31/12/2013

NHK 紅白歌合戦

 

 

Foi realizado às 19 horas E 15 minutos mais um 紅白歌合戦・Koohaku Uta Gassen. Esta foi nada mais nada menos que o ano de 64 de exibições do programa! Bom, para quem não conhece o koohaku - como é carinhosamente chamado o program - é quase que um especial do Roberto Carlos com Show da Virada versão japonesa. Roberto Carlos, primeiro, porque tem todo santo final de ano e até porque se apresenta muita gente da  mesma época do próprio Roberto Carlos. Show da Virada porque se apresentam no palco, os maiores sucessos da música do ano que está por terminar. O diferencial seria talvez o fato de os cantores serem divididos em dois grupos, um vermelho (mulheres) e branco (homens) e que ao final, os jurados, publico presente e telespectadores podem votar para eleger o melhor grupo do ano. O melhor ganhar um troféu ao final do programa. Este ano  grupo vencedor foi dos homens, o time branco!

 
Vejam abaixo a contagem de todos, absolutamente todos os votos computados e divulgados no site official do programa logo após o término da exibição na TV! Tem os votos dos jurados, dos telespectadores que votaram pelo cellular, pelo controle da TV, pelos smartphones etc.

 
É um dos show do final de ano do Japão mais esperados e mais assistidos e já é tradição no país. Eu particularmente já assistia antes mesmo de morar no Japão, quando na época, existia um programa chamado "Imagens do Japão" que reapresentava partes do show na TV brasileira. Vivendo no Japão passei a gostar ainda mais do programa. E cá entre nós, para quem fica em casa no ano novo do Japão, é realmente, sem deboche, uma das coisas mais divertidas a se fazer no último dia do ano! Pronto, falei. (rs)

É maneiro porque você pode rever os maiores sucessos do ano, com shows e palcos impecáveis e ainda acompanhar a letra da música que aparece na tela. Tem sempre algum cantor convidado, nos últimos anos creio que estão dando preferência a cantores internacionais. Suzan Boyle, Enya e Lady Gaga já se apresentaram no programa.

 

É bonito. É um show muito bem feito. É para todos os gostos, pois toca todo tipo de música do Japão, desde as mais tradicionais, passando por baladas e até rock. Sem contar todo o glamour que tem o programa. Tanto para os japoneses quanto para os cantores que se apresentam. No final do ano fica sempre aquela expectativa de quem ira se apresentar. Os japoneses aguardam a divulgação como os brasileiros aguardam ansiosos pela escalação da seleção brasileira de futebol! O curioso que o programa é tão tradicional que na "escalação" sai sempre o número de vezes que o cantor se apresentou no programa, com destaque especial aos que estão subindo no palco do "koohaku" pela primeira vez!

A tecnologia e a organização, claro, não poderiam estar de for a já que se trata de uma superprodução japonesa. Os shows, como eu falei, são realmente muito bons e muitas vezes, o espetáculo, o palco, a iluminação e os efeitos salvam a música - e vice-versa. Mas de qualquer é tudo muito bonito.

Outro diferencial acho que posso até citar o aplicativocriado especialmente para o programa! Através do aplicativo, os nipo-telespectadores fiés poderiam verificar a orgem de apresentação, a quantidade de vezes que o cantor se apresentou, além de poder votar no melhor e ainda consultar informações de programas de anos anteriores. Era possível até selecionar um alarme para cada apresentação favorite para que o seu smartphone avisasse o extato momento em que os cantores que você escolheu fossem se apresentar no palco do koohaku. Fiquem agora com a apresentação do grupo AKB48 no koohaku deste ano!


 

29/12/2013

28/12/2013

FELIZ ANO NOVO


Engraçado que depois de anos no Japão, passei a achar normal o fato de dizer FELIZ ANO NOVO de duas maneiras: uma antes da virada e outra depois da virada. Só me dou conta mesmo disso quando chega nessa época e as pessoas me perguntam como é FELIZ ANO NOVO em japonês. Aí sim me lembro que dizemos de duas maneiras diferentes, ou seja, uma antes de virar o ano e outra depois de virar o ano. 


Aliás, vale lembrar que no Japão não é normal desejar FELIZ NATAL para as pessoas na rua, no trabalho e nem mesmo em casa. Nem lojistas, nem parentes, nem amigos, ninguém. Ninguém diz FELIZ NATAL nesta época do ano. O Natal é diferente, bem diferente...


Mas FELIZ ANO NOVO sim. Claro que não chega a ser como no Brasil em que você diz isso para amigos que encontra na rua, elevador ou mesmo para desconhecidos, como muitas vezes acontece. No Japão não se faz isso. A gente deseja FELIZ ANO NOVO para colegas de trabalho, por exemplo, antes de sair para o recesso. E nesse momento, o cumprimento em japonês para FELIZ ANO NOVO é ...


良いお年をお迎えください
yoi otoshi wo omukae kudasai


Normalmente usamos até a versão mais curta, que seria...


良いお年を!
yoi otoshi wo!


De qualquer maneira, ambas são usadas antes da virada do ano. Até porque, literalmente, o cumprimento não quer dizer exatamente FELIZ ANO NOVO ao pé da letra. Trata-se de um cumprimento que poderia ser traduzido como "espero que receba um bom ano" e é por isso que se o ano velho sair e o novo já estiver valendo, a frase (meio que....rs) perde o sentido. 

Mas afinal, e depois como fica sendo o FELIZ ANO NOVO em japonês?! Simples. Digo, fica bem maior mais é fácil. Dizemos...


(新年)明けましておめでとうございます
(SHINNEN) AKEMASHITE OMEDETOU GOZAIMASU.


A frase desta vez soa mais próxima de um FELIZ ANO NOVO da vida e como um cumprimento propriamente dito, já que contém a palavra "omedetou" que pode ser traduzida como "parabéns". Mas mesmo assim não tem nada de "feliz", mas tem "ano" e "novo". É apenas o cumprimento que se dá quando "vira o ano" (toshi akeru), ou seja, seria quase que um "parabéns por ter virado o ano" ou um "parabéns pelo ano novo", algo assim.

Outra diferença é que o cumprimento é usado não somente no momento da virada. No Japão esse mesmo cumprimento é dado sempre na primeira vez em que se encontra com a pessoa, depois que o ano virou. Por exemplo, se você entra em recesso no dia 30 de dezembro, você deseja aos colegas de trabalho um "yoi otoshi wo". Quando você volta ao trabalho, normalmente no dia 4 de janeiro, você cumprimenta a todos que reencontrar com um "akemashite omdetou gozaimasu". Agora vamos supor que você tenha alguns dias de folga para queimar e só regressa ao trabalho no dia 10 de janeiro. OK. Sem problemas. Você vai continuar a usar esse mesmo cumprimento a todas as pessoas que encontrar pela primeira vez no novo ano. E não se assuste se alguém lá pelo dia 20 de janeiro olhar para você e dizer "akemashite omedetou gozaimasu". É perfeitamente aceitável se é a primeira vez que você está revendo esta pessoa depois da virada.

Outra grande diferença e eu diria até Muito Japão, é agregar ao cumprimento a frase "kotoshi mo yoroshiku onegaishimasu", que seria algo mais ou menos como "espero poder contar com você neste ano também". Isso mesmo, além de "akemashite omedetou gozaimasu" ser um cumprimento um tanto comprido, os japoneses costumam dizer tudo junto...

新年明けましておめでとうございます。今年もよろしくお願いします。
shinnen akemashite omedetou gozaimasu. kotoshimo yoroshiku onegai shimasu.

Abre parêntese, os jovens japoneses já arrumaram uma maneira de encurtar o comprimento do cumprimento (rs). É comum os jovens se cumprimentaram com a versão simplificada: "akeome kotoyoro". Pode ser que até mesmo um japonês mais conservador não entenda, mas se parar para prestar atenção, são o que os jovens fizeram foi apenas pegar as primeiras sílabas de cada palavra das frases acima. Como todo ano a combinação é sempre a mesma, fica fácil saber o que está abreviado! Mas atenção, é quase que como uma gíria e não fica bem usar para qualquer um, muito menos para uma pessoa mais velha ou superior.

Aproveito para desejar a vocês leitores, novos ou velhos companheiros seguidores do Muito Japão, um 2014 cheio de felicidades, próspero e de muitas realizações. Para você que pensa em realizar o sonho de ir ao Japão ou mesmo começar a estudar japonês, espero que este seja O ano! Feliz Ano Novo a todos!


良いお年を!

17/12/2013

FAXINA GERAL


A palavra que a gente mais ouve nessa época do ano é OOSOUJI・大掃除. Bom, exagero meu, confesso, porque há outras tantas palavras que aparecem nesta época do ano, mas OOSOUJI・大掃除 foi uma das palavras que quando ouvi, achei que não era nada de extraordinário além do significado literal de "faxinão", ou "faxina geral".

Normalmente quando a gente pensa em fazer aquela faxina caprichada, a gente pensa em fazer quando o local já está em situação de calamidade pública, o que para algumas pessoas, pode ser uma situação que se repete várias vezes ao longo do ano.

No Japão, parece que o tal "faxinão" só é lembrado no final do ano. É quase que como no Brasil a gente fala em carnaval no início do ano. As lojas fazem questão de vender produtos de limpeza, fichários, pastas ou qualquer coisa que sirva para organizar, limpar, mudar, tudo para você pegar firme a sua casa, o seu quarto, o seu escritório para poder receber o ano novo "nos trinques". 

O mais intrigante de se fazer uma faxina geral no final do ano talvez seja o fato de nós, funcionários da empresa, sermos quase que obrigados a fazer a faxina não só da nossa própria mesa, como também do andar em que trabalhamos! Isso mesmo. A notícia normalmente vem por email, como o dia e horário da faxina e quem está escalado para fazer o quê - inclusive, antes que perguntem - , a limpeza do banheiro! Tudo bem que as criancinhas na escola do Japão já aprendem esse senso de coletividade desde cedo e também limpam os banheiros da escola, mas não deixa de ser bizarro você mesmo ter de limpar a empresa onde você trabalha, organizar e tirar o pó dos armários, jogar papéis fora etc. Claro, vou confessar, a ideia, a filosofia e, principalmente o resultado são tão bons quanto. Mas que no início soa meio estranho e até contra a religião, isso eu não posso negar. Depois - como tudo no Japão - se acostuma! 

02/12/2013

FOCUS DA FORD EM OSAKA

Uma passada rápida para dizer que o blog Muito Japão ainda vive e para alertar quem não percebeu que no novo comercial do Focusa da Ford que esta sendo veiculada no Brasil atualmente, um dos cenários futurísticos que aparece no comercial é pura e simplesmente real! Trata-se de um dos pontos turísticos mais famosos de Osaka! Isso mesmo, no Japão, esse aí da foto principal! Não tinha reparado? Então reveja o comercial e fiquei atendo no segundo 0:36!