31/08/2017

階段に進行方向規定・MÃO E CONTRAMÃO NAS ESCADAS

Tudo na vida depende de interpretação. Pode ser o mesmo objeto, a mesma ação, a mesma figura. Mas sempre haverá mais de uma interpretação para uma mesma coisa! Eu percebo isso muito com as coisas do Japão. Tudo que eu mostro no blog ou na fan page do Muito Japão, seja o que for, há sempre pessoas que veem como positivo e outras, como negativo. Normal.

Para dar um exemplo concreto, certo dia comentei das inúmeras vezes que a gente vê na TV, coletivas de impressa só para se curvarem e pedirem desculpas por algo que fizeram. Mas são tantas as vezes, e muitas delas, coisas graves, que para mim, Julio Cesar Caruso, que eu acho desnecessário, falso em algumas situações. Mas esta é a minha interpretação. Não sou do tipo de pessoas que gosta de impor o meu pensamento porque acho que é o certo e este deve ser seguido por todos. Não, não sou assim! Mas enfim, por que eu estou dizendo isso? Porque mesmo eu mostrando essas imagens de pessoas de alto cargo se curvando repetidas vezes, tem logo um que diz: "pelo menos ele está pedindo desculpa". Enquanto outras, dizem "agora já fez, não adianta se desculpar”. Não é interessante? Eu acho!

Hoje vou falar de algo que com certeza, vai gerar dupla interpretação (claro!). É sobre a mão e contramão nas escadas no Japão. Isso mesmo! As escadas aqui no Japão, na maioria delas, tem espaço definido para seguir pela direita ou pela esquerda, exatamente com uma rua de faixa dupla. Exatamente igual! Penso nisso até quando vou fazer uma "ultrapassagem arriscada" para, andando, passar na frente de quem está molengando na minha frente.

Tem gente que interpreta como “organização de fluxo”, mas há quem diga – brasileiro, principalmente, que não passa de uma “palhaçada” e completam  dizendo “eu subo e desço por onde eu quiser, a escada não é pública?!”. Bom, tampouco estou aqui para julgar ninguém. O post é simplesmente para mostrar que tem isso aqui no Japão e pronto!

写真撮影: Julio Cesar Caruso


Na foto acima, as setas mostram a direção para subir e para descer pela mesma escada, e a mensagem em japonês, diz: "siga pelo lado direito". É fácil identificar a mão da "pista". Tem sempre alguma sinalização. Muitas das vezes, está em japonês e inglês, como as fotos abaixo. Tem vezes que tem apenas a seta, tal como uma placa de trânsito! 


写真撮影: Julio Cesar Caruso

写真撮影: Julio Cesar Caruso

A mais maneira de todas que eu vi, mas não tive como parar para tirar foto, foi a que dizia que entre uma certa faixa de horário, os carr... digo, as pessoas, deveriam seguir pela direita, mas, que depois de uma certa hora, deveriam seguir pela esquerda.

Confesso que no fundo, no fundo, chego a pensar que é estranho definir até isso mas, quando o fluxo de pessoas é grande, a mão e contramão são uma mão na roda! (Nossa, quanta mão!) Veja abaixo mais algumas sinalizações! A mesma regra de mão e contramão é válida para os corredores das estações.  


写真撮影: Julio Cesar Caruso

写真撮影: Julio Cesar Caruso


PROPAGANDA・広告

30/08/2017

ハンド脱毛無料・DEPILAÇÃO DA MÃO GRÁTIS

Tudo começou quando eu estava bem quietinho, no meu canto, no trem, quando resolvi me distrair com os inúmeros anúncios que a gente vê dentro do trem, principalmente os pendurados, chamados em japonês de "tsuri koukoku" (吊り広告). Li um, li outro, até que uma frase em especial me chamou a atenção:

"DEPILAÇÃO DE MÃO GRÁTIS"



Primeiro, eu sempre acho que eu é que não entendi direito. Passado essa fase, achei que entendi, mas cheguei a cogitar se não era nenhuma expressão idiomática japonesa – como a que diz “mão que sai da garganta”, quando você quer muito alguma coisa. Sei que tem gente que tem pelos nas mãos e nos dedos até, mas você vai concordar comigo que não é todo dia que a gente vê escrito – em português, menos ainda – “Depilação de Mãos”. Já vi buço, virilha, pernas, axilas, braços, mas...mão?!?


Resolvi então acessar o site deles para ver se era aquilo mesmo e encontrei várias outras coisas maneiras! Uma delas foi quando li  escrito “depilação do corpo todo”! E depois, logo em seguida, tinha lá a “definição” de corpo todo que, segundo eles, se resumia a 33 pontos do corpo. Aí você pensa: “Mas quais seriam esses 33 pontos do corpo?”. E não é que tinha lá um “mapeamento”?!



Legal também foi o gesto da menina - na foto ao lado - querendo mostrar que aqueles são preços supereconômicos! Tudo bem que não é exatamente o gesto obseno que usamos no Brasil para dizer (vc sabe!)... mas que no Brasil essa pose dela daria o que falar, isso sim daria! Para quem não sabe, aqui no Japão, assim como em muitos outros países, o gesto que ela está fazendo quer dizer, simplesmente, OK. Certo!