30/03/2013

VIOLÊNCIA: FUNCIONÁRIOS X PACIENTES

Ontem li uma reportagem sobre a violência a qual é exposta funcionários de hospitais. No Japão. Isso mesmo. Mas mais interessante do que a reportagem em si, foi que a todas as pessoas que comentei sobre a tal matéria, todas, exatamente todas,  - detalhe: todos brasileiros - tiveram a mesma reação. Todos disseram coisas como: "É meu filho, você está fora do Brasil há muito tempo e esqueceu como são as coisas no Brasil é?!". O que eles não sabiam era que a matéria que eu havia lido estava em japonês claro e falava sobre a lastimável situação dos hospitais, no Japão.

Isso mesmo. A matéria era sobre o resultado de uma pesquisa que mostrava que cerca de 40% dos funcionários de 11 hospitais japoneses, sofreram algum tipo de violência. Segundo a reportagem, os atos violentos incluíam desde ameaças com objetos cortantes, com muletas, passando por socos em médicos e assédio sexual ou humilhações a funcionárias. A matéria é grande por ser bem explicativa e detalhada. Eles expõem resultados de porcentagem de funcionários vítimas de chutes, agressões verbais, beliscões etc. Os dados são impressionante!

A matéria mostra também a opinião dos próprios funcionários para o que poderia ser a razão pelas quais os pacientes podem ter sido movidos a causar tais atos de violência. Alguns, admitiram que poderia ser falta de infromações suficientes providas aos pacientes. Cerca de 15% dos funcionários, afirmaram que pode ter sido a longa espera que os deixaram revoltados, outros, cerca de 11%, suspeitam ter sido a própria postura dos médicos a grande vilã da história.

Para quem sabe ler japonês e deseja ler o que eu li, logo abaixo está a reprodução da matéria:

JAPONÊS・日本語

「目の前で患者が松葉杖を振り回し、医師を殴り付けた」「刃物をちらつかせることもある」-。東京都内の私立大附属病院本院11施設で構成される「私立大学病院医療安全推進連絡会議」は29日、11施設の職員2万2738人のうち1万79人(44.3%)が、暴言や身体的暴力、セクハラなど何らかの「院内暴力」の被害を過去1年間に受けたことがあるとの調査結果を発表した。

 院内暴力を患者から振るわれたケースは、身体的暴力では9割超だが、セクハラでは84.2%、暴言では69.2%で、患者の家族や見舞客からの院内暴力も少なくないことが分かった。
 内容を複数回答で聞くと、暴言では、「ふざけるな」など「言葉」が25.9%で最も多く、以下は「苛立つ態度を取られた」(25.6%)、「鋭い目つきでにらまれた」(18.2%)などの順。身体的暴力は、「叩かれた」(18.3%)、「蹴られた」(14.2%)、「つねられた」(13.2%)など。セクハラでは「身体を触られるなど身体的行為」が最多の40.6%で、以下は「体型や顔の指摘などの精神的行為」(17.1%)、「(女性・男性)のくせになど性差別行為」(12.3%)などと続き、「電話・手紙・尾行などストーカー行為」も5.2%あった。

 「院内暴力の要因は医療者側にもあったと思うか」との問いに対しては、45.6%が「あった」と回答。具体的には、「説明や確認の不足」(19.0%)や「長い待ち時間」(15.5%)、「医療者の態度」(11.8%)、「患者の意に沿わない医療行為」(10.6%)などが、複数回答で挙がった。

LISTA DE VOCABULÁRIOS・単語一覧

目の前で・me no mae de・diante dos olhos
患者・kanja・paciente
松葉杖・matsubadzue・muleta
医師・ishi・médico
殴る・naguru・dar socos
刃物・hamono・objeto cortante
病院・byouin・hospital
職員・shokuin・funcionário
暴言・bougen・violência verbal
暴力・bouryoku・violência
セクハラ・sekuhara・assédio sexual
家族・kazoku・família
見舞客・mimaikyaku・visitante (hospital)
過去・kako・passado
調査・chousa・pesquisa
結果・kekka・resultado
身体・karada・corpo
苛立つ・iradatsu・ficar irritado
叩かれた・tatakareta・apanhou
蹴られた・kerareta・levou um chute
性差別・seisabetsu・preconceito sexual
説明・setsumei・explicação
確認・kakunin・confirmação
不足・fusoku・insuficiente
待ち時間・machijikan・tempo de espera

4 comentários:

  1. Realmente é difícil ser alguém educado e compreensivo quando se está sentindo alguma dor ou mal estar e não é atendido prontamente. Mas quanto ao assédio sexual, sexismo e outras atitudes repulsivas, só posso dizer que é lamentável.

    ResponderExcluir
  2. Surpreendente a matéria!!

    Não imaginava que havia tanta violência assim nos hospitais daqui!!

    Ótimo post!!

    ResponderExcluir
  3. Caruso, sempre leio seu blog e admiro muito o seu trabalho. Se puder, arrume o "agreções" do seu texto que doeu só de ler. Gomenasai.

    ResponderExcluir
  4. Não sei se tem haver, mas quando eu sofri um acidente eu tive traumatismo craniano e saí chutando todo mundo no hospital. Isso porque meus braços estavam amarrados já que eu tentava tirar o colar cervical. E eu não lembro nada disso e sou uma pessoa bem calmo normalmente. O amigo meu que também sofreu acidente junto comigo não reconheceu o próprio irmão que foi visitar e ainda tentou dar um soco nele, ele também não lembra disso. O médico falou que isso era normal.

    ResponderExcluir