Acho que é como eu fosse na cadeia e pedissem para me prender! Vejo caras de 27 anos que parecem meninos de 15, e agem como uns mongolóides, as meninas pagando de amebas. Para que passar essa imagem, que em nada contribuirá para as pessoas? Admiro que - me parece- a velhice chega mais tarde,e deveria chegar porque hoje se vive 100 anos. Não que nem muitos que conheço que com 20 anos não tem perspectivas,mas deixar de ser um debilóide não faz mal. Isso só vai criar complexos nas pessoas e elas irão se afundar cada vez mais.

    ResponderExcluir