13/11/2016

SUGESTÃO DE TATUAGEM

Tatuagem em japonês sempre rende posts e mais posts. Mas a verdade é que sempre terminam nos mesmos pontos: "como se fala tal palavra em japonês?", "queria escrever "pais" em japonês" e outras tantas solicitações e dúvidas.

Recentemente voltei a falar de tatuagem no Japão com relação ao fato de ser proibida, em alguns lugares, a entrada de pessoas com tatuagem no corpo. Sim, normalmente, pousadas de águas termais, piscinas públicas e alguns hotéis estilo japonês, não permitem a entrada de tatuados. 

Há relatos de brasileiros que dizem não terem o menor problema de frequentarem piscinas públicas com tatuagem. Já outros dizem que costumam disfarçar com faixas e gazes e, simulando curativos escondem a tatuagem. Pelo visto, tudo vai depender do estabelecimento e o quão rígidas sãos as regras locais. Mas a verdade é que a placa de proibição (foto) pode ser vista em muitos lugares do Japão. 

Mas quando o assunto é tatuagem, eu sempre fico pensando nessa fascinação dos ocidentais por escreverem palavras em ideogramas no corpo. Claro, um ideograma é sempre - bom, nem sempre - visualmente muito bonito. Até certo ponto é até compreensível. Mas o engraçado é quando a combinação de ideogramas e até mesmo as palavras escolhidas somente pela forma pura e simples, não querem dizer nada com nada! ...ou querem dizer muito! Um exemplo clássico é a tatuagem em que o indivíduo tatuou "gringo idiota" (foto abaixo). Outra igualmente clássica é o "PQP" escrita com caracteres japoneses. 



Pensando nisso, resolvi criar a coluna de "sugestão de tatuagem", mas no melhor estilo "inimigo oculto"! São ideogramas que aparentemente poderiam estar em qualquer álbum de tatuador, mas que o significado foge completamente do estilo top ten velas, como "amor", "felicidade", 'paz" e passa longe do "amor eterno", "minha vida", "pai e mãe" e afins. 

EM BREVE

Nenhum comentário:

Postar um comentário